Pensamento sistêmico

Entenda que, em todos os aspectos da vida, as regras são mais importante do que o jogador. E conheça as três regras que podem acelerar seu sucesso

Postado dia 30/03/2017 às 09:00 por Douglas de Matteu

pensamento

Foto: Reprodução

Como alcançar resultados em um mundo tão complexo e sistêmico? Como posso gerenciar diversas informações e demandas e conseguir me posicionar de forma assertiva?

São tantas as variáveis que impactam a nossa vida, família, trabalho, dinheiro, economia, politica, saúde, gestão das emoções…

O pensamento sistêmico tem como eixo principal estudar os sistemas, ou seja, as entradas, processamentos, a saída e os feedbacks.

Somos cercados por sistemas: político, financeiro, legislativo, de trânsito, respiratório e assim por diante. Entender mais sobre os sistemas pode contribuir com estratégias para você lidar com esses desafios e alcançar maiores e melhores resultados.

Pensar sistemicamente é compreender o todo, as partes e suas relações. Em síntese, oferta um olhar abrangente e complexo. Porém aqui vamos para um contexto prático para sua vida.

O que é mais importante: a regra do jogo ou o jogador? Talvez sua resposta seja o jogador. Sinto muito, sua resposta está equivocada.  Lembre-se sempre: “a regra é mais importante que o jogador”.

Isso significa que só existe jogo se tiver regra, ou seja, você precisa pensar nas regras. Existe o jogo financeiro, o jogo corporativo e até o jogo nos relacionamentos. Entenda sempre o jogo como um sistema.

chess32

Para vencer o jogo da vida ou nos negócios, entre outros, é fundamental compreender as regras e respeitá-las!

Hierarquia: Para que o sistema funcione adequadamente, você precisa obedecer às regras do jogo. Uma das mais fundamentais é respeitar a hierarquia, ou seja, a ordem. O funcionário deve respeitar o seu superior; os alunos, o seu professor / coordenador / diretor; os filhos, os seus pais. Honrar a hierarquia pode parecer algo simples, porém muitas pessoas estão querendo ir contra a regra e estão perdendo o jogo. Respeite as hierarquias.

Dar e receber: Um relacionamento, uma relação de emprego, em diversos contextos, você pode aplicar esse “princípio”, que preconiza que é necessário ter um equilíbrio entre em dar e receber. Se a empresa exige muito do funcionário e não remunera de forma equilibrada, então o sistema está desregulado. Se uma pessoa adquirir um produto, espera recebê-lo e que o mesmo atenda a sua demanda. A empresa por sua vez, deseja receber corretamente. Se uma das partes não cumprir o seu papel, o sistema fica desequilibrado. Infelizmente, existem pessoas que desejam colher frutos sem plantá-los, pode isso? Exemplo: a pessoa entra em um sistema de marketing rede, ou numa empresa, e já deseja estar numa alta posição e/ou com elevados ganhos. A pergunta é: o quanto você “deu”, ou seja, se dedicou verdadeiramente para colher os resultados almejados? Muitas vezes isso acontece nos relacionamentos também: exige-se muito e doa-se pouco. Que tal buscar o equilíbrio entre dar e receber?

O indivíduo mais flexível domina o sistema: Algumas pessoas são rígidas como vidro e cedo ou tarde, em um embate, elas ficarão aos pedaços. Às vezes, por fora, é uma fortaleza; por dentro, está vulnerável e ou destruído. Imagine agora nos diversos relacionamentos que você tem. Pense nos sistemas de que você faz parte. Imagine que, se você quiser usar as regras de um único sistema – por exemplo, no seu sistema familiar existem regras e costumes que orientam o comportamento daquele grupo; se você usar os mesmos referencias na sua vida profissional ou acadêmica, pode eventualmente se frustrar com os resultados. Logo, para se destacar, seja flexível. Seja como água, que toma a forma do recipiente, e você terá excelentes resultados.

Responda verdadeiramente: Você tem respeitado as hierarquias nos sistemas aos quais pertence? Você tem equilibrado o sistema no sentido de dar e receber? Você tem sido flexível nos sistemas? Tem sido inclusive flexível com você mesmo? O que você aprendeu com esse breve artigo? E o que pode fazer diferente considerando as regras do jogo?

Compartilhar:

Sobre o Autor

avatar

Douglas de Matteu

Diretor presidente do Instituto de Alta Performance Humana e presidente da ABPM. escritor, professor universitário e coach.

Obs: As postagens do autor são de plena responsabilidade do mesmo, o portal se isenta de qualquer conteúdo que possa ser ofensivo.

Veja mais posts deste autor

Leia também

Assine a nossa newsletter