Meu olhar sincero sobre a sociedade

O primeiro passo para qualquer melhoria é saber aonde estão os defeitos

Postado dia 15/09/2016 às 08:00 por Sociedade Pública

sociedade

Foto: Reprodução/Internet

Vejo pessoas manipuladas, buscando de qualquer forma justificar a própria estupidez, distorcendo o bom senso que as cerca sempre a seu favor.

Vejo uma sociedade desfigurada tentando se impor como padrão de beleza. Um país de terceiro mundo não precisa ser de quinta categoria.

Vejo pessoas tentando provar que dois mais dois são cinco. Tentar modernizar o óbvio é tornar o simples em simplório.

Vejo uma sociedade mimada e mal acostumada com as regras, quase sempre insatisfeita, querendo enfiar abaixo das goelas alheias os seus problemas mal resolvidos, suas meias verdades, teorias sem sentido ou sucesso na prática.

Vejo pessoas contradizendo seus valores mais importantes para sustentarem opiniões políticas vindas de seres humanos que não prezam pela verdade e não honram seus compromissos.

Vejo uma sociedade que acredita que ordem e progresso só é possível com tanques de guerra e exércitos desfilando em grandes avenidas.

Vejo pessoas que querem um excesso de liberdade que nunca parece suficiente, e quanto mais liberdade procuram, mais presas ficam em suas próprias paranoias.

Vejo uma sociedade dividida e influenciada pela corrupção, que fazem vista grossa quando a pimenta arde nos olhos dos outros.

Vejo pessoas confundido liberdade de expressão com democracia. Uma coisa é falar o que quiser, outra coisa é respeitar o que é falado.

Vejo uma sociedade que confunde disciplina com fascismo e busca a desconstrução da ordem impondo a violência e a intolerância como se fossem democracia.

Vejo pessoas que falam em igualdade e não aceitam diferenças.

Vejo uma sociedade se complicando.

 

Compartilhar:

Leia também

Assine a nossa newsletter