A guerra da Amazon contra as filas

As horas perdidas no supermercado podem estar com os dias contados com o novo sistema que a empresa americana está desenvolvendo

Postado dia 18/04/2017 às 11:50 por Robinson Vinícius

amazon

Foto: Divulgação

Sabe aquele dia que você vai despretensiosamente ao supermercado, apenas para comprar um ingrediente para aquela receita gostosa e, quando chega lá, percebe que está no começo do mês, pois o mercado se encontra com filas intermináveis? Foi pensando nisso que a Amazon decidiu abrir guerra contra filas. Que a diretoria da Amazon odeia filas, já ficou claro há muito tempo para todo mundo. E o alvo da vez são as filas dos supermercados.

A Amazon, pioneira no mercado eletrônico, está desenvolvendo um sistema simplificador na hora das compras, o Amazon Go. O projeto, que ainda está em desenvolvimento, consiste na criação de um supermercado sem caixas.

Basta você entrar em um supermercado da Amazon e fazer uma espécie de check-in em um aplicativo específico da Amazon Go. Ao fazer esse checkin, suas compras já podem ter início. Basta escolher o que deseja, pegar e sair. Simples assim. Sem passar em caixa algum!

Mas onde fica a mágica de tudo?

Previamente cadastrado no aplicativo da Amazon Go, com suas informações e, principalmente com seu cartão de crédito ou débito, ao sair do estabelecimento, todos os item que você tiver levado serão debitados de sua conta.

Mas como eles sabem o que eu peguei?

amazon

O estabelecimento é inteiramente equipado com sensores e câmeras que contabilizam simultaneamente todos os itens que você pegou. Instantaneamente, pois ainda é possível desistir do item antes de sair da loja, claro, sem pagar nada. Todos os cálculos dos itens levados são feitos na hora.

Basicamente é você passar seu celular em um sensor na entrada, fazer suas compras e sair direto, sem passar em caixa algum. A empresa comentou pouco sobre as normas de segurança do projeto.

Mas para os mais ansiosos, vem ai um balde de água fria. Os últimos resultados dos testes realizados apontaram diversas dificuldades do sistema, em manter os produtos de uma quantidade grande de pessoas. Passando de vinte pessoas, o sistema tem dificuldades em administrar os produtos de cada uma.

A proposta, que tinha previsão para começar os seus trabalhos no início de 2017, foi adiada por tempo indeterminado. Esperamos que a Amazon supere todos esses problemas e não desista desse projeto que promete revolucionar aquelas horas perdidas no supermercado.

Assista o vídeo

 

Compartilhar:

Sobre o Autor

avatar

Robinson Vinícius

Obs: As postagens do autor são de plena responsabilidade do mesmo, o portal se isenta de qualquer conteúdo que possa ser ofensivo.

Veja mais posts deste autor

Leia também

Assine a nossa newsletter