Mudança comportamental

O Coaching é um processo de auxilio no ágil desenvolvimento e na produção de resultados potencializados, de forma interativa e individual

Postado dia 21/04/2016 às 08:00 por Aline Zaniboni

coaching

Foto: Reprodução/Internet

Grandes empresas buscam constantemente destacar-se no mercado e alcançar excelência em seu seguimento. Buscam incansavelmente novas tecnologias, novos processos, implantação de filosofias de qualidade, certificações etc, mas esquecem de que o capital humano é o principal fator de geração de resultados, tanto positivos, quanto negativos.

Cada dia mais, vemos a busca no mercado de trabalho por lideranças com foco motivacional. A identificação e formação de líderes, dentro das organizações, são de extrema importância para qualquer seguimento, uma vez que o papel deste profissional é ser o incentivador dos processos, normas, condutas, onde cada membro tenha consciência de sua relevância na cadeia produtiva. Deste modo, o essencial para o crescimento das organizações é contar com um plano eficiente para o desenvolvimento de pessoas que atuam diretamente e indiretamente na gestão de pessoas.

O Coaching é um processo de auxilio no ágil desenvolvimento e na produção de resultados potencializados, de forma interativa e individual, que pode atingir diversos aspectos da vida, utilizando técnicas e ferramentas que levam ao foco, ação, resultado e melhoria contínua, através de assessoria pessoal. Dentro do ambiente organizacional as técnicas do Coaching contribuem diretamente para alavancar metas de equipes, líderes e da empresa como um todo, desenvolvendo pessoas com a visão de alcançar os principais objetivos da organização.

A situação econômica do mercado global vem sentindo grande pressão diante das constantes mudanças de mercado e avanços tecnológicos que impactam diretamente na forma como as pessoas se relacionam nas organizações e como fazer para que estes tenham mais comprometimento, agilidade e motivação. Em entrevista ao Band News Villela da Matta (2013), presidente da Sociedade Brasileira de CoachingSBCoaching, fala deste impacto e de como gerir a falta de líderes qualificados para atender esta demanda, segundo Matta (2013) a falta de profissionais preparados para o mercado se dá devido ao fato do mau profissional da área da educação, sendo assim, o papel de desenvolvimento do líder fica por conta da empresa, que deve investir maciçamente para ter um bom líder, ressalta ainda ele: “o que nem sempre acontece”.

Com a grande competitividade do mercado, muitas vezes as empresas não conseguem reter o empregado e assim acabam ‘perdendo’ o investimento num profissional específico, por este ter novos desafios, melhores condições de remuneração, ambiente de trabalho para concorrência. Esta perda tem se tornado crescente diante da comunicação e agilidade de informação.

A importância de se abrir um empreendimento nos dias atuais, voltado para desenvolvimento humano organizacional, está totalmente ligado à grande importância de liderança e formação de bons profissionais. É preciso identificar os objetivos do profissional e seus valores e compará-los aos valores da organização, e na contribuição da empresa com o objetivo pessoal de cada indivíduo, considerando a parte social.

Um relacionamento harmonioso, capaz de suprir desavenças, com comunicação clara e objetiva, faz com que a organização consiga alcançar seus objetivos e suas metas. É necessário através do Clima Organizacional (C.O.), conseguir transformar divergências em oportunidade assim estreitando as relações e aumentando a capacidade de resolução de problemas.

 

 

Compartilhar:

Sobre o Autor

avatar

Aline Zaniboni

Obs: As postagens do autor são de plena responsabilidade do mesmo, o portal se isenta de qualquer conteúdo que possa ser ofensivo.

Veja mais posts deste autor

Leia também

Assine a nossa newsletter