Falando sobre Intimidade  

Para melhor compreensão, o conceito da palavra intimidade deriva do Latim intimus, um superlativo de in, “em, dentro”, ou seja, remete ao interior, o que está guardado: “bem guardado”

Postado dia 28/04/2016 às 08:30 por Luanda Nogueira

intimidade

Foto: Reprodução/Internet: Intimidade  geralmente   remete  ao contexto sexual , mas vale compreender o conceito num âmbito maior

Quando chega uma mulher ao consultório com queixas da sua vida sexual, ela chega para falar da sua intimidade maior, da sua sexualidade e de como ela se expressa.  E eu e você sabemos o quanto é difícil  abrir-se , confiar no outro e mais complicado ainda é expor nossa intimidade.

Pensando  nisso, entre vários caminhos a percorrer no campo da sexualidade humana, hoje escolhi escrever sobre intimidade.

Para melhor compreensão  o conceito da palavra intimidade deriva do Latim intimus, um superlativo de in, “em, dentro”, ou seja, remete ao interior, o que está guardado, “bem guardado”.

Falar sobre intimidade  geralmente remete  ao contexto sexual, mas vale compreender o conceito num âmbito maior, abrangendo outras dimensões como a cumplicidade, a confiança, que aliás é algo primordial para os relacionamentos.

É preciso voltar o olhar para dentro de si, observar-se com muito carinho e prestar atenção ao que esse íntimo quer te dizer, isso implica você parar um momento e observar seus desejos, suas vontades, seus afetos e principalmente prestar atenção como está seu amor próprio, sua estima.

O exercício de mergulhar para seu interior amorosamente irá proporcionar um contato maior com você mesma, possibilitando expressar melhor o que sente, o que pensa, o que gosta, aproximando você de cada sentimento.

O grande desafio é compartilhar com o outro a nossa intimidade, esse  selo maior que autoriza as relações fluírem mais harmoniosamente, é a troca de confiança, a cumplicidade.

Creio que vale a pena olhar  para o seu interior, se “ des-cobrir”  , se permitir, pois se existe confiança na relação você poderá compartilhar  sem medos, autorizando expressar seus desejos, expectativas e  fantasias tranquilamente, e poderá olhar  a intimidade do outro sem reservas, trata-se de uma relação cúmplice com você e com o outro.

Deixo só duas perguntas  para você refletir um pouco mais… se você não olhar para sua própria intimidade, como vai expressar o que  quer, o que deseja? como vai olhar e escutar a intimidade do outro?

Portanto, intimidade é a ponte de comunicação transparente que aproxima você do outro e o outro de você, é olhar direto nos olhos, é  descobrir e descobrir o outro, é confiar.

Compartilhar:

Sobre o Autor

avatar

Luanda Nogueira

Psicóloga com Enfoque em Sexualidade Humana, Educação e Saúde Sexual.

Obs: As postagens do autor são de plena responsabilidade do mesmo, o portal se isenta de qualquer conteúdo que possa ser ofensivo.

Veja mais posts deste autor

Leia também

Assine a nossa newsletter