Dependência virtual

Já temos pessoas se tratando por serem consideras viciadas em internet

Postado dia 26/10/2016 às 09:50 por Ivan Santos

digital

Foto: Reprodução/Internet

Hoje passamos por varias adaptações no nosso dia a dia, no entanto existe um vício mais que comum. Sim, você leu certo, um vício… O que hoje você faz sem internet?

Temos internet em tudo: celulares, tablets, computadores e até na TV. Baseado no que tenho vivenciado em questão familiar e de amigos, posso dizer claramente que é mais fácil deixar uma criança com um dispositivo com internet na mão do que ter uma conversa séria ou até mesmo brincar com ela.

Anos atrás, não muito distantes dos dias atuais, existiam brincadeiras, conversas sérias Hoje a internet em dispositivos móveis serve como um cala boca. É nítido ver que estamos passando por um clima de virtualização dentro de nossas casas, na nossa família e entre nosso convívio pessoal e profissional.

Eu particularmente passo o dia teclando, digitando. Porém esses dias foi necessário eu preencher uma ficha a mão e, para a minha surpresa, minha caligrafia estava totalmente diferente, parecia um garrancho. Além disso, senti dificuldades ao manusear a caneta.

Espero que eu esteja conseguindo passar para você, meu caro amigo leitor, que vai chegar um dia que não vai existir a caneta, pois já temos uma certificação digital e biométrica.

Será que nossos filhos e netos saberão brincar de esconde esconde, pega pega, banco imobiliário ? Ou serão apenas experts em jogos 3D com realidade virtual, conhecendo pessoas e o mundo sem sair de um quarto?

Já temos pessoas se tratando por serem consideradas viciadas em internet. Poderia citar vários sintomas para ajudar a você saber se  é viciado em internet ou não. Se você usa como artifício para negligenciar suas responsabilidades ou não. Mas o que você é, ou deixa de ser, apenas cabe a você reconhecer.

Este artigo não tem a intenção de apontar o dedo para ninguém, apenas iniciar uma reflexão. Pegue um papel, escreva algo a mão e deixe um recado para uma pessoa que admire ou goste ao invés de mandar um “ zap“. Gosta de mandar e-mail ? Ligue e ouça a voz da pessoa. Quer jogar online? Chame a pessoa para dar uma volta.

Por mais incrível que pareça, ainda existem praças com lindas árvores com um belo sol no céu.

Existe vida além daquela digital…

Compartilhar:

Sobre o Autor

avatar

Ivan Santos

Especialista em hardware e redes, atuante na informatica desde 2001. Atualmente trabalha em uma empresa multinacional chamada CGI Group

Obs: As postagens do autor são de plena responsabilidade do mesmo, o portal se isenta de qualquer conteúdo que possa ser ofensivo.

Veja mais posts deste autor

Leia também

Assine a nossa newsletter