Quando se encontra o grande amor da sua vida

Tudo começou como uma grande amizade, e isso fez com que dois jovens ficassem encantados pela magia infinita do amor verdadeiro

Postado dia 10/06/2016 às 09:00 por Wilson ADM

Foto: Eduardo Mena e Mirella Martignago - Sociedade Pública

Foto: Eduardo Mena e Mirella Martignago – Sociedade Pública

Mirella Martignago

Conheci o Eduardo no dia do aniversário dele de 19 anos! Nós tínhamos alguns amigos em comum, ele iria receber uma festa surpresa armada pelos amigos e eu fui convidada a ir. Quando ele estava chegando todo mundo se escondeu e apagaram as luzes, na hora que ele chegou e entrou na casa, as luzes se acenderam e eu bati o olho nele… Parecia que o tempo tinha parado sabe? Você olha para a pessoa e parece que começa aqueles segundos de dejavu, mas não foi um dejavu, pra mim foi algo bem real.

Mais pra frente eu fui descobrir que era uma coisa bem mais ligada com as nossas almas. Conheci ele naquela noite, mas não comecei a ficar com ele naquele dia… Fizemos amizade! Passamos a nos ver bastante, durante uns meses, e parecia que eu já o conhecia há muito tempo… Sempre achamos essa ligação interessante porque nos sentíamos tão bem juntos que parecia até coisa de vidas passadas.

Um tempo depois começamos a ficar, graças ao tempo frio de maio e junho… Dois meses depois o Eduardo me pediu em namoro! E já faz cinco anos que isso aconteceu!

Éramos muito novos. Muitas pessoas dizem que por estarmos juntos há tempos já deveríamos nos casar, mas na verdade, agora que estamos em uma idade para pensar melhor sobre isso.

Eu sempre gostei muito dele, ele é um menino de ouro, e as pessoas percebem isso nele também e dizem para eu cuidar bem dele, e eu sei que ele merece.

Nós somos predestinados a encontrarmos alguém… Alguém que tenha os mesmos ideais que você, que te entenda e compreenda na vida por inteiro de uma forma profunda e completa. Não adianta tentar ficar com alguém que rema em uma direção contrária à sua, e o Eduardo sempre fez de tudo pra ser muito verdadeiro e transparente.

Nesses cinco anos que estamos juntos nunca brigamos, a ponto de levantarmos a voz ou ficarmos bravos um com o outro. Se tivemos alguma discussão foram duas ou três vezes. Sempre fomos muito justos e verdadeiros, desde o começo soubemos nossos limites sem impor regras ou chatices desse tipo. Sempre fizemos o que a consciência mandou. Isso é importante num relacionamento para que ele venha dar certo, é saber exatamente até onde você pode ir e qual o limite para não magoar quem você ama.

A gente até brinca quando ele sai com os amigos dele do futebol, que pensam que eu sou uma “namorada fantasma”. Ele costuma brincar dizendo que “eu disse que ia ficar em casa” A gente ri muito com isso, pra muitas pessoas isso não é normal, mas o Eduardo fica bem confortável e sempre consciente pois ele sabe bem quem o espera. Eu nunca tive motivo nenhum pra desconfiar dele, e nunca tive razão pra mudar o que somos. O ponto mais forte do nosso relacionamento é a confiança acima de tudo.

du e miNão tem uma palavra para definir porque ele é o amor da minha vida que não seja o próprio amor. Ele é o grande amor da minha vida simplesmente porque eu quero amá-lo. Tudo começou desde a primeira vez que a gente se viu, quando o tempo parou pra mim, eu descobri o que era amar.

 Eduardo Mena

Vou tentar explicar porque a Mirella é a melhor namorada do mundo. Minha trajetória com ela fez com que ela fosse a melhor.

Eu conheci a Mirella quando nós éramos muito jovens. Eu tinha 19 anos e ela tinha 17, em um momento da minha vida que eu estava me decidindo pra que lado eu ia andar… Ainda bem confuso sobre minha vida, mas eu sempre fui um garoto muito correto. Quando conheci a Mirella… Bem, ela foi um divisor de águas pra mim. A partir daquele dia, eu tive certeza que seria um bom rapaz…

Eu a conheci em um aniversário surpresa que fizeram pra mim, e dentro de todas as surpresas e presentes que recebi, ela foi o mais valioso. Eu não a ganhei nem a conquistei naquele dia, pois saímos depois como amigos por uns meses, com algumas conversas… Foi numa dessas saídas que eu dei um beijo nela! Eu senti algo diferente! Um choque que nunca havia sentido! Por incrível que pareça foi o único choque da minha vida que foi bom! A partir desse momento, contando dois meses depois disso, eu a pedi em namoro.

Dali pra frente sempre conversamos bastante e sempre buscamos ser muito transparentes e entregarmos 100% um ao outro. Foi um momento da nossa vida de final de adolescência, quase adultos, onde aprendemos muito juntos, e o segredo do nosso relacionamento para fazer com que ela fosse a melhor namorada do mundo pra mim, são as conversas. A gente conversa de tudo e praticamente não existem surpresas no nosso relacionamento.

Às vezes eu brinco com ela: “Amorzinho pelo amor de Deus, vamos brigar, vamos dar tapa um no outro, vamos nos xingar, porque eu não estou aguentando mais esse relacionamento tão perfeito”. Eu às vezes a cutuco… Mas não conseguimos brigar, pelo contrário, a gente só da motivo pra um fazer o outro sorrir.

Às vezes ela está de mau humor e eu faço cosquinhas nela para ela sorrir. E nessa “brincadeira de namorar sério” já faz cinco anos que estamos unidos, onde eu aposto minha vida e felicidade nela e ela aposta a vida e a felicidade em mim.

Então a gente vêm juntos brincando de sermos felizes. Aprendemos a confiar um no outro. Durante a semana, ela se ocupa com as atividades dela e eu nem sei direito onde ela está, assim como quando eu saio para jogar bola com meus amigos, e é incrível porque ela gosta que eu saia, ela gosta de me ver feliz, e eu gosto de ver ela feliz… Mas quando estamos juntos é somente eu e ela.

É isso que fortalece nosso relacionamento. Eu torço por ela na vida profissional e na vida acadêmica, e quero que ela fique feliz por mim pelas minhas conquistas, e essa amizade que a gente tem, extremamente colorida, é que faz ela ser a melhor namorada do mundo pra mim.

Compartilhar:

Sobre o Autor

avatar

Wilson ADM

Publicitário e especialista em Marketing, fundador e diretor da revista digital “Sociedade Pública”. Acredito no ser humano e num futuro onde a comunicação verdadeira e clara é uma ferramenta de integração e de entendimento franco e pacífico entre as pessoas. Esse futuro pra mim é agora.

Obs: As postagens do autor são de plena responsabilidade do mesmo, o portal se isenta de qualquer conteúdo que possa ser ofensivo.

Veja mais posts deste autor

Leia também

Assine a nossa newsletter