Mulher, é preciso pensar em você!

As mulheres ainda se preocupam muito com a satisfação do parceiro na vida sexual

Postado dia 16/01/2017 às 08:00 por Luanda Nogueira

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Recentemente fui convidada por uma consultora de produtos de qualidade de vida sexual a conversar e esclarecer sobre sexualidade feminina em um grupo de mulheres, então unimos o útil ao agradável.

Geralmente encontros como estes realizadas por profissionais preparadas é muito rico e interessante.

Mas o que sempre me chama atenção nesses encontros é o quanto na maioria das vezes as mulheres buscam e querem primeiro saber de produtos para os seus parceiros.

Tem algum problema nisso? Creio que não, desde que essas mulheres pensem nelas também.

O discurso muitas vezes é de que querem algo para “aquecer” a relação, mas partindo do que tem para agradar “ele”. E elas? Como ficam? Só estão preocupadas em agradar o outro?

Não estou aqui generalizando que todas as mulheres pensam e escolham assim, pois sei que muitas delas falam o que sentem e expressam sem medo o que quer, mas é claro, que não é a maioria das mulheres que anunciam o que desejam ou não, numa relação sexual.

Isso porque muitas de nós mulheres não fomos educadas para nos agradar e falar o que está bom ou não está no relacionamento, pois fazendo parte de uma sociedade machista a ordem ainda persiste de que o correto é servir e agradar ao homem.

Nada contra os homens, e sim, contra este modelo ultrapassado de que um só na relação pode ser favorecido em tudo quanto é sentido.

Então, quando escuto essas mulheres procurando as consultoras e perguntando mais sobre os  produtos  para satisfazer seus parceiros, eu pergunto pra elas, e pra você? E o que te agrada? E o que vocês dois podiam usufruir juntos?

Nesses encontros meu trabalho é sempre conversar, escutar, orientar e esclarecer, não vendo produtos, que aliás acho fantásticos, mas participo das descobertas e fantasias que elas compartilham, e aproveito o gancho nessas perguntas para que se apropriem mais de seus desejos, de suas escolham e principalmente pensando nelas também.

Costumo lembrar nesses encontros de que é ótimo podermos nos permitir a conhecer produtos que dão uma incrementada na dinâmica sexual, que propiciam momentos criativos e gostosos de serem vividos a dois ou sozinhas, no entanto é importante enfatizar que produto nenhum traz solução ou faz algum milagre numa relação que não esteja bem, ou seja, se a relação não está funcional, não será produto ou lingerie linda que vai resolver a relação, pode até surtir efeito na hora, mas se houver problemas pendentes com o casal, esses sem dúvidas nenhuma vão continuar “pós cama”.

No mais, num relacionamento sadio e com boa comunicação entre os dois, permita-se ao prazer, a quebrar tabus e relaxar, a dar prazer e também se permitir a receber prazer, pois na realidade, ainda são poucas mulheres que se permitem nesse sentido, pense nisso.

 

#:
Compartilhar:

Sobre o Autor

avatar

Luanda Nogueira

Psicóloga com Enfoque em Sexualidade Humana, Educação e Saúde Sexual.

Obs: As postagens do autor são de plena responsabilidade do mesmo, o portal se isenta de qualquer conteúdo que possa ser ofensivo.

Veja mais posts deste autor

Leia também

Assine a nossa newsletter