Já ouviram falar em lua de leite?

Não é a lua de mel que mudou de nome, e sim o protagonista. Ao invés de ser o casal (no caso da lua de mel), quem entra em ação agora é o bebê que acaba de chegar ao mundo

 

Postado dia 01/03/2017 às 12:00 por Raissa Barouch

lua

Foto: Reprodução

Lua de leite consiste em fortalecer o vínculo entre mamãe e bebê tendo muito contato pele a pele, diminuindo o estresse da mãe por conta dos afazeres do dia a dia e até mesmo em fazer “sala” a quem deseja visitá-los.

A lua de leite pode ser iniciada no hospital e você e seu companheiro decidem qual o tempo de duração desse período.

Assim que o bebê nascer, faça contato pele a pele, deixando iniciar o processo de amamentação naturalmente, permita que ele fique no quarto com você e o acompanhante e não no berçário.

Mas é chegando em casa que o casal mais sentirá o que é a lua de leite, pois não terá médicos e enfermeiras entrando no quarto toda hora.

O interessante é a mãe ficar o mais tranquila e confortável possível. Ficar sem a parte de cima da roupa ajuda com que esse vínculo físico e afetivo floresça ainda mais, pois ele ficará em contato direto com a pele da mãe e sentindo o cheiro do leite materno. As mamadas devem ser em livre demanda. O ideal é não usar relógios controlando o tempo de mamadas, dormidas… E quanto ás visitas deve ser apenas de pessoas próximas, que poderá te ver de qualquer jeito (seios amostra, despenteada, chorosa), pois a finalidade é de curtir seu momento com bebê e papai, sem se preocupar em recepcionar, se arrumar e até mesmo ficar escutando aqueles pitacos desnecessários.

bebe

A participação do pai é muito importante tanto para o bebê como para a mãe, pois ele que te ajudará nos afazeres, permitindo que você descanse para repor as energias, para que tenha uma boa produção de leite e também te ajudar emocionalmente, pois é um período complicado de adaptação.

Se for o seu segundo filho, o filho mais velho poderá ajudar em todos os quesitos!

Para que saia tudo de acordo, antes de o bebê nascer defina quem ficará responsável por limpar a casa, ir ao mercado e resolver imprevisto doméstico que poderá surgir. Lembre-se de deixar esses afazeres para uma pessoa próxima, que pode te ver daquele jeito que falei.

Deixe as refeições congeladas, para que não tenha a preocupação em cozinhar. Envie uma mensagem aos amigos e familiares explicando o motivo de não querer receber visitas nesse período. Isso evita estresse e visitas inesperadas.

E claro, sempre tenha por perto telefone do seu médico, doula pós-parto ou consultora de amamentação.

Leia mais sobre nascimento de bebês

O que é uma doula pós-parto?

Compartilhar:

Sobre o Autor

avatar

Raissa Barouch

Obs: As postagens do autor são de plena responsabilidade do mesmo, o portal se isenta de qualquer conteúdo que possa ser ofensivo.

Veja mais posts deste autor

Leia também

Assine a nossa newsletter