A cidade de Machu Picchu

Um lugar misterioso e magnífico, que encanta a América Latina e atrai milhares de turistas de todo o mundo

Postado dia 08/09/2015 às 14:12 por Sociedade Pública

cuszo

A cidade de Machu Picchu

O belíssimo Santuário Histórico de Machu Picchu, mais conhecido como Machu Picchu simplesmente, está localizado na região central da Cordilheira dos Andes, no Peru, a 130 km de Cuzco, e compreende um complexo de ruínas e edificações que formavam uma importante cidade construída durante o Império Inca.

O nome Machu Picchu, ou também “Cidade de Cristal”, significa na língua antiga dos Incas, o Quéchua, “Velha Montanha”. A uma altitude de 2.400m, Machu Picchu está situada no alto de uma montanha, cercada por outras montanhas e circundada pelo Rio Urubamba, o que lhe confere excepcional posição estratégica e rara beleza.

As ruínas da cidade permaneceram escondidas sob a vegetação peruana por aproximadamente cinco séculos, até a data de 24 de julho de 1911, quando o historiador e explorador norte-americano Hiram Bingham e sua expedição chegaram à cidade e constataram o evidente estado de abandono, mas também a grandeza das inúmeras construções ali existentes. Acredita-se que Machu Picchu foi propositalmente abandonada e teve seus caminhos bloqueados para impedir a aproximação dos espanhóis. Isso pode ser confirmado pelo fato de não ter sido encontrado nem ouro nem prata, nem qualquer outro objeto de valor, o que era muito comum naquela civilização.

Com vistas belíssimas da região, é possível delimitar duas grandes áreas: a agrícola, formada por terraços; e a urbana, na qual se destaca a zona sagrada com templos, praças e mausoléus reais, entre eles, o Templo do Sol, a Tumba Real e o Relógio Solar.

A disposição e a perfeição das estruturas dos prédios, a excelência do trabalho e o grande número de terraços para agricultura são impressionantes, destacando a grande capacidade da sociedade Inca e também sua grande ligação com o Deus Sol, de quem acreditavam ser o Imperador descendente.

Várias teorias tentam descrever os objetivos da fundação da cidade de Machu Picchu, e a mais aceita afirma que foi um assentamento construído com o objetivo de supervisionar a economia das regiões conquistadas e com o propósito secreto de refugiar o soberano Inca e seu séquito mais próximo, no caso de ataque. Tornou-se assim um importante centro administrativo, religioso e cultural daquela civilização.

É atualmente visitado por milhares de turistas do mundo inteiro, que todos os anos buscam não só os belos atrativos naturais das Montanhas Sagradas dos Andes, bem como almejam aprender um pouco das tradições incas e de seu povo tão hospitaleiro e alegre. O lugar foi elevado à categoria de Patrimônio Mundial da UNESCO.

Para chegar até lá é preciso seguir de trem de Cuzco até o povoado de Águas Calientes, que fica aos pés da Montanha, e de lá tomar um micro ônibus até o topo, onde se encontra a entrada principal para o Santuário. Também é possível percorrer uma trilha pelas montanhas, conhecido como “Caminho Inca” e após quatro dias adentrar a cidade pela Porta do Sol.

 

 

Compartilhar:

Leia também

Assine a nossa newsletter