Estaria Einstein certo?

É inegável que a tecnologia nos trouxe uma série de avanços e nesse pacote inúmeros são os benefícios.

Postado dia 14/12/2015 às 00:00 por Fernando Muniz

einstein-formule-tableau

Afinal, como imaginar a vida contemporânea redigindo textos e teses em uma máquina de escrever de teclas duras e tendo que manter o cuidado redobrado para não errar as palavras, ter que depender de fichas e da ajuda de uma telefonista, das precárias conexões para fazer uma simples ligação telefônica interestadual? De fato essas singelas evoluções tecnológicas nos ajudam e muito diariamente.

A vida se passa em um ritmo tão frenético nas grandes cidades que as pessoas acham cada vez mais normal o celular tocar em seu carro (lembre-se, no Brasil eles chegaram apenas nos anos 90) e com um simples toque no volante atender a ligação através do sistema de som e iniciar longas conversas esquecendo do mundo ao seu redor. Sem falar das pessoas inconvenientes aos berros em seus aparelhos dentro de ônibus e aviões e isso é só a ponta do iceberg.

Certa vez em um domingo de Sol há uns três anos, em viagem ao Rio de Janeiro resolvi ir almoçar com alguns amigos em um restaurante em Ipanema, lugar bem pequeno aconchegante e intimista. Ao entrar as mesas estavam repletas de famílias que contemplavam várias gerações e chamava a atenção as crianças aparentemente mudas não conversavam com seus pares e catatônicas não paravam de mexer em seus celulares e tablets, aquela cena não saiu do meu pensamento mas se tratando de crianças que já nasceram nessa geração, era possível compreender.

Há apenas uma semana em uma noite de sexta-feira em um intervalo de um compromisso e outro, ao parar em uma padaria e pedir um “cafezinho”, notei uma mesa repleta de senhores já sexagenários numa mistura de cabelos brancos e carecas. Bebiam sua cervejinha, mas algo estava errado! Todos empunhavam o seu celular e pareciam nem notar os amigos a sua volta, terminei meu café e saí de lá perplexo! Ora não só os pequenos foram pegos e aprisionados pela tecnologia e sim toda a sociedade!

Além do bônus recebemos um ônus altíssimo a cada nova “facilidade” apresentada pelo mercado tecnológico, e acabamos deixando de lado (inclusive esse que vos escreve), tarefas simples e prazerosas da vida como, caminhar na praça com os amigos, admirar uma obra de arte e apenas conversar com aqueles que nos cercam.

Se não conseguimos mais nos desligar dos aparelhos, que tal escolher um final de semana para se desligar um pouco do celular, rede sociais e o mundo das tecnologias? Abra um livro, ouça um disco, vá a praia, corra no parque, leve o cachorro para um passeio, leia o jornal, sente na praça e tome um sorvete ao entardecer! São inúmeras as possibilidades!

Vamos juntos provar que Einstein estava enganado ao dizer que: “temia o dia em que a tecnologia ultrapasse nossa interação humana, e o mundo teria uma geração de idiotas”.

Somos sim, todos capazes de aliar tecnologia, relações pessoais e qualidade de vida!

Compartilhar:

Sobre o Autor

avatar

Fernando Muniz

Atua como advogado, e é membro do Primeiro Conselho Municipal da Juventude de Mogi das Cruzes.

Obs: As postagens do autor são de plena responsabilidade do mesmo, o portal se isenta de qualquer conteúdo que possa ser ofensivo.

Veja mais posts deste autor

Leia também

Assine a nossa newsletter