Reviravolta. Lula pode deixar de ser investigado por Sérgio Moro

Mesmo não tendo foro privilegiado, Lula pode passar a ser investigado pelo Supremo Tribunal Federal

Postado dia 23/03/2016 às 11:23 por Wilson ADM

Teori

Foto: Reprodução/Internet – O ministro do STF Teori Zavascki ordenou que Moro entregasse as gravações da Operação Lava Jato

Na terça-feira (22), o ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal, determinou que o juiz federal Sérgio Moro envie para o STF as gravações feitas durante as investigações da Operação Lava Jato que envolvem o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Desse modo, Lula pode deixar de ser investigado por Sérgio Moro, responsável até então pela operação Lava Jato na primeira instância da Justiça Federal. Lula é acusado de ser favorecido por empreiteiras envolvidas em um esquema de corrupção na Petrobrás, com reformas em um sítio em Atibaia (SP) e em um tríplex no condomínio Solaris no Guarujá (SP).

Mesmo não sendo ministro, Lula está conseguindo foro privilegiado. A justificativa de Teori é que as gravações liberadas por Sérgio Moro, na tentativa de provar a culpa de Lula, envolveram autoridades nacionais com foro privilegiado, inclusive a Presidente Dilma Rousseff. Por esse motivo, o ministro decretou sigilo sobre as gravações. O STF irá decidir agora se o caso de Lula ficará no Supremo ou se voltará para o Paraná.

O STF deverá agora investigar, de acordo com as gravações, se a presidente Dilma Rousseff cometeu alguma ilegalidade na gravação feita por Sérgio Moro, onde ela fala com Lula sobre o tal do “Bessias” e o “termo de posse” que ele deveria usar somente em caso de necessidade. Os investigadores alegam que essa fala é uma tentativa de Dilma proteger Lula, obstruindo as investigações da Lava Jato.

Teori atendeu à solicitação da AGU – (Advocacia-Geral da União) alegando que o Juiz Sérgio Moro colocou em risco a soberania nacional, quando passou por cima do STF para expor publicamente as gravações obtidas. Existe a possibilidade de que as gravações não sejam mais utilizadas pelo supremo como provas contra Lula nas investigações da Lava Jato.

Compartilhar:

Sobre o Autor

avatar

Wilson ADM

Publicitário e especialista em Marketing, fundador e diretor da revista digital “Sociedade Pública”. Acredito no ser humano e num futuro onde a comunicação verdadeira e clara é uma ferramenta de integração e de entendimento franco e pacífico entre as pessoas. Esse futuro pra mim é agora.

Obs: As postagens do autor são de plena responsabilidade do mesmo, o portal se isenta de qualquer conteúdo que possa ser ofensivo.

Veja mais posts deste autor

Leia também

Assine a nossa newsletter