Desmame, existe data certa para ele acontecer?

Basta se preparar para este momento. Como tudo na vida, quando estamos prontas, conseguimos realizar qualquer coisa com facilidade

Postado dia 22/09/2016 às 10:38 por Marcia Benalia

desmame

Foto: Reprodução/Internet

O desmame é um assunto que aflige muitas mães. Seja o desmame porque a mãe acha que o bebê já está grande e não precisa mais mamar, seja o desmame noturno, desmame por conta da volta ao trabalho da mãe, entre outros. E aí, as dúvidas aparecem… Tem que ocorrer em uma data específica? É sempre traumático? Precisa acontecer mesmo sendo prazeroso para a mãe e o bebê?
Antes de responder a essas perguntas, como consultora de amamentação, vou listar os benefícios do leite materno!

O leite materno proporciona benefícios incontestáveis para o bebê. A OMS (Organização Mundial da Saúde) recomenda o aleitamento até os dois anos de idade. Então, não se sinta culpada se seu bebê já anda e fala e pede tetê!

Caso você se sinta confrontada e compelida a interromper o aleitamento materno, use os argumentos abaixo:

1 – Crianças amamentadas são mais ajustadas socialmente.
2 – Crianças amamentadas têm menos alergias.
3 – Crianças amamentadas adoecem menos.
4 – O leite materno é uma fonte importante de proteína, gordura, cálcio e vitaminas.

O mais incrível é a capacidade do corpo humano de produzir de acordo com a necessidade! Os fatores de imunidade do leite materno aumentam à medida que os bebês crescem e diminuem a frequência das mamadas, por conta da introdução dos alimentos necessários ao seu desenvolvimento.

Ou seja, para a criança que mama menos conseguir obter o mesmo benefício das crianças menores que mamam com maior frequência, o corpo humano produz um leite mais “concentrado”, que proporciona a ingestão de todos os nutrientes que seriam ofertados em diversas mamadas!

Se, mesmo com as informações acima, você ainda achar que seu filho já mamou o suficiente, saiba que, ao ingerir 500ml de leite materno, uma criança de 2 anos recebe:

– 95% do total de vitamina C necessária.
– 45% do total de vitamina A necessária.
– 38%do total de proteína necessária.
– 31% de caloria do total necessária.

Mas, se o desmame for inevitável, antes de este momento chegar, decida com o pediatra sobre a alimentação do seu bebê. Se não for possível oferecer o leite materno, decida qual fórmula será escolhida e como este alimento será oferecido para ele.

Eu recomendo o uso de copinho, caso o bebê tenha sido amamentado ao menos 6 meses no peito. Se for possível, pule a mamadeira. Ela parece maravilhosa, ainda mais quando se ganha uma coleção no chá de bebê, mas ela não é tão amiga quanto você pensa!!

Então, como finalizar um ciclo tão importante tanto para o bebê quanto para a mãe, de forma tranquila? Difícil? Nem tanto. Basta se preparar para este momento. Como tudo na vida, quando estamos prontas, conseguimos realizar qualquer coisa com facilidade.

Cabe a você, mãe, decidir o que é melhor para você e seu filho.

O importante é passar por esta transição com muita tranquilidade para não causar traumas. O desmame é apenas uma das inúmeras fases que nós mães passaremos com nossos filhos. Depois, teremos que ampará-los na saída das fraldas!!!

Na vida das mães, todo dia é um desafio e o prêmio por vencê-lo é o sentimento de satisfação de ver nossos filhos crescerem saudáveis e felizes.

Compartilhar:

Sobre o Autor

avatar

Marcia Benalia

Obs: As postagens do autor são de plena responsabilidade do mesmo, o portal se isenta de qualquer conteúdo que possa ser ofensivo.

Veja mais posts deste autor

Leia também

Assine a nossa newsletter