Não é hora de torcida. A hora é de buscarmos a paz e a evolução

O Brasil está dividido e as pessoas estão cada vez mais afastadas de seus deveres em relação à política, envolvidas pela paixão ideológica por seus líderes e partidos. É hora do brasileiro ter a consciência de seu verdadeiro papel na sociedade.

Postado dia 05/03/2016 às 09:54 por Fernando Lucas

política

Foto: Divulgação/Internet – A política deve unir as pessoas e não separar a Sociedade

É bem triste para mim ver as pessoas sozinhas ou em grupos defendendo os envolvidos na operação Lava Jato, ver pessoas defendendo e acusando o Lula é no mínimo estranho. Separar nossa sociedade em lados só faz acirrar os ânimos. O que assistimos nesse momento são manifestações, legítimas por um lado, reflexo do desespero indignação por outro também. As únicas coisas que fazem sentido defender é o Brasil, a Justiça, a Verdade, e o Povo.

Porém, repito que somos todos brasileiros, somos todos seres humanos, somos todos irmãos. Líderes devem inspirar a paz e não a violência. Hoje vivemos tempos de violência, reflexo das lideranças que tivemos e da falta delas.

Política não pode e não deve ser tratada como tratamos o futebol, ou seja, lados apaixonados e cegos. Tampouco podemos tratar a Política como dogma, como os religiosos radicais, já que muitos acreditam em seus líderes e partidos sem que passe pelo crivo do bom senso ou da lógica, como se não houvesse já exemplos em vários locais do mundo, ou evidências claras do que acontece de fato, e o que é parte da ilusória propaganda de muitos políticos e partidos.

Respeito logicamente a fidelidade e companheirismo dos militantes do partido dos trabalhadores e também respeito aqueles que só fazem por onde defender o impeachment, ou que são contra tudo e contra todos.

Mas chamo todos à reflexão que a única forma de construirmos uma sociedade mais justa e mais consciente é unindo forças e não nos separando em lados. É apresentando propostas e caminhos, e não gritando críticas destrutivas para todos os lados.

Entendo o que muitos dizem, que quando chegamos a uma situação como a atual, de total abuso e corrupção, é preciso agir. Concordo. Mas a melhor e mais eficiente ação será o voto nas eleições. Perdemos algumas chances de renovar a política. Deixamos ficar no poder os mesmos que nos roubam a tanto tempo.

Entendo também que faltam opções viáveis e que a oposição atual tem pouca credibilidade ou inspira pouca esperança de que fará melhor ou diferente. Para isso cabe a nós estimular que pessoas do bem entrem na política. Cabe a cada um de nós que façamos nossa parte da conscientização sobre política e cidadania a todas as pessoas que tenhamos contato. Sem dogmas partidários ou lados, mas buscando esclarecer conceitos de democracia, república, liberdade, gestão pública etc…

Cabe a cada brasileiro que quer um Brasil mais sério, integro, honesto, feliz, que vote em pessoas limpas, competentes, honestas e não se iludam com campanhas marqueteiras milionárias. Cabe a cada um investigar e estudar sobre os candidatos.

Uma dica é votar só em pessoas novas na política, pois quem coloca corruptos no poder é o povo através do voto. Sejam de quais partidos forem.

A hora é de aceitar o trabalho das instituições sérias e legitimas como a polícia Federal, o Ministério Público, a Procuradoria, etc. É hora também de repensar o papel de cidadão e a consciência política.

Meus filhos e a nova geração que está crescendo nesse momento difícil do Brasil, está assistindo na posição de observadores ativos, já que estão também sofrendo com a situação econômica, social e os reflexos da baixaria política que estamos assistindo.

Estou convencido que todo esse desgaste em nosso País tem um propósito superior, de nos fazer enfim nos tornarmos em uma Nação, com cidadãos livres, conscientes e que elegem pessoas para resolver os problemas do Brasil, e não mais continuar a viver dos problemas do Brasil.

Nesse sentido, há muitos anos participo com um grupo de amigos que depois em 2008 iniciou um instituto, o ACORDEM e PROGRESSO que tem o papel de justamente trabalhar a conscientização política e cidadania, especialmente de jovens, através de palestras, ações culturais, mobilizações e projetos.

Convido a todos para o momento de reflexão, aprendizado. Convido para mudarmos a vibração da crítica e da defesa emocional, pela atuação racional em prol de uma sociedade mais consciente, independente de que lado você pense que está, estamos todos no mesmo barco, se tombarmos para um ou outro lado, o barco afunda e vamos todos ao fundo. A hora é de união, de remarmos juntos, pelo Brasil, pelos brasileiros e não por pessoas, partidos, sejam os do governo, sejam os da oposição.

Minha sugestão e vontade, é que nesse momento o ideal seria destituir todos os políticos eleitos e convocar eleições gerais, para todos os cargos eleitos. E que cada brasileiro possa se candidatar, independente de partido.

Uma proposta ousada, que precisa de mudança constitucional, mas em crises como a que vivemos precisamos de medidas ousadas, que contemple o bem comum e o futuro em paz de nosso amado país.

Vamos mostrar que o Brasil é um país pacifico e tolerante, mas que sabe o que quer, e que seus cidadão são unidos na paz e no amor, na ordem e no progresso.

Eu confio em você Brasil. Eu confio em vocês brasileiros.

Compartilhar:

Sobre o Autor

avatar

Fernando Lucas

Empreendedor, membro de conselho de Administração. Ativista por consciência, cidadania, sustentabilidade.

Obs: As postagens do autor são de plena responsabilidade do mesmo, o portal se isenta de qualquer conteúdo que possa ser ofensivo.

Veja mais posts deste autor

Leia também

Assine a nossa newsletter