O Nosso Brigadeiro

O brigadeiro é um doce símbolo da culinária nacional. Vamos aprender a fazer?

Postado dia 08/01/2016 às 00:00 por Melina Rosa

brigadeiro_materia_Rodrigo_Moreira_e_Colaborador

Não há como pensar em festa infantil sem pensar em brigadeiro. E quem nunca sofreu e procurou consolo mergulhando uma colher numa panela de brigadeiro quentinho, recém-saído do fogo? Pois é, o brigadeiro está com os brasileiros na alegria e na tristeza, porque sim, senhoras e senhores, esta lindeza é brasileira!

Não há um consenso sobre o surgimento do brigadeiro no Brasil. Diz a lenda que ele foi inventado no Rio Grande do Sul e respondia pelo nome de “Negrinho”, mas o doce somente ficou popular em 1945, durante as campanhas para eleição a presidência do Brasil. O militar Eduardo Gomes, cuja patente era Brigadeiro, era muito popular entre as mulheres e usava em sua campanha o slogan: “Vote no Brigadeiro que é bonito e solteiro”. Algumas eleitoras mais devotas começaram a preparar o doce e servir nas festas da campanha como “o preferido do Brigadeiro”, popularizando o docinho que passou a ser conhecido apenas como “brigadeiro”.

Para nossa tristeza, por muitos anos o brigadeiro se limitava a festas infantis em desajeitados pratos de papelão, até que isso mudou e nosso docinho ganhou um banho de loja, com direito a chocolate belga e sabores finos como pistache e vinho do porto. Hoje virou um popstar e ganhou até o status de gourmet! Embora eu seja avessa ao uso libertino da palavra “gourmet”, isso deu um upgrade ao, até então, negligenciado docinho, e hoje podemos vê-lo frequentando casamentos e ganhando os shoppings centers e as ruas através das brigadeirias de grife espalhadas por aí.

Gourmet ou não, o importante é que o brigadeiro continue nos alegrando nas festas, sejam elas infantis ou não, e que continue acalentando os corações sofridos quando necessário. Mas que nunca se perca porque onde há brigadeiro, há amor.

E fazer brigadeiro é coisa séria! Como acertar o ponto? Afinal, o que significa “desgrudar do fundo da panela”? Calma! Quer aprender a fazer um brigadeiro gourmet macio e bem chocolatudo? Então vem que eu conto todos os segredos.

 

Brigadeiro Gourmet de Baunilha

Ingredientes:

– 395g de leite condensado (uma lata)

– 120g de chocolate meio amargo cortado em pedaços pequenos

– 20g de manteiga sem sal (1 colher de sopa) – não use margarina, ela muda a textura do brigadeiro e não agrega sabor nenhum

– 20ml de extrato de baunilha (pode ser essência, mas deixará de ser gourmet)

– 200g de flocos de chocolate para cobertura (bem fácil de encontrar em lojas de produtos para confeitaria, mas se não encontrar, pode usar chocolate ralado que fica incrível também)

– 30 forminhas de papel plisado n° 5

 

Como fazer?

O mais importante para fazer um brigadeiro macio e cremoso é usar uma boa panela de fundo grosso e uma boa espátula de silicone. Meu pai cortou a parte de cima de uma panela de pressão que eu só uso para fazer brigadeiro, ficou sensacional! Mas não vai sair cortando suas panelas, pode usar qualquer panela que tenha um fundo pesadão.

Coloque todos os ingredientes nesta panela e misture bem. Leve ao fogo bem baixinho e comece a mexer. Nunca pare de mexer! Mexa no centro da panela e também vá tirando a camada que se forma nas laterais da panela. Vá repetindo este método: centro da panela, laterais da panela, centro, laterais e assim por diante.

O maior segredo vem agora, o temido ponto do brigadeiro. Eu costumo dizer que o brigadeiro tem 3 etapas:

– A primeira, que é logo que a mistura esquenta, é a etapa em que ele estará bem líquido e fluído.

– A segunda é a que eu considero a mais crítica. Se você parar de mexer por um segundo, você sentirá o brigadeiro empelotar e grudar no fundo da panela. Não pare de mexer! Ele vai começar a ganhar consistência e uma cor mais escura.

– A terceira é quando o brigadeiro chega ao ponto. Você vai sentir que a mistura se transformou numa massa pesada e que não gruda mais no fundo da panela. Para testar com certeza, pegue um pouco da mistura com uma colher e jogue por cima da mistura da panela. Esta colherada formará um “morrinho” que não se misturará rapidamente com a massa do brigadeiro.

Tire do fogo e coloque num prato untado com manteiga. Se você deixar na panela, a mistura continuará absorvendo o calor e passará do ponto.

Cubra o prato com um plástico (pode ser plástico filme), mas se certifique que este plástico estará diretamente em contato com a massa do brigadeiro. Isso evitará que crie aquela camada cristalizada em cima da massa. Espere esfriar completamente.

Unte suas mãos com manteiga e com o auxílio de uma colher de chá, tire porções da massa e faça bolinhas. Passe as bolinhas nos flocos de chocolate e coloque nas forminhas. Pronto, seu brigadeiro estará lindo e delicioso. Consuma em até 7 dias, mas duvido que vai durar tanto tempo!

Compartilhar:

Sobre o Autor

avatar

Melina Rosa

Bacharel em Ciências Atuariais por profissão e Cozinheira por paixão. Formou-se em Gastromonia pela FMU de SP.

Obs: As postagens do autor são de plena responsabilidade do mesmo, o portal se isenta de qualquer conteúdo que possa ser ofensivo.

Veja mais posts deste autor

Leia também

Assine a nossa newsletter