A prática da respiração conectada

A respiração é essencial para a vida. Um dos momentos mais importantes da existência humana é o nascer… Neste momento o indivíduo respira intensamente e trava uma luta para poder viver. O sofrimento desta fase vai moldar os padrões de comportamento humano.

Postado dia 19/08/2015 às 10:48 por Sociedade Pública

respiração-Medium 2

Um dos momentos mais importantes da existência humana é o nascer. É o momento em que o indivíduo respira intensamente e trava uma luta para viver. O sofrimento dessa fase vai moldar os padrões de comportamento humano dali em diante.

Um dos primeiros teóricos a observar a influência do nascimento no comportamento humano foi Leonard Or, que atuou na década de 1970. Em primeiro lugar, ele sofreu um desmaio na banheira de sua casa: percebeu então que esta experiência era uma lembrança do nascimento. Posteriormente, Or desenvolveu uma técnica de respiração chamada Renascimento, na qual o individuo respira continuamente, de forma intensa, profunda e sem pausa, durante um certo período, e assim acessa os padrões de comportamento desenvolvidos a partir do nascer.

Stanislav Grof, psiquiatra tcheco, utiliza um trabalho similar. Intitulado Respiração Holotrópica, favorece o acesso a quatro fases do nascimento, que ele chama de “matrizes perinatais básicas”. Para Grof, é a partir de experiências nessas matrizes que se desenvolvem determinados padrões de comportamento. Grof utiliza o termo “sistema coex” (Sistema de Experiência Condensada) para categorizar as experiências dessas matrizes.

A primeira matriz é chamada “universo amniótico”, e se baseia na relação entre o feto e o organismo materno – tanto pode ser um ambiente de acolhimento e conforto como pode estar repleto de perturbações. A segunda matriz é o momento biológico do parto, quando o bebê começa a sentir a tensão existente nos momentos que antecedem o nascimento. A terceira matriz é observada quando o bebê começa a fazer a passagem pelo canal do nascimento, sendo este um momento de luta e esperança. E, finalmente, a quarta matriz é o momento após o nascimento, quando o bebê já está num ambiente externo ao organismo materno.

O trabalho desenvolvido, tanto no Renascimento como na Respiração Holotrópica, pode ser chamado de Respiração Conectada Consciente. Permite acessar essas experiências e integrá-las na consciência, desenvolvendo um estado de harmonia nas pessoas que passam por esse processo.

Uma forma de ter contato com tal prática é fazer 20 respirações, conectadas da seguinte maneira: inspire lentamente, até encher totalmente o pulmão de ar, e logo em seguida expire, também lentamente, até esvaziar totalmente o pulmão. Não deve haver pausa entre a inspiração e a expiração. A respiração deve ser somente pela boca ou somente pelo nariz. Após as 20 respirações, fique parado por cinco minutos, observando e absorvendo a experiência.

Essa prática proporciona profunda tranquilidade para a mente. Mas fazê-la por um período maior requer a presença de um facilitador: depois de mais de 15 minutos de prática, o processo começa a se intensificar e a consciência se amplia, trazendo sensações como formigamento, boca seca, emoções intensas e tensões nos braços e nas pernas.

A prática da respiração é realizada gratuitamente em Suzano toda sexta-feira, às 7 horas da manhã, no espaço cedido pelo Centro Cultural do Boa Vista. Interessados podem entrar em contato pelo telefone 11-95245-0992.

Compartilhar:

Leia também

Assine a nossa newsletter