Estrias têm solução!

Elas são alterações indesejáveis na pele, predominantes em mulheres, com causas variadas. Trazem desconforto e baixa autoestima, mas podem ser tratadas

Postado dia 10/09/2015 às 16:35 por Pamela Arantes

remedios-caseiros-para-estrias-1024x768

Estrias têm solução!

As estrias nada mais são que uma ruptura das fibras elásticas da pele, muito parecidas com cicatrizes. Elas atingem ambos os sexos, porém são três a seis vezes mais frequentes no feminino, com maior prevalência dos 14 aos 20 anos.

Elas se apresentam primeiramente avermelhadas e costumam coçar, já que a ruptura da pele causa um processo inflamatório local. Após algum tempo, elas se tornam esbranquiçadas e acabam cicatrizando.

Os principais fatores causadores das estrias são: falta de hidratação da pele; uso de roupas muito apertadas, que causam atrito, como calças justas; causas genéticas; crescimento muito rápido (em caso da barriga em gestantes, mamas em quem coloca prótese de silicone ou até mesmo atletas que fazem uso de anabolizantes e tendem a ganhar massa muscular muito rapidamente). Outros fatores também podem contribuir para o aparecimento, como o uso de corticoides por períodos prolongados e algumas patologias que causam deficiência na formação de colágeno.

As opções de tratamentos são variadas. Dentre os procedimentos estéticos que oferecem os melhores resultados estão peelings, microdermoabrasão, galvanopuntura e eletrolifiting. A microdermoabrasão é uma técnica de esfoliação com um aparelho, que visa provocar o afinamento da pele e ao mesmo tempo estimular a produção dos fibroblastos, responsáveis pela produção de colágeno e elastina. Pode ser feita de uma a duas vezes na semana.

A galvanopuntura associa uma correte elétrica ao estímulo mecânico de uma agulha. É um método superficial, e sem aplicação de nenhuma substância. A introdução da agulha na pele causa uma resposta inflamatória aguda e localizada, que é exacerbada pelos efeitos da corrente, promovendo estimulo na regeneração do tecido. Pode ser feita uma sessão a cada sete ou 10 dias, dependendo da resposta da pele do paciente.

eletrolifting

Já o eletrolifiting é uma caneta, que provocará uma lesão traumática na pele em virtude da corrente elétrica utilizada. O objetivo da utilização de corrente é produzir uma reação inflamatória aguda, associada aos efeitos da corrente contínua, para estimular a regeneração do tecido. Pode ser feita uma sessão a cada cinco a 10 dias.

Os tratamentos acima citados somente devem ser conduzidos por profissional esteticista formado na área, com habilitação para realizar corretamente a técnica. Os tratamentos variam de R$ 80 a R$ 200 a sessão. Podem ser feitos em estrias vermelhas e/ou brancas, mediante prévia avaliação, e costumam melhorar de 30% a 80% a aparência. Em alguns casos, as marcas ficam praticamente imperceptíveis.

Lembrando que a prevenção é sempre o melhor remédio. Hidrate bem a pele! Sempre!

 

Compartilhar:

Sobre o Autor

avatar

Pamela Arantes

Fisioterapeuta e Esteticista coordenadora do Curso de Estética da Universidade Braz Cubas.

Obs: As postagens do autor são de plena responsabilidade do mesmo, o portal se isenta de qualquer conteúdo que possa ser ofensivo.

Veja mais posts deste autor

Leia também

Assine a nossa newsletter