O dia da Homeopatia – curiosidades e histórias

O Dr. Ariovaldo Ribeiro, médico homeopata, aproveita o Dia Nacional da Homeopatia para contar um pouco da história dessa arte de curar.

Postado dia 21/11/2015 às 00:00 por Ariovaldo Ribeiro

homeopatia

No Brasil, o dia 21 de novembro foi oficialmente instituído para homenagear a Homeopatia.  Nesta data, em 1840, Benoit Mure chegou ao Brasil trazendo a Homeopatia de Hahnemann na sua bagagem.

Desde 1980, se tornou especialidade médica através da Resolução do Conselho Federal de Medicina número 1000/1980, posteriormente ratificada pela Resolução número 1295/1989.

A Homeopatia está acessível no serviço público de saúde por meio da Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares, do Ministério da Saúde, e na rede privada de saúde. Muitos Estados Brasileiros e DF, inclusive o município de Campo Grande, oferecem esta especialidade médica em seu Sistema de Saúde Pública.

Nestes 219 anos de existência da Homeopatia muitas dúvidas e oposições se estabeleceram em relação à terapêutica, principalmente pela desinformação de médicos e pacientes, pois não é fácil olharmos para ângulos diferentes daqueles a que estamos acostumados, e a busca pela “cura” das doenças afastou o Homem de perceber que por trás da doença existe o doente, com suas características individuais, diferentes de outros doentes com a mesma doença, e devemos estar atentos a isto.

Para a maioria das pessoas educadas na “cultura da doença”, às vezes é difícil fazer essa mudança de paradigma. É possível olhar o estado de saúde e perceber que a doença que se manifesta através dos sintomas nada mais é do que a expressão de um caminho que o organismo percorreu, muitas vezes durante anos, para buscar uma válvula de escape a um sofrimento maior. Daí a nossa responsabilidade, enquanto médicos, de ajudar o organismo do indivíduo nessa luta, e não simplesmente tampar a válvula, onde a Homeopatia se transforma na Medicina do cuidado.

“A mais elevada e única missão do médico é tornar saudável as pessoas doentes, o que se chama curar.” – Christian Friedrich Samuel Hahnemann, médico alemão, autor desse parágrafo da obra Organon der Heilkunst, o qual sistematizou a terapêutica homeopática centrada no indivíduo. Nela busca-se, através de um estímulo medicamentoso que age como uma informação no organismo, fazer com que este reaja com seu próprio sistema de defesa, que muitas vezes se encontra obstaculizado pela doença.

Um pouco mais da história da Homeopatia no Brasil

Benoit Jules Mure é considerado o introdutor na Homeopatia no Brasil. Discípulo de Charles Fourier, um dos mais expressivos filósofos franceses do século XVIII, em 21 de novembro de 1840, Mure vem ao Brasil com o objetivo de instalar e fazer prosperar aqui um “falanstério”, como se designava as comunidades formadas segundo os modelos propostos por Fourier.

Contando com a simpatia de algumas importantes autoridades brasileiras, especialmente a de José Bonifácio de Andrada e Silva, Mure obtém concessão de terras no local que havia escolhido para sua experiência comunitária, a Barra do Sahy, na divisa dos Estados do Paraná e de Santa Catarina.

Após cerca de dois anos, devido principalmente a várias cisões entre os colonos, fracassa o ideal comunitário de Mure, e ele, que já militava difundindo a homeopatia na Europa, regressa de Sahy ao Rio de Janeiro, propondo-se ao projeto de implantar e difundir a Homeopatia no Brasil.

Em 19 de dezembro de 1841, ele escreve no Jornal do Comércio o primeiro artigo versando sobre a homeopatia. Depois disto, mantendo intensa produção literária, ele funda em 1844 o Instituto Homeopático do Brasil e, em 1845, a Escola Homeopática do Brasil, que é reconhecida oficialmente em 1846. Em 1847 ele forma a primeira turma de médicos homeopatas em nosso país.

Em 1848 Mure retorna à Europa, deixando a nós um legado sem igual que persiste até nossos dias.

Feliz “Dia da Homeopatia” a todos os amigos e simpatizantes desta arte de curar.

Compartilhar:

Sobre o Autor

avatar

Ariovaldo Ribeiro

Médico homeopata especializado, Especialista em Homeopatia pela Associação Médica Homeopática Brasileira.

Obs: As postagens do autor são de plena responsabilidade do mesmo, o portal se isenta de qualquer conteúdo que possa ser ofensivo.

Veja mais posts deste autor

Leia também

Assine a nossa newsletter