Tarte Tatin – o desastre que deu certo

Postado dia 29/07/2015 às 18:20 por Sociedade Pública

Pear-Tarte-Tatin-1

A personagem principal do desastre que virou sucesso é uma torta de maçã: a Tarte Tatin, (pronuncie Tárt Tátãn), inventada pelas irmãs francesas Stéphanie e Caroline Tatin.

Um belo dia, no auge da estação de caça, casa cheia, Stéphanie estava a executar uma receita para a sobremesa, quando jogou um quilo de maçãs cortadas numa fôrma com açúcar e manteiga, colocou para cozinhar e se esqueceu da preparação. Em pouco tempo, o perfume das maçãs caramelizadas tomou conta do restaurante do hotel, para o deleite dos hóspedes, que já salivavam, imaginando a delícia que os aguardava. Foi só nesse momento que ela se deu conta de que havia se esquecido da massa da torta.

Stéphanie resolveu o problema sem perder nem um minuto, fez uma massa de torta e estendeu-a por cima das maçãs, colocando o conjunto da obra no forno novamente.  Cerca de quinze minutos depois, tirou do forno uma sobremesa de aspecto estranho, sob o olhar preocupado da irmã. Fingindo que sabia exatamente o que estava fazendo, Stephanie pegou uma belíssima travessa e tchuf! Desenformou a torta como se faz com um bolo. Sem dizer uma só palavra, Caroline pegou o prato e levou correndo para o salão, para alimentar o grupo de caçadores famintos.

Todos adoraram a sobremesa e ela acabou por ficar mundialmente conhecida, fazendo parte até dos dias de hoje de sobremesas servidas nos mais estrelados restaurantes franceses, por exemplo, no de Paul Bocuse.

Compartilhar:

Leia também

Assine a nossa newsletter