Um fenômeno dos games chamado “Dota”

Você já ouviu falar do game “Dota”? Bom, se não ouviu terei o prazer de expor esse mundo maravilhoso dos jogos atuais.

Postado dia 20/11/2015 às 00:29 por Écio Diniz

dota

 

O Defense of the Ancients (Dota) foi o precursor do estilo de games MOBA (Multiplayer Online Battle Arena) que é propriamente jogado em uma arena digital com objetivos bem específicos. Porém, a cada nova rodada de games você tem várias possibilidades de executar diferentes jogadas e estratégias para vencer. O game a princípio era apenas um mod (modificação de jogo criada por fãs) básico de mapa do jogo Warcraft 3 criado por um usuário dos fóruns da Blizzard, que acabou desistindo do projeto, mas deixou o código aberto para quem quisesse continuá-lo.

Graças a jogabilidade, uma mistura de estratégia, RPG e ação o jogo se tornou um dos fenômenos mais jogados em todo o mundo. Hoje é possível acompanhar campeonatos televisionados ou on-line do mesmo modo que um jogo de futebol ou basquete. E os prêmios em dinheiro chegam a casa dos 7 algarismos, o que é muito atrativo para os “cyber-atletas”, que aliás ganharam fama e notoriedade pelo mundo conquistando legiões de fãs que estão sempre antenadas com os times que torcem. Realmente um avanço para nós gamers que sempre sonhamos com campeonatos oficiais para mostrar nossas habilidades atrás dos consoles e/ou PC’s (yahoooo!).

Além da quantidade enorme de fãs, hoje empresas do ramo investem pesadamente nos games para melhorar a cada dia seu aprimoramento e compram as equipes (isso mesmo, como se faz com times de basquete nos EUA) para que esses campeonatos ocorram e atraiam cada vez mais pessoas para esse meio. Algumas equipes são bem famosas como os Natus Vinceri conhecido como Na’Vi, temos também Alliance, Newbee, Invictus Gaming entre outros, com seus jogadores profissionais chegando a ficar milionários e não precisando comprar mais nada em termos de consoles e PC’s para game (que inveja).

Tem vários sites, blogs e páginas na internet especializados em Dota que podem ser grandes instrumentos de aprendizagem para qualquer iniciante. Como temos também temos comunidades digitais feita por fãs para os fãs como o Dotirinhas no Facebook “A Dotirinhas é muito mais do que só uma página voltada para tirinhas como sugere o nome. Nós investimos em várias campanhas educativas, com o objetivo de desenvolver o cenário brasileiro de DOTA 2 para termos uma comunidade que se respeite, tornando o ambiente ao qual nos relacionamos todos os dias saudável e acolhedor” quem diz isso é um dos administradores da página Marcos Guilherme, mais conhecido como Shootingstar.

Para Marcos “jogar DOTA precisa apenas ter reflexo e tempo de reação, embora pareçam coisas semelhantes, são na verdade muito distintas… seria como comparar raciocínio lógico com cálculos. Seus reflexos serão fundamentais no jogo, pois vão te proporcionar movimentos defensivos naturais. Já o tempo de reação é algo possível de alcançar com aperfeiçoamento por qualquer pessoa, cada momento é crucial para um bom jogador, eu diria até que é mais importante que o reflexo em si” explica.  Assim não é preciso muito para se tornar mais um ‘doteiro’ no mundo, dedicação também ajuda, mas tudo isso vem jogando.

Compartilhar:

Sobre o Autor

avatar

Écio Diniz

Écio Diniz é jornalista atuante, formado pela Universidade Brás Cubas, gosta de história

Obs: As postagens do autor são de plena responsabilidade do mesmo, o portal se isenta de qualquer conteúdo que possa ser ofensivo.

Veja mais posts deste autor

Leia também

Assine a nossa newsletter