Endomarketing

É crucial olhar para dentro e investir em um dos maiores patrimônios  da empresa: o cliente interno

Postado dia 26/07/2016 às 08:00 por Monica Lemes

endomarketing

Foto: Reprodução/Internet

Endomarketing é uma ferramenta de comunicação e integração de extrema importância para as organizações. Deve ser trabalhada permanentemente. É toda e qualquer ação de marketing voltada para a satisfação do público interno, com o intuito de melhor atender aos clientes externos.

A razão de tal importância é porque o endomarketing é um processo cujo foco é sintonizar e sincronizar todas as pessoas que trabalham na empresa na implementação e operacionalização de ações mercadológicas.

Além disso, o endomarketing serve para que você olhe para dentro de sua empresa e avalie seu cliente interno: os colaboradores.

O principal benefício que se busca é o fortalecimento e a construção de relacionamentos, compartilhando os objetivos da empresa e fortalecendo estas relações, inserindo a noção de que todos são clientes de todos, também dentro da empresa.

Afinal, antes de vender um produto para seus clientes, as empresas precisam convencer seus colaboradores a comprá-lo.

O endomarketing surge como elemento de ligação entre o cliente, o produto/serviço e o colaborador.

Isto significa tornar o colaborador em um aliado, fomentando a ideia de que seu sucesso está ligado ao sucesso da empresa.

É importante que todos saibam a respeito dos objetivos, estratégias, metas e formas de atuação. Só assim é possível começar a entender e atender os clientes externos de forma mais coerente e eficaz, diminuindo custos e o tempo e possibilitando o surgimento de um clima interno mais harmônico, no qual todos compartilham do mesmo senso de direção e de prioridades.

Faça alguns questionamentos simples para mensurar como essa ferramenta  está sendo aplicada na sua empresa:

  • Meus funcionários conhecem bem o produto/serviço que vendemos?
  • Sabem quais são a missão, a visão e os valores da empresa?
  • Cada um conhece bem o organograma da empresa?
  • Estão motivados?
  • Recebem incentivos?
  • São treinados?
  • São uniformizados?
  • Usam crachás de identificação?
  • Existe o hábito de reunião com ata e check-list, por setores?
  • Trabalham com indicadores e metas?

Independente do estágio em que sua empresa se encontre, essas reflexões devem ser observadas sempre, buscando melhorar a performance da equipe e obter o posicionamento de mercado tão esperado.

Compartilhar:

Sobre o Autor

avatar

Monica Lemes

Consultora de marketing com experiência publicidade e propaganda em diversas mídias, como jornais, rádios e revistas. Consultora de Marketing do Sebrae-SP Escritório Regional Alto Tietê

Obs: As postagens do autor são de plena responsabilidade do mesmo, o portal se isenta de qualquer conteúdo que possa ser ofensivo.

Veja mais posts deste autor

Leia também

Assine a nossa newsletter