Em nome da democracia!

A corrupção não nasceu em um partido, pois é um mero ator. A corrupção nasceu em um cenário, e é este cenário, chamado sistema político brasileiro, que precisa de uma reforma de suas bases, quiçá de uma revolução

Postado dia 22/03/2016 às 00:00 por Giovanna Belluomini

democracia

Foto: eprodução/Internet

O Brasil está tenso pelo o que está por vir.  Há uma retroalimentação entre crise econômica e política, fomentada por uma camada da população que não aceita a derrota nas urnas, e por uma mídia sem qualquer regulamentação e, por consequência, manipuladora, pois a informação passa pelo filtro dos interesses dos poderosos.

Na verdade, os brasileiros estão tensos. Mas em suma, quem está preocupado mesmo é o trabalhador. Porque são os trabalhadores sempre a pagarem as crises do sistema capitalista. São sempre eles quem são demitidos em massa, que perdem totalmente seu já limitado poder aquisitivo, levando a uma queda da já baixa qualidade de vida.

Cazuza já dizia “eu vejo um museu de grandes novidades”. O presente do Brasil é nada mais que a repetição de outros momentos históricos no mundo. Sempre que um país passa por uma crise econômica, a direita cresce, e junto a ela, seus “valores” ultrapassados. Foi assim na Alemanha com Hitler, o que acabou resultando no nazismo e por consequência no holocausto. Foi assim no Brasil na década de 1960, que acabou resultando na ditadura e por consequência na morte de milhares de pessoas.

Não há virgens no puteiro. Para fazer parte do puteiro, ou sistema político brasileiro, o PT se corrompeu. É fato. Fez alianças, em nome da governabilidade, com o pior da política nacional. No entanto, foi, historicamente, o governo que fez mais melhorias para a base da população, com seus programas sociais, entre eles Bolsa-família, Prouni, cotas, sem contar o avanço da economia em si. E isso é o que mais incomoda a classe média/alta.

Porém, enquanto o país estava crescendo, todo mundo (leia-se classe média/alta) com o bolso cheio de dinheiro, a corrupção não incomodava a moral de ninguém, e não levava ninguém às ruas. Prova disso que, apesar do escândalo do mensalão, houve zero mobilização “popular”.

E se mexe no bolso de todo mundo, mexe no bolso da família Marinho, da família Civita, entre outras. E as grandes mídias, como qualquer empresa, estão à procura de lucro custe o que custar, inclusive se custar a democracia. E, para isso, elas incitam o ódio e o medo, o lado mais animal dentro do ser humano, o lado que luta pela sobrevivência.

Esse ódio foi alimentado a tal ponto que transborda. Vemos isso claramente quando pessoas são agredidas por terem “cara de petista” (O que seria isso? Cara de pobre? O que determina a face petista?), por usarem vermelho, por não compactuarem com um golpe. Um dos alimentos desse ódio é a ideia, amplamente divulgada pela mídia, de “nós X eles”, “pessoas de bem X vermes petistas corruPTos”, “coxinhas X risoles”. Isso não existe e não podemos deixar que exista! Somos todos um único povo, ninguém é menos brasileiro por pensar diferente.

É claro que o PT sabia da NECESSIDADE da DEMOCRATIZAÇÃO da mídia, e mesmo assim não o fez, pois não era do seu interesse. Hoje, ele paga por não ter feito essa mudança tão necessária para a nossa sociedade. E também, é claro que se o atual governo tomasse atitudes em sinergia com os interesses das 54 milhões de pessoas que votaram para elegê-lo, hoje ele teria uma defesa realmente consolidada. Mas como fez 100 % o oposto, seus eleitores estão profundamente desiludidos.

Todos sabemos, a corrupção não nasceu em um partido, pois é um mero ator. A corrupção nasceu em um cenário, e é este cenário, chamado sistema político brasileiro, que precisa de uma reforma de suas bases, quiçá de uma revolução. Porém, até hoje, o Estado democrático de direito foi o melhor na história política do país. E precisamos defendê-lo. E retrogredir é inadmissível. Precisamos de mais direitos respeitados, e não o inverso. Lutemos em defesa da democracia, porque NINGUÉM está acima da lei, nem juiz, nem políticos, nem emissoras de TV.

#:
Compartilhar:

Sobre o Autor

avatar

Giovanna Belluomini

Obs: As postagens do autor são de plena responsabilidade do mesmo, o portal se isenta de qualquer conteúdo que possa ser ofensivo.

Veja mais posts deste autor

Leia também

Assine a nossa newsletter