Deixem o Lula falar!

Lula, o homem que não sabia de nada também não falou nada, se a justiça tarda, no Brasil ela pode falhar.

Postado dia 18/02/2016 às 00:00 por Wilson ADM

lula

Tudo pronto para que Lula e Marisa falassem sobre a suposta posse de um apartamento tríplex no Guarujá, no atual condomínio Solaris. Havia inclusive torcidas desorganizadas presentes, quebrando o maior pau na rua só para deixar a situação mais ridícula. No entanto, o aguardado depoimento foi adiado, deixando muita gente revoltada; afinal, alegar que o adiamento é por haver flagrante perseguição política não deixa a situação mais esclarecida e nem justa, até porque, Lula se safou de diversas acusações até hoje mas com certa cara de pau, como na épica vez em que alegou que “não sabia de nada” quando questionado sobre o  mensalão, onde na época ocupava a cadeira presidencial do país, e muitas pessoas juravam que Lula não só sabia como era o mandante da operação ao lado de José Dirceu e vários outros que entraram pelo cano.

Lula, sempre saindo ileso das acusações, dessa vez se deparou com duas ligações perigosas: uma delas foi com a OAS devido ao tríplex que está sendo acusado de possuir, e a outra com a Odebrecht, devido a um sítio que possui e frequenta com sua família. Tanto a OAS haveria supostamente feito uma reforma de mais de 700 mil reais no tríplex que teria sido reservado para a família do petista, como a Odebrecht fez uma reforma também altíssima no sítio onde o mesmo foi visto diversas vezes.

Embora não haja confirmação ainda que o tríplex pertença a Lula, o adiamento desse processo deixa a situação com aquele clima de que onde há fumaça há fogo. Diversas vezes o ex-presidente escorreu e não caiu, mesmo debaixo de gravíssimas acusações.

A versão de Lula sobre esse caso é que Marisa havia deixado o imóvel quando faliu a empreiteira Bancoop, incialmente responsável pelas obras do Solaris. Quem assumiu as obras posteriormente foi a empreiteira AOS e, pelo acordo sugerido pela nova empresa, Marisa supostamente largou o imóvel e fez um acordo pare receber o dinheiro investido.

Posteriormente, o empreiteiro da OAS chamado Léo Pinheiro foi com Lula para que ele visitasse o tríplex. Nesse ponto a situação se complica bastante, pois Marisa já havia supostamente largado o imóvel e Léo Pinheiro está sendo investigado pela Operação Lava a Jato, e também deveria ter prestado depoimento hoje e, assim como Lula, terá mais tempo pra formar sua defesa.

Claro que a população espera explicações e atitudes das autoridades, pois inúmeros casos de corrupção foram investigados e noticiados no Brasil, e tanto empresários como políticos foram presos, grande parte deles eram membros do PT e trabalhavam diretamente com Lula, e com a Lava Jato aconteceu o mesmo. E onde há crimes contra a pátria o nome de Luiz Inácio Lula da Silva é citado na maioria das vezes.

Pra variar, essa nova tentativa de esclarecer fatos importantes para o curso da ética na política nacional acabou em discussão e pancadaria dos defensores de Lula com seus opositores, trazendo a tona novamente a velha questão da ideologia política, defendida como time de futebol, e tirando a atenção do que importa para mais do mesmo desses grupos de manifestantes que pecam sempre pelos excessos, criando militância onde deveria existir o exercício pleno da democracia, confundindo a opinião pública muitas vezes por pão com mortadela ou cinco minutos de fama no youtube ou facebook.

Compartilhar:

Leia também

Assine a nossa newsletter