O poder da mulher

Na nova classe média, somos responsáveis por mais de 40% da renda da família, enquanto que no parlamento, as mulheres ocupam somente 10% do espaço

Postado dia 08/03/2017 às 07:30 por Mônica Quiquinato

mulher

Foto: Reprodução

Aproveito o gancho do momento no país para defendermos os direitos conquistados pelas mulheres na política e no mercado de trabalho. As mulheres têm um histórico importante em defesa da democracia e da liberdade. Um fim da democracia significaria a impossibilidade desses avanços.

Na nova classe média, somos responsáveis por mais de 40% da renda da família, enquanto que no parlamento, as mulheres ocupam somente 10% do espaço. Isso vem mudando, mas lentamente. A participação das mulheres na política seja como candidatas a cargos públicos ou como eleitoras está crescendo. Neste último caso, são pouco mais de 50% de votos femininos.

Alguns avanços na lei também contribuem aos direitos e espaços, como a Lei Maria da Penha, aprovada em 2006, que criou mecanismos a fim de coibir a violência doméstica e familiar contra a mulher. Comparando os avanços do Brasil com a França, as brasileiras ainda lutam em defesa da integridade física e moral, enquanto as francesas pela discriminação no mercado de trabalho.

mulher

Em 2001, o governo brasileiro sancionou a portaria do Programa de Ações Afirmativas, do qual participei como asseguradora em São Paulo, para promover a democratização das relações entre gêneros e raças. No início, era para o governo realizar contratos e licitações com empresas que tinham preocupação com a diversidade em seus quadros, hoje as ações se estendem a outras situações, como por exemplo, a linguagem inclusiva.

Em São Paulo, há um Projeto de Lei a ser aprovado pela Câmara Municipal para proteger as servidoras da prefeitura no combate ao assédio sexual. Estudos mostram que existem vários casos apurados e não concluídos.

Nós mulheres contribuímos para a construção de uma sociedade mais justa e igualitária.

 

Leia mais sobre mulheres em:

Afinal de contas, o que é ser mulher?

Compartilhar:

Sobre o Autor

avatar

Mônica Quiquinato

É jornalista e atriz. Pós-graduada em Comunicação Jornalística pela Cásper Líbero. Atualmente é cerimonialista na Prefeitura de São Paulo e colunista

Obs: As postagens do autor são de plena responsabilidade do mesmo, o portal se isenta de qualquer conteúdo que possa ser ofensivo.

Veja mais posts deste autor

Leia também

Assine a nossa newsletter