O lixo

Cuidado para não chamar de lixo materiais que podem ser reutilizados

Postado dia 25/01/2017 às 10:44 por Renato Faury

lixo

Foto: Reprodução

Quando misturamos diversos materiais para serem descartados, os mesmos passam a ter o nome de lixo; nós mesmos criamos essa situação, portanto, nós é que temos que resolvê-la.

Todos os materiais podem e devem ser reaproveitados, reciclados, reutilizados, mas isso não acontece por preguiça, desinteresse, falta de receptividade nossa (das pessoas e dos dirigentes públicos).

Cada pessoa consome em média, anualmente, 90 latas de bebidas, 70 latas de alimentos, 107 garrafas e 45 kg de plásticos; gerando em média 1 kg de lixo por dia.

Coleta seletiva é solução definitiva, custe o que custar.  Articulemos com os vizinhos ou condôminos a colocação de recipientes em locais e tamanhos adequados ao descarte seletivo. Provavelmente os catadores passarão a frequentar essa rua e retirar esses materiais para vender.

Taxa de cobrança pelo lixo gerado, apesar do descontentamento geral provocado pela criação de mais uma despesa para a população, se bem aplicada, poderia originar menos lixo. Podemos diminuir a produção de lixo, nos questionando sobre quais futuros resíduos levamos para casa. Podemos influenciar para que sejam utilizadas embalagens mais adequadas.

Devemos empregar o máximo possível de produtos ecologicamente corretos. Projetos socioambientais como a formação de cooperativas de coleta seletiva de materiais reaproveitáveis é conveniente. Geram emprego e renda para pessoas atualmente excluídas, não somente do mercado de trabalho, mas da vida.

Sob qualquer pretexto, não se devem misturar os materiais de descarte; não selecionando os materiais reaproveitáveis, geramos o lixo. Materiais misturados = lixo; materiais separados = matérias–primas.

Compartilhar:

Sobre o Autor

avatar

Renato Faury

Engenheiro civil pós graduado em Engenharia Ecológica, e Assessor do meio ambiente do LIONS Internacional Governadoria LC-5

Obs: As postagens do autor são de plena responsabilidade do mesmo, o portal se isenta de qualquer conteúdo que possa ser ofensivo.

Veja mais posts deste autor

Leia também

Assine a nossa newsletter