Navegador

Para ter um rumo certo na vida é preciso, primeiro, conhecer todas as direções... Provar do vinagre e do vinho e saber ser mais forte sozinho

Postado dia 05/05/2016 às 08:00 por Sociedade Pública

direções

Foto: Reprodução/Internet

Ah meus amigos queridos
Vim de tão longe
Eu mesmo… Aqui estou
Mas eu vim de tão longe…
Desde este mesmo lugar
Para aqui mesmo de novo…
Mas foi tanta peleja…
E nada veio de bandeja…
Indo pra lá e pra cá
Sem saber por onde
E aqui chegar
Feliz da vida
Mas hoje sei pra onde navegar

Pra começar eu fui pro sul
E conheço bem como é lá embaixo
É sujo e triste pra chuchu
Onde todo barato sai caro
Percebi que lá não me encaixo
Me diverti um bocado, admito
Admito mas não mais insisto
Dos mil amigos que eu fiz não vejo nenhum
Dos sabores que provei só ficou um
O desejo de parar com aquela dança
No sul tudo que se planta
Cresce torto e errado
E parece bem plantado
Se não tiver desconfiança…

Conheço a esquerda, e lá eu vi valor
Mas vi também tanto fanatismo
Uma imagem de terror, de medo e de pavor
Auto afirmar contra o pudor
Ser legal contra a moral
Que mostra uma juventude sem saber e sem valor
E outra juventude que luta pelo amor…
Sem saber por onde e por qual…
O caminho da virtude pela luta e pela briga
Acaba quando começa soco e chute na barriga
Quem acredita no justo, mas sempre pela dor
Verá injustiça em qualquer lugar que for
Tanta juventude, e tanta luta
Tanta cabeça boa, e tanta cabeça dura…

Conheço a direita
E ainda não me fiz doutor
Já vi o doutorado subestimar nosso senhor
Todo e qualquer ouro ser por todos cobiçado
Vi o homem, por si mesmo, ser roubado
Mas eu conheci um homem simples e honrado
Que fez aristocrata provar o seu valor
Pedindo ao mais pobre licença e por favor
E na linha do direito, a direita é diferente
A censura e amargura não levam nada para frente
O exercício da consciência…
… É maior que o exército da violência,,,

E o norte… O norte é o paraíso
De lá que veio a luz que eu tanto preciso
E vem, como vem… Todo santo dia
Saudoso espaço de terra que nunca pisei e nunca sinto fria…
O norte pode ser lá no alto, acima das nuvens que vi outro dia
De lá minha sorte vem forte
Se o centro do universo está no coração
Então no alto o norte nunca acaba
Mas põe fim a qualquer outra direção
É o caminho divino
O caminho da retidão!

#:
Compartilhar:

Leia também

Assine a nossa newsletter