Que a terra há de comer!

Peça inspirada no drama dos moradores de ocupação estreia com o objetivo de refletir sobre a onda conservadora que nos bateu forte

Postado dia 08/11/2016 às 09:00 por Cidão Fernandes

Foto: Teatro da Neura

Foto: Teatro da Neura

Em meio ao caos em que vivemos – no Brasil e no mundo – é sempre um ato quase de guerrilha fazer teatro por essas bandas. Mas insistimos. Não temos outra opção. Ao decidirmos fazer isso pra vida, sabemos também que virão lutas em várias frentes e cada conquista é tida sim como um troféu, que nos impulsiona a continuar fazendo, fazendo e fazendo.

Nesse contexto complicado é que o Teatro da Neura estreou no sábado a peça “Que a Terra Há de Comer”. Espetáculo inspirado no texto “Vereda da Salvação” de Jorge Andrade, é usado como pano de fundo para identificar, ainda que de forma alegórica, essa onda conservadora que nos bateu forte e que toma conta do cenário atual em que estamos inseridos.

A peça se desenrola em meio a uma ocupação que, por falta de entendimento de seus moradores, percebem-se ameaçados pelo dono daquelas terras. Ao lidar com uma ocupação, lidamos também com a famosa reintegração de posse que nunca consegue ser de forma pacífica.

Não é difícil vermos famílias, comunidades que moram há décadas em um terreno se verem de um dia pro outro com mandatos de segurança para saírem de suas moradias, geralmente a força e de forma bem violenta e se verem sem apoio para reconstruir suas vidas. Aliás, em várias ocasiões, é com a própria vida que pagam por lutar por sua casa.

A arte em nossos tempos está ganhando formatos de denúncia já que há aquela sensação do discurso único implementado pela grande mídia possui forças e garras poderosíssimas. Mas ao mesmo tempo ela pode ser entretenimento quando a alcançamos apenas na tentativa de ganhar uma história.

Seja lá como for, o fato de estrear uma peça, ainda é um ato de grande força nos dias atuais. Sorte para o fazedores.

O espetáculo acontece todos os sábados e domingos durante o mês de novembro, sempre as 20h. O valor da entrada é de R$12,00
Compartilhar:

Sobre o Autor

avatar

Cidão Fernandes

Ator, diretor teatral e produtor artístico. Diretor Geral do Teatro da Neura, grupo com 11 anos de trabalhos sediado em Suzano. Militante cultural e curioso.

Obs: As postagens do autor são de plena responsabilidade do mesmo, o portal se isenta de qualquer conteúdo que possa ser ofensivo.

Veja mais posts deste autor

Leia também

Assine a nossa newsletter