Teatro da Neura estreia espetáculo baseado no carnaval

Com o nome de “A Última Virgem - Uma Ópera Rodriguiana no Subúrbio”, peça fica em cartaz no Espaço N entre os dias 3 e 19 de fevereiro

Postado dia 01/02/2017 às 08:30 por Cidão Fernandes

virgem

Foto: Espetáculo – A última virgem – Por Giulia Martins

Quatro irmãs se prostituem para proporcionar à caçula o casamento dos sonhos. O pai, vidente e abitolado na procura de seus deuses, serve café aos deputados e encara como sagrada a virgindade da filha mais nova. A mãe, gorda e negra, se anula para satisfazer as vontades da família tradicional brasileira. A virgindade, o machismo e o fanatismo, assim como o sincretismo religioso, são temas dessa história de um País que teve sua ”liberdade” proclamada por um grito.

Este é o enredo do espetáculo “A Última Virgem – Uma Ópera Rodriguiana do Subúrbio”, que o Teatro da Neura estreia no dia 3 de fevereiro em sua sede, o Espaço N de Arte e Cultura. Com dramaturgia, direção e adaptação de Antônio Nicodemo, a peça é baseada na obra “Os Sete Gatinhos”, do dramaturgo e escritor pernambucano Nelson Rodrigues.

Em cartaz até 19 do mesmo mês, a peça será apresentada às sextas-feiras e aos sábados, às 20 horas, e, aos domingos, às 19 horas. O Espaço N fica na rua José Garcia de Souza, 692, no Jardim Imperador, em Suzano. Os ingressos custam R$ 12, com meia-entrada para estudantes, educadores, pessoas acima de 60 anos e moradores do Jardim Imperador, mediante comprovação de endereço. Classificação indicativa de 12 anos.

Oriundo de uma leitura encenada que o grupo apresentou em maio de 2015, o espetáculo tem o carnaval como o principal combustível e se passa em um barracão de uma escola de samba, com pessoas que respiram e vivem dessa manifestação artística. Para isso, a companhia teatral teve a oportunidade de imergir nos ensaios do Grêmio Recreativo Cultural Escola de Samba X-9 Paulistana.

“O contato com a X-9 Paulistana deu-se pelo Leandro de Santana, que é historiador da arte. Com muito carinho e generosidade, ele, por meio do Departamento Cultural da escola de samba, abriu as portas para ajudar na pesquisa. O carnaval é a maior festa brasileira e, antes de tudo, é uma manifestação de fé que se assemelha muito com o teatro na linha de criação, nas necessidades e nas resistências”, comenta Nicodemo.

Com um texto que mistura o sagrado e o profano, o grupo também realizou uma pesquisa aprofundada na história do sambista Joãosinho Trinta e, por meio desse estudo, o espetáculo ganhou o nome de “Uma Ópera Rodriguiana do Subúrbio”. “Nas nossas pesquisas, descobrimos que ele dizia que o carnaval era uma ópera de rua, quando o povo virava rei. Daí surgiu a inspiração para o nome da peça. Para mim, ele é um dos grandes encenadores que o Brasil já teve”, acredita o dramaturgo, que também é fundador do Teatro da Neura.

Para dar um clima ainda mais carnavalesco ao espetáculo, “A Última Virgem – Uma Ópera Rodriguiana do Subúrbio” conta com músicas autorais interpretadas pelo quarteto Os Sambistas, composto por Cauê Drumond, Denise Linz, Fernandes Junior e Lígia Berber.

Figurino

Para compor os figurinos e os adereços, a atriz Thaís Fernandes, que integra o Teatro da Neura há um ano e, no espetáculo, dá vida à personagem Silene, também se inspirou no carnaval e em um dos pensamentos de Joãosinho Trinta: reutilizar materiais e trazer luxo para as fantasias dando outro significado para os objetos.

“Os figurinos vêm com uma cara mais de fantasia, desde as mais tradicionais e alegóricas de carnavais de grandes escolas até roupas cotidianas, que ganharam adereços tipicamente carnavalescos e fazem referência às fantasias para pular blocos de rua, por exemplo. Foi nesse um ano fazendo parte do Neura que  me descobri figurinista e tive espaço dentro do grupo para exercer e explorar essa minha outra vontade”, comenta.

Consolidação

A atriz Tuane Vieira, que interpreta a personagem Arlete, acredita que o espetáculo é a continuidade da pesquisa dela como artista e do estudo que a companhia teatral realiza há aproximadamente 13 anos. “Comecei a fazer teatro instigada pelos questionamentos e temas trazidos em cada uma das 17 peças do dramaturgo. Estar nesse processo de pesquisa consolida um pensamento de grupo e nos faz crescer e a ampliar esse horizonte”, finaliza.

O elenco do espetáculo é composto por Cibele Zuchi, Pedro Zaneli, Tuane Vieira, Conceni Paulina, Juliana Orthz, Flávia Gonçalves, Thaís Fernandes, André Antero, Lígia Berber, Michel Galiotto, José Rivaldo, Agnes Nabiça, Ariane Horan, Bianca Alves, Lua Castro e Nickole Kowaltschuk.

 

Serviço

“A Última Virgem – Uma Ópera Rodriguiana do Subúrbio”

Temporada: Entre os dias 3 e 19 de fevereiro
Quando: Às sextas-feiras e aos sábados, às 20 horas, e, aos domingos, às 19 horas
Onde: Espaço N de Arte e Cultura, que fica na rua José Garcia de Souza, 692, no Jardim Imperador, em Suzano
Ingresso: R$ 12

 

Compartilhar:

Sobre o Autor

avatar

Cidão Fernandes

Ator, diretor teatral e produtor artístico. Diretor Geral do Teatro da Neura, grupo com 11 anos de trabalhos sediado em Suzano. Militante cultural e curioso.

Obs: As postagens do autor são de plena responsabilidade do mesmo, o portal se isenta de qualquer conteúdo que possa ser ofensivo.

Veja mais posts deste autor

Leia também

Assine a nossa newsletter