The Who no Brasil!

A banda aparentemente fará sua turnê de despedida passando por países nunca antes visitados nesses mais de 50 anos de carreira

Postado dia 23/02/2017 às 08:00 por Leonardo Carrasco

who

Foto: Divulgação

Com declarações na internet, incluindo a de Pete Townshend, além de notícias já confirmando a tão esperada, sonhada, aguardada… Vinda da banda The Who pela PRIMEIRA vez ao Brasil, me empolguei e gostaria de falar um pouco desse quarteto tão importante na história da música popular no século XX.

Os caras formaram a banda em Londres no ano de 1964. Infelizmente, eles não são colocados no mesmo patamar que Beatles ou Rolling Stones; ou que Led Zeppelin, Deep Purple e Black Sabbath, pra citar os gigantes britânicos.

who2Já me perguntei várias vezes o motivo disso, debato esse tema com amigos “rockistas” e não chegamos a uma conclusão plausível. Pensa só: os quatro músicos são acima da média, tanto que eles separadamente são citados por centenas de artistas como referência em seus respectivos instrumentos; álbuns clássicos, conceituais, cheios de sucessos e até óperas-rock fazem parte de seu catálogo de discos; e a banda era um turbilhão de fúria em palco, com performances de tirar o fôlego de qualquer um que estivesse na plateia. Então o que lhes faltam pra estarem a altura (eles estão, mas não são tratados como tal) desses nomes participantes do Olimpo do rock?

Bom, ao invés de esperar uma resposta, prefiro fazer minha parte e exaltá-los! Uma banda que participou do movimento mod, passou para o hard rock, fez um som que pode ser considerado primórdio do punk rock, além de ter canções que posteriormente virariam o chamado power pop e exploraram em seu lirismo assuntos como rebeldia juvenil, questionamentos humanos/existenciais, amor, sexo, drogas e sobre o próprio rock´n´roll sem ser hedonista, já responde por si só muita coisa.

who3

No total, foram lançados 11 álbuns de estúdio, oito deles com a formação original que contava com uma das cozinhas mais poderosas da música pop: o insano Keith Moon e o virtuoso das quatro cordas John Entwistle. O primeiro faleceu logo após o lançamento do disco Who Are You, em 1978, devido a uma dose excessiva de remédios na tentativa de combater seu alcoolismo incontrolável. Muitos dizem que ele não era o arquétipo de super baterista, tecnicamente falando, porém ele nasceu para ser o dono das baquetas especificamente do The Who. Não tem muito o que explicar, isso é fato.

Em 1990, pra não dizer que não há reconhecimento pelo legado, os caras foram incluídos no Rock´n´roll Hall of Fame e foram chamados de principais candidatos a uma utópica eleição de A Maior Banda do Mundo. Apenas Beatles, Led e Stones foram encarados dessa forma por tal entidade.

Chegando em 1996, os caras acompanhados de vários músicos de apoio, incluindo o baterista Zak Starkey (filho de Ringo Starr) que realizou um sonho de infância ao tocar com Townshend & cia, inovaram ao tocar o álbum Quadrophenia na íntegra. Por que considero inovação? Porque, tirando o Pink Floyd, não acontecia de bandas tocarem discos inteiros em turnês posteriores, apenas quando estavam promovendo o lançamento de um disco. Hoje em dia, isso está manjadíssimo!

who4Alguns anos depois, Entwistle foi encontrado morto em seu quarto com uma quantidade alta de cocaína em seu sangue, na véspera de uma turnê que a banda faria em 2002.

Dois anos mais, os remanescentes Roger Daltrey e Townshend lançaram duas músicas inéditas numa coletânea chamada Then and Now: Old Red Wine e em 2006, saiu o, até então, último álbum do The Who, intitulado Endless Wire, após longos 24 anos sem um disco de estúdio!

Um momento que vale ser registrado aqui é a participação deles nos Jogos Olímpicos de Londres 2012. Na cerimônia de encerramento, eles mandaram um set list com Baba O’Riley, See Me Feel Me e My Generation.

Com mais de 100 milhões de discos vendidos, The Who está no coração de inúmeros fãs e aparentemente fará sua derradeira turnê de despedida passando por países nunca antes visitados nesses mais de 50 anos de carreira. E podem acreditar: eles virão pra América do Sul!

Preparem-se para enlouquecer e guardarem tal evento em sua memória afetiva pra eternidade. Sabe aquelas histórias que nossos avós contam pra gente? Pois é exatamente isso que faremos com nossos netos um dia!

Compartilhar:

Sobre o Autor

avatar

Leonardo Carrasco

Formado em marketing e publicidade, músico, ator profissional, dublador e locutor. Atualmente trabalha como diretor de marketing.

Obs: As postagens do autor são de plena responsabilidade do mesmo, o portal se isenta de qualquer conteúdo que possa ser ofensivo.

Veja mais posts deste autor

Leia também

Assine a nossa newsletter