Medo versus coragem

Ele conhece o valor de cada um de nós, nos libertando dos medos e nos dando coragem para prevalecermos em cada área de nossas vidas

Postado dia 16/02/2016 às 01:48 por Edilaine Mello


IMAGEM-SITE

Gideão foi um dos grandes juízes do Antigo Testamento. Ele vivia em Israel, oprimido pelos midianitas que, a cada dia, vinham destruindo não só as plantações, como também o vigor de viver daquele povo. Um grande medo dominava os moradores daquela terra, porém, esse levante do inimigo fez com que o povo buscasse a presença de Deus e pedisse a Ele livramento de tamanha força opressora. O clamor dos filhos de Israel começou a subir ao coração de Deus que, vindo ao socorro deles, levantou e revestiu a Gideão para proteger seu povo.

Gideão atuou como um verdadeiro guerreiro levantando homens valorosos que lutaram junto dele pela libertação da terra. Foi tão surpreendente sua liderança que “nos dias de Gideão a terra teve sossego por quarenta anos” (Juízes 8:28). Mas nem sempre foi assim. Antes de Gideão ser um homem aclamado no seu meio, teve que vencer o medo que dominava sua alma. Quando foi divinamente solicitado a tomar a frente dessa batalha, sua resposta diante desse grande desafio foi: – Ah! Senhor, como poderei livrar o meu povo? A minha família é a mais pobre e eu o menor na casa de meu pai (Juízes 6:15).

O medo faz as pessoas se alimentarem de um sentimento de inferioridade com relação aos outros. Era assim que Gideão se via: um homem inferior aos demais, vindo de uma família pobre, sem status social, sem influência, enfim, sem condições de realizar algo significativo no meio em que vivia.

É assim mesmo. O medo aprisiona a mente e o coração. O medo fecha a visão e faz com que as pessoas enxerguem somente as impossibilidades. Ele coloca um cabresto nos olhos das pessoas e não permite que elas contemplem as muitas soluções que as cercam. O medo também faz as pessoas retrocederem nos seus sonhos e se acovardarem na frustração. Ele mantém as pessoas cativas, impedindo que caminhem em direção às portas da libertação.

Mas Deus conhecia o valor de Gideão, como Ele conhece o valor de cada um de nós, e assim como ofereceu a Gideão sua gloriosa presença para vencer aquela luta, revestindo-o de coragem, de ousadia e intrepidez, assim também Ele nos garante a sua presença em nossa jornada, nos libertando dos medos e nos dando coragem para prevalecermos em cada área de nossas vidas. Gideão fez tanto na sua época que teve sua história registrada nas Sagradas Escrituras.

A coragem faz isso mesmo, ela nos leva a acreditar naquilo que ainda não vemos, e garante força para trazermos à existência os sonhos, as visões e os propósitos mais sublimes que carregamos em nossos corações, portanto, CORAGEM!

 

#:
Compartilhar:

Sobre o Autor

avatar

Edilaine Mello

Edilaine Mello é pastora evangélica, formada em Pedagogia, com especialização em Gestão em Projetos Sociais do Terceiro Setor.

Obs: As postagens do autor são de plena responsabilidade do mesmo, o portal se isenta de qualquer conteúdo que possa ser ofensivo.

Veja mais posts deste autor

Leia também

Assine a nossa newsletter