“Cumpromessas” de final de ano!

Assim são as promessas! Das mais clichês, passando pelas inconfessáveis, até as mitológicas

Postado dia 06/01/2017 às 08:00 por Rick Ferreira

cumpromessas

Foto: Reprodução

Sim, todo o ano o mesmo! Inclusive a mesma falta de imaginação de um bando de articulistas que decidem escrever sobre o tema. Mas não tem jeito! A Terra gira e o leite derrama; o gato mia e brasileiro faz trocadilho… e a gente promete! No fim, mesmo sem querer, “de dentro pra dentro” acabamos prometendo algo. E então nos esquecemos que ao longo do ano prestes a terminar havíamos prometido não prometer mais nada!

Assim são as promessas! Das mais clichês, como emagrecer, descolar um affair e guardar dinheiro, passando pelas inconfessáveis (pra não chupar bala ou queimar incenso pra disfarçar cheiro de nada!), até as mitológicas (amar ao próximo como a si mesmo).

Até que me comprem com um Ministério e me tornem um bom político, não poderei prometer por você, sua família ou amigos… Mas não lamente. Você fará muito bem por si!

Resta dizer que já prometi pra mim mesmo esse ano: no dia 31, quando faltassem 10 minutos pra meia noite, eu iria fechar os olhos e fazer o streaming de minhas “cumpromessas”. Assim mesmo! Um “trocadaralho” ágil e mais honesto de prometer e cumprir real time.

Por exemplo, eu iria “cumprometer” ter azia no dia 1º por misturar arroz com passas, lombo com cerveja e sidra com mousse de chocolate. Além disso, à mesa, iria “cumprometer” conversar sobre temas futebolísticos basilares para a humanidade, com exceção de política, religião, história, filosofia, artes e gastronomia (sim, gastronomia… vai que um parente vegano grite “Não vai ter golpe!” ao ventilarem novas receitas para o Chester do ano que vem!).

Enfim, “cumprometer” essas coisas que não comprometem ninguém! Garantem o faturamento da palavra dada e ainda, sem dores de consciência nem esforços desumanos (acordar mais cedo ou voltar pra academia) em pleno período pré-carnaval.

A única promessa no formato clássico que fiz pra 2017 era voltar àquela loja em que certa vez disse pro vendedor simpático: “Ah, tá bom… Vou dar mais uma olhada nos preços, mas depois eu volto”. Como toda promessa, não garanto nada…

Já as minhas “cumpromessas” de fim de ano… Ah, essas já estão no “papo”! Fiz todas que me deram na telha, mas não sem antes guardar uma sopa de lentilha na cueca e dar 1 pulinho com 3 pernas só!!!

Compartilhar:

Sobre o Autor

avatar

Rick Ferreira

Obs: As postagens do autor são de plena responsabilidade do mesmo, o portal se isenta de qualquer conteúdo que possa ser ofensivo.

Veja mais posts deste autor

Leia também

Assine a nossa newsletter