A estratégia de Walt Disney

Descubra o que fez um homem simples e pobre se tornar um dos mais bem-sucedidos e admirados do mundo

Postado dia 16/03/2017 às 08:00 por Viviane Martins

Disney

Foto: Estátua de Walt Disney ao lado do mundialmente famoso Mickey Mouse

Sabe quando você pensa em algo que deseja realizar e imediatamente esse pensamento é interrompido por outro que te diz que vai dar tudo errado ou que não tem como você conseguir aquilo que quer? Pois Walt Disney sabia driblar brilhantemente esses obstáculos da mente e transformar seus sonhos em realidade.

Em seus processos criativos, a estratégia de Disney era se dividir em três partes diferentes: o sonhador, o realizador e o crítico. Ele sabia que cada uma tinha a sua importância e o seu valor no processo; no entanto, ele conseguia evitar que uma parte interferisse na outra. Foi assim que ele construiu todo o seu legado de obras grandiosas e inovadoras.

Foto: O mega empreendedor Walt Disney durante sua juventude

Foto: O mega empreendedor Walt Disney durante sua juventude

No início dos projetos, nos momentos de criar ideias e imaginar, ele usava o seu lado sonhador. Nesse estágio, ele não pensava em como realizaria aquilo que estava em sua mente, tampouco julgava seus sonhos. Aqui, ele apenas sonhava acessando a energia que vem do coração.

A segunda fase era na pele do personagem do realizador. Ele era o homem de ação que planejava e executava, tornando real o que o sonhador havia visualizado. Não se distraía com outras ideias e não criticava o projeto. Neste momento, ele agia com a energia vinda do corpo.

Depois, entrava em cena o crítico, que é aquela parte que olha o projeto e procura por pontos a serem melhorados. Ele via o que estava faltando e o que poderia dar errado. Para isso, usava a energia mental. Levando em conta que, após a avaliação do crítico, apareciam problemas a serem resolvidos, Disney voltava para a posição do sonhador e aproveitava de sua criatividade para encontrar as melhores soluções. Assim, o ciclo se iniciava novamente, até chegar a um resultado satisfatório.

Foto: O maravilho parque temático Walt Disney World

Foto: O maravilho parque temático Walt Disney World

Será que o seu crítico interno interfere no seu lado sonhador?

Observe se, ao ter uma nova ideia, seu pensamento já te apresenta tantas críticas e te aponta tantas dificuldades no caminho que você acaba desistindo ou diminuindo o tamanho do seu sonho. Quando isso acontecer, você pode usar a estratégia Disney, criada por um homem de origem simples, que se tornou um dos empresários mais bem-sucedidos e admirados do mundo.

Compartilhar:

Sobre o Autor

avatar

Viviane Martins

Obs: As postagens do autor são de plena responsabilidade do mesmo, o portal se isenta de qualquer conteúdo que possa ser ofensivo.

Veja mais posts deste autor

Leia também

Assine a nossa newsletter