ONG Jabuti resgata crianças e adolescentes para educação de qualidade

Hoje são 450 jovens cuidados pela Jabuti, incluindo crianças e adolescentes

Postado dia 15/12/2016 às 09:00 por Sociedade Pública

Jabuti

Foto: Valter Estevão, presidente da ONG ao lado de funcionários crianças e adolescentes

O Centro Educacional Jabuti (CEJA) é a concretização do sonho de um grupo de pessoas que vêm atuando há vários anos junto a instituições que se dedicam ao bem-estar de menores (creches, abrigos, centros de apoio social, psicológico e psicopedagógico) e que sentiram a necessidade de fundar uma nova instituição, com cunho educacional, que pudesse se juntar as já existentes na região de Mogi das Cruzes, somando esforços no sentido de proporcionar o acesso ao conhecimento e à cultura para o maior número de crianças possível.

Essa ONG tem uma importante papel na cidade de Mogi, que é manter as crianças entretidas em atividades construtivas e longe das ruas, das drogas, abusos e violência familiar.

Hoje são 450 jovens cuidados pela Jabuti, incluindo crianças e adolescentes. Os adolescentes frequentam o PREMA, uma repartição da ONG Jabuti que fica localizada no bairro de Jundiapeba, que promove além do acompanhamento pedagógico e social, diversas oportunidades para que os jovens fiquem entretidos em atividades produtivas, como leitura, esportes, agricultura, música e informática.

Os pequeninos também ganham atenção bem especial na Jabuti. São duas unidades bem estruturadas para atender mais de 450 crianças, uma no bairro do Mogi Moderno e outra no Bairro de Jundiapeba. Essas duas unidades educacionais recebem geralmente crianças que vão desde o maternal até os seis anos de idade, elas têm direito a quatro refeições diárias, atividades educativas, lazer e reforço pedagógico, auxiliando no desenvolvimento intelectual das crianças, inclusive na alfabetização.

Segundo o presidente da ONG Valter Estevão Eitler, o objetivo da ONG Jabuti é formar um cidadão consciente. Todo sua atuação na Jabuti é voluntária e reforça a importância desse trabalho: “Se cada um se desse conta da importância de realizar trabalhos voluntários poderíamos ter uma sociedade mais justa. Isso não deve ser papel só do governo, pois os seres humanos devem ser mais fraternos, olhando para os outros como irmãos”, afirma o presidente.

 

Compartilhar:

Sobre o Autor

avatar

Sociedade Pública

A Sociedade Pública é uma revista digital que reúne personalidades de diversas áreas, escrevendo sobre os acontecimentos nos ambientes: político, tecnológico, econômico, social, demográfico e cultural.

Obs: As postagens do autor são de plena responsabilidade do mesmo, o portal se isenta de qualquer conteúdo que possa ser ofensivo.

Veja mais posts deste autor

Leia também

Assine a nossa newsletter