Os filhos acontecem aos poucos

Eu acho, sem falsa modéstia, que sou um pai de sucesso!

Postado dia 12/08/2016 às 10:46 por Wilson ADM

filhos

Foto: Reprodução/Internet

Os filhos acontecem aos poucos na vida da gente. Começam como criaturinhas completamente dependentes e frágeis, e vão ganhando autonomia na medida em que vamos aprendendo juntos a exercer a justa medida entre proteção e desafio, entre rusticidade e conforto, entre companheirismo e paternalismo, para que eles desenvolvam a coragem e o caráter, exercitem a ética, a urbanidade, a humildade sem subserviência, a ausência de preconceitos, e a vontade de fazer diferença no mundo.  E depois de um tempo somos nós, os pais, que continuamos a aprender com eles.

Eu acho, sem falsa modéstia, que sou um pai de sucesso! Mas não o seria se não tivesse comigo a Leila, com quem compartilhei o desafio de criar seres humanos “do bem”.  E que, cá entre nós, acho que ficou com a parte pesada da coisa!

Foto: A família de Valter Melo

Foto: A família de Valter Mello

Em casa nós sempre exercitamos a máxima de que SER é infinitamente mais importante do que TER.  E acreditamos que fizemos as escolhas certas ao criá-los, sempre juntos mas nunca aninhados, compartilhando valores e não coisas.

Acompanhar a Carol e a Thais nas aulas e nas apresentações de balé ou ficar preocupado com hipotéticas fraturas ou dentes quebrados da Carol e do Daniel nas provas de tae kwon do faziam parte da rotina dos finais de semana. Além disso, quantos trabalhos de ciências com vulcões, campainhas, maquetes e outras traquitanas foram planejados comigo na parte dos palpites, sendo um pouco professor – e, na maior parte das vezes, me divertindo mais do que eles.

Nas horas de lazer compartilhamos pipas, acampamentos e hoteis-fazenda, um pouco de bicicleta, de vela, de trilhas “selvagens”, sempre com muita palhaçada e pouco de videogame. Pergunte a eles o que são dentes de melão!

Foto: Mural da família de Valter Melo

Foto: Mural da família de Valter Mello

Que legal ver o resultado desse caldeirão: meus filhos cresceram e hoje são adultos íntegros e bem resolvidos, e com valores extraordinários. Nossa relação familiar é maravilhosa e intensa. Novos relacionamentos e amigos foram incorporados. Os três fizeram de suas múltiplas paixões artísticas as suas profissões, e se dedicam de corpo e alma a atingir a perfeição naquilo que fazem.

Ainda agora me sinto uma criança grande quando sou requisitado nas minhas habilidades de marceneiro para construir cenários e objetos de cena e para trabalhar como cameraman, iluminador, ou contrarregra.

O legal é que agora sou um auxiliar e não o mestre. Tenho orgulho de sentir que eles são muito melhores do que eu em todos os aspectos.

Como eu sou um inquieto e um curioso de carteirinha, estou aprendendo coisas novas com eles a cada dia e espero continuar assim pelos próximos 40 anos.

Amo vocês “creonças”!

 

valter

Valter Mello
Cidade: Mogi das Cruzes
Profissão: Empresário no setor logístico e professor universitário
Entre em contato com Valter Mello pelo facebook

 

Compartilhar:

Sobre o Autor

avatar

Wilson ADM

Publicitário e especialista em Marketing, fundador e diretor da revista digital “Sociedade Pública”. Acredito no ser humano e num futuro onde a comunicação verdadeira e clara é uma ferramenta de integração e de entendimento franco e pacífico entre as pessoas. Esse futuro pra mim é agora.

Obs: As postagens do autor são de plena responsabilidade do mesmo, o portal se isenta de qualquer conteúdo que possa ser ofensivo.

Veja mais posts deste autor

Leia também

Assine a nossa newsletter