A Importância do Capital Humano na Organização

O capital humano é aquilo que o funcionário leva para casa no final do expediente, é o que agrega valor à vida do mesmo

Postado dia 26/05/2016 às 08:30 por Aline Zaniboni

 

capital

Foto: Reprodução/Internet

Entende-se por capital humano toda capacidade, conhecimento, habilidade e experiência dos empregados e gerentes. O capital humano inclui também a criatividade e a inovação organizacional, observando-se com que frequência novas ideias são geradas dentro da empresa, ou com que frequência estas ideias são implementadas, ou ainda qual o percentual de sucesso na implementação destas ideias.

O capital humano é aquilo que o funcionário leva para casa no final do expediente, é o que agrega valor à vida do mesmo.

Investir no capital humano é extremamente importante, pois o conhecimento e o crescimento profissional  do individuo traz satisfação e aumenta seu grau de dedicação, o que se refletirá nos níveis de produtividade e qualidade como também na própria capacidade inovadora da empresa, pois a competitividade e a lucratividade não são conseguidas somente mediante processos, mas, sobretudo, por intermédio de pessoas. Na sociedade da informação, são elas, as pessoas, que fazem a diferença.

As empresas devem perceber que os seres humanos em seu trabalho não são apenas pessoas movimentando ativos, elas mesmas são os ativos que devem ser valorizados, medidos e desenvolvidos como outro ativo da cooperação.

O capital humano, assim como qualquer outro ativo dentro de uma empresa deve ser gerido por seus superiores, uma vez que não são todas as pessoas que possuem os mesmos conhecimentos e capacidades de desenvolvimento de determinadas funções. É necessário acompanhar as pessoas, empresa deve claramente identificar quais as pessoas que possuem habilidades proprietárias e cujo conhecimento contribui estrategicamente para a criação de valor pelo qual os clientes pagam.

Desta forma, os talentos são identificados e trabalhados de acordo com as necessidades da empresa.

O capital humano pode ser usado também como uma vantagem competitiva, de forma pessoal ou dentro da empresa.

No âmbito pessoal, ao valorizar o empregado, o mesmo se sente motivado, valorizado, o que gera uma mão de obra de qualidade, comprometida, com autodesempenho e possui uma vantagem competitiva duradoura. Cada vez mais os investimentos em capital humano são vistos como fatores primordiais na determinação dos níveis de produtividade e na vantagem competitiva das empresas.

No âmbito empresarial, a vantagem competitiva encontra-se não somente no cabedal de conhecimentos que a empresa possui e gerencia, mas fundamentalmente em sua capacidade de articular o Capital Humano entre os diversos atores da rede de valor da organização, de forma que estes possam redundar na criação de novos conhecimentos e seus subprodutos: soluções inovadoras.

Para que haja bons resultados, a empresa deve investir e incentivar o desenvolvimento de pessoal em seu ambiente de trabalho. A valorização do potencial humano traz benefícios para ambos os envolvidos, os funcionários ganham e em contra partida, ao ter um funcionário motivado a empresa também só tem a ganhar.

 

Compartilhar:

Sobre o Autor

avatar

Aline Zaniboni

Obs: As postagens do autor são de plena responsabilidade do mesmo, o portal se isenta de qualquer conteúdo que possa ser ofensivo.

Veja mais posts deste autor

Leia também

Assine a nossa newsletter