O mundo precisa de mais heróis

Ser um herói é viver como um simples ser humano capaz de fazer o mundo acreditar mais na humanidade

Postado dia 29/08/2016 às 10:45 por Sociedade Pública

herói

Foto: Reprodução/Internet

Temos visto, desde a nossa infância e por várias gerações, exemplos de seres criados pela criatividade humana, inspirados em lendas antigas, deuses e fantasias modernas. Estes personagens são fieis à justiça e à verdade. Naturalmente altruístas, estão dispostos a entregarem suas vidas pelo bem da humanidade. Estes seres são conhecidos nos quadrinhos e no cinema como super-heróis. Terráqueos ou não, dotados de habilidades fantásticas e superpoderes, vivem destinados a lutar contra o mal e buscam estabelecer a paz no universo.

Quando somos crianças, é normal que nós tenhamos uma empatia com algum herói em especial. É possível que nos identifiquemos com esses seres mitológicos e encontremos neles respostas para nossas próprias virtudes e anseios. Assim podemos conhecer, através de um modo lúdico, um caminho real para que o mundo seja um lugar melhor.

Eu, particularmente, tive muitos heróis que me cativaram. Batman, Homem-Aranha, He-Man, Rambo, Jaspion e vários outros… Em especial, lembro de ter sido bem fã do Seya de Pégasus, personagem de um anime japonês chamado “Os Cavaleiros do Zodíaco”. Esse personagem, Seya, era fiel à Deusa Atena, a Deusa da Justiça, e usava a sagrada armadura de Pégasus. Dedicado a honrar seu compromisso com a verdade, justiça e amizade, era capaz de elevar seu poder além da luz das estrelas, em uma grande conexão com a energia cósmica universal, para derrotar qualquer inimigo que ameaçasse a humanidade.

Depois eu cresci, percebendo que tudo era uma grande ilusão, e que não era possível que um ser humano comum tivesse tamanha capacidade de mudar o mundo…

Foi então que eu cresci mais um pouco, e vi que estava errado, é possível sim.

Antes de falar sobre heróis reais, quero destacar um herói criado por um grande comediante chamado Roberto Gomez Bolaños, conhecido como Chespirito, que interpretou, na minha opinião, o maior herói de todos os tempos chamado Chapolin Colorado.

Chapolin Colorado? Aquele fracote com uma fantasia ridícula que ele chama de uniforme? Atrapalhado e medroso?

Exatamente! Talvez o Chapolin tenha sido o maior exemplo de heroísmo que eu já vi na ficção, pois tudo que ele tinha era sua real vontade de fazer o bem.

O Chapolin era extremamente medroso. Porém, em cada episódio, era preciso que ele vencesse o medo para depois vencer os vilões. Mesmo sabendo de sua extrema dificuldade, ele nunca negou ajuda a quem precisasse. O herói mexicano também não era muito inteligente, então tinha que ouvir seu coração para tomar as decisões corretas. O vermelhinho, como era chamado, não sabia lutar e era fisicamente fraco e fora de forma. Então, quase sempre ensinava um caminho diferente para a vitória, com lições importantes de respeito e cidadania, mostrando o poder da inocência e da pureza, a força que habita em toda criança que pode ainda hoje ensinar adultos como a vida é simples.

Então, o Chapolin Colorado é, na minha opinião, o herói mais próximo do ser humano, daquele que sabe de suas dificuldades, e, mesmo que tema os perigos eminentes, não arrega, não foge da responsabilidade, encara qualquer situação e usa o que tem para conseguir manter sua essência íntegra e provar seu valor.

Agora falando de heróis reais, pessoas importantes que mudaram o mundo, que fizeram uma sociedade melhor, qual dessas pessoas eram anormais? Nenhuma! Todas elas eram seres que acreditavam em si, vulneráveis a todos os males possíveis e imaginários. Mas, para vencerem na vida, venceram primeiramente a si mesmas.

A sociedade precisa perceber que a luz para um mundo melhor nasce em cada um de nós. De acordo com os estudos de mecânica quântica, todo ser humano é um ser criador de infinitas possibilidades, basta acreditar e ter o poder nas mãos de praticar a ação vinda dos pensamentos. Simples assim, e pronto: pode ser que apareça dentro de cada um, um novo herói…

Veja aquele pai ou mãe que se sacrifica todos os dias em uma rotina desgastante, superando quaisquer dificuldades para que seu filhos tenham uma boa educação e um bom futuro. Heróis que se movem pela força do amor.

Veja um jovem de origem humilde e que vive cercado de marginais, que diz não às drogas e ao crime, começa a praticar esportes e um dia aparece na televisão com uma medalha no peito representando seu país… Esse é outro grande herói.

Veja aquela pessoa que se dedica aos estudos, especializa-se em diversas ciências e descobre a cura para uma doença grave… Quantas vidas serão salvas pela sua dedicação?

Para mudar o mundo, basta cada um fazer a sua parte. Por isso é preciso que pessoas boas tenham em mente pensamentos úteis e ações firmes.

Acredito que o maior poder do ser humano chama-se fé! Que cada um guie a sua, consciente do seu verdadeiro valor.

Então, que todos os heróis existentes e imaginários possam inspirar cada um a buscar dentro de si a reposta para essa pergunta: O que eu posso fazer para que o mundo seja melhor?

E que a resposta seja: Farei o que eu puder!

 

#:
Compartilhar:

Leia também

Assine a nossa newsletter