Em quem votar?

Hoje em dia o que mais vemos, são pessoas insatisfeitas com o governo, com os impostos , com a inflação.

Postado dia 13/01/2016 às 00:00 por Renata Perrella

urna

Foto: Divulgação/Internet

Hoje em dia o que mais vemos são pessoas insatisfeitas com o governo, com os impostos, com a inflação. Pessoas indignadas com os governantes, com os partidos políticos, com todos que deveriam nos representar. As eleições se aproximando, e a pergunta que não quer calar:

Em QUEM votar?

QUEM, dentre o bando de pilantras, marqueteiros, malucos, interesseiros, palhaços e animais, nos representa?

Me incomodava demais essa dúvida, pois não é possível não conseguirmos eleger UM ser humano honesto, que não se venda, que realmente tenha a gana e a coragem de ajudar o país a se levantar.

Foi quando, com as experiências politicas que comecei a viver, eu descobri que a culpa é em parte nossa. Cidadãos de bem, eleitores. O problema não é eleger “O CARA” ou “A MINA” que nos represente. O problema está na ausência da cobrança do trabalho bem feito, após os elegermos.

Largamos nossa empresa, Brasil, na mão de funcionários que, através dos anos, organizaram um motim, e hoje mandam em nós e nos dominam. Onde está nosso poder como cidadão, como donos de tudo isto? Como posso permitir que pessoas que não sabem se comportar pilotem o avião onde estão meus filhos, meus pais, meus irmãos?

Viramos uma nação inerte e desorganizada civilmente.

É muito cômodo achar que pagar nossos impostos em dia nos garante a dignidade que merecemos. É muito fácil não assistirmos notícias violentas e cruéis, e nos cegarmos pra vida real. De nada adianta bater panelas, e depois voltar a sentar em frente ao sofá e só reclamar.

Chegou a hora de revolucionar.

Chegou o momento de expandirmos nosso pensamento egoísta, torná-lo coletivo, e irmos à luta.

Lutar por nossos direitos básicos, resgatar valores como honra, respeito e dignidade, para nós, e para quem não tem voz.

Precisamos exigir igualdade de direitos, brigar por nossa liberdade de sermos felizes.  Hora de união e conscientização.

Porque a sociedade é pública, mas a justiça, não.

Compartilhar:

Sobre o Autor

avatar

Renata Perrella

Uma taurina teimosa e sonhadora, acredito muito no ser humano. Acredito no poder da união do cidadão de bem.

Obs: As postagens do autor são de plena responsabilidade do mesmo, o portal se isenta de qualquer conteúdo que possa ser ofensivo.

Veja mais posts deste autor

Leia também

Assine a nossa newsletter