Somente verdades

Quando a falta de coerência das opiniões dos intelectuais desinformados contagiam as pessoas rumo à ignorância total

Postado dia 16/01/2017 às 09:00 por Wilson ADM

esquerda

Foto: Reprodução

É interessante observar que as pessoas que apoiam a esquerda política, chamam os conservadores de nazistas. Interessante porque nem todo conservador é de direita, e quem estava no comando da Nacional Socialista era Adolf Hitler!

Adolf Hitler e Nacional Socialista…

Exemplo simples: os esquerdistas radicais são super conservadores em relação aos seus princípios revolucionários, afinal, tente convencer um socialista fanático sobre a importância do livre mercado ou da meritocracia, ou fazer ele entender que o PT foi administrado por mais de 13 anos sobre uma montanha de mentiras e esquemas fraudulentos. Ele conserva seus valores ideológicos e simplesmente ignora isso.

Então um conservador de extrema esquerda é tão fascista e prejudicial ao país quanto um mongolóide de extrema direita. Ambos tão tapados como cães correndo atrás da própria causa e da própria cauda.

Voltando agora para a grande incoerência do discurso de praxe das revolucionárias de tetas de fora e desinformados com tijolos nas mãos, é bom lembrar que Hitler não era bem o exemplo de pessoa que mais se relacionava com as virtudes humanitárias não é? Matou negros, judeus, homossexuais e quem mais ele achou que deveria.

Até esse momento, só verdades escritas em qualquer livro de ensino fundamental público.

Agora prestem atenção nisso, pois isso não se escreve em livros públicos de ensino fundamental e ensino médio. Dois grandes assassinos de negros, gays e de uma população enorme de pessoas inocentes, essa sim, realmente oprimida, foram os reis do “mainstream” socialista: Che Guevara e Fidel Castro!

Vende-se camisas do Che Guevara na mesma loja que te vende uma camisa dos Beatles.

É interessante como os modernos socialistas que defendem as “minorias”, repudiam Hitler e exaltam os antissemitas palestinos, considerados oprimidos por um pequeno país como Israel, que praticamente foi dizimado sem piedade pelos muçulmanos após o massivo extermínio de judeus durante e após a Segunda Guerra Mundial.

É interessante também como um assassino homofóbico e racista como Che Guevara é símbolo de liberdade para as minorias oprimidas. É como um judeu tatuar uma suástica no peito e sair desfilando pelas ruas gritando contra o antissemitismo.

É interessante… Porque tal incoerência é algo bem espantoso, e isso motiva os intelectuais formadores de opinião.

Só verdades!

Compartilhar:

Leia também

Assine a nossa newsletter