Quem é Quentin Tarantino?

O nome dele é Tarantino. Quentin Tarantino. Sua obra se encaixa naquele jargão “ou você ama, ou odeia”

Postado dia 28/01/2016 às 00:00 por Leonardo Carrasco

tarantino

Foto: Divulgação/Internet

Não sei direito o motivo. Talvez porque seus filmes tenham clichês exagerados. Pode ser por ele ter um estilo próprio e as pessoas achem que ele sempre faça o mesmo. Há quem ache que tenha muito sangue espalhado em suas cenas. O caso é que ele é uma figura ímpar na história do cinema e é impossível não causar algum impacto a quem, por ventura, assista a algo dirigido, roteirizado ou produzido por ele.

Seu oitavo filme – pelo menos que é creditado diretamente a ele, pois ele também dirigiu em conjunto outros, como Sin City e Grindhouse – é colocado no gênero de western, assim como seu filme de 2012, Django Livre. Porém, como o próprio disse em entrevista no Brasil, por este ser o segundo trabalho neste estilo, o diretor adquiriu mais experiência pra se expressar melhor.

“Os Oito Odiados” tem semelhanças com o teatro. A começar, ele é dividido em seis atos, ou capítulos, porém o que mais me chamou a atenção assistindo ao filme é o fato de ele se passar a maior parte do tempo dentro de uma pousada, Armarinho de Minnie, no meio de uma baita nevasca. Por isso, o diretor não pode apelar pra grandes paisagens, diversos cenários etc e aí que brilham seus diálogos únicos e a habilidade dos atores escolhidos a dedo por Tarantino – grande parte já é figura carimbada de filmes anteriores – fazendo o espectador ‘viajar’ nas conversas cheias de indagações, provocações e tirações de sarro.

Como não sou muito ligado em rótulos, eu considero, no fundo, Tarantino um grande escritor de comédias. Como assim? Claro que ele nunca criou uma Comédia propriamente, mas como eu me divirto assistindo a maioria de seus filmes. Nesse especificamente, dei gargalhadas que há muito tempo não soltava numa sala de cinema. E justamente pela situação hostil, o derramamento de sangue sem economia, deixam tudo (mais) hilário!

Aproveite que Os Oito Odiados ainda está em cartaz e pra quem não curte suas criações, vá sem preconceito, dê mais uma chance. Atenção nos detalhes, pois são eles que engrandecem a jornada nesse faroeste peculiar em pleno século XXI. Ah! Pra quem curtiu Django Livre, Cães de Aluguel e/ou Bastardos Inglórios, já demorou pra prestigiar mais essa cacetada nas telonas!

Compartilhar:

Sobre o Autor

avatar

Leonardo Carrasco

Formado em marketing e publicidade, músico, ator profissional, dublador e locutor. Atualmente trabalha como diretor de marketing.

Obs: As postagens do autor são de plena responsabilidade do mesmo, o portal se isenta de qualquer conteúdo que possa ser ofensivo.

Veja mais posts deste autor

Leia também

Assine a nossa newsletter