Club Med chega a Mogi das Cruzes

Neste final de ano o paradisíaco espaço construído pelo mogiano Fumio Horii em Jundiapeba, passará a ser o quarto Village do Club Med no Brasil

Postado dia 31/10/2016 às 09:55 por Renato Castrezana

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

O turismo no mundo vem crescendo muito nas últimas décadas. Vários são os fatores que explicam e contribuem para esse crescimento: a melhoria dos transportes, o desenvolvimento das ferramentas de comunicação, o aumento no número de aposentados com alto poder aquisitivo e, principalmente o aumento do tempo livre.

Um cenário que vem favorecendo a proliferação de resorts por todo o mundo. Muito comuns no Caribe, no Brasil tais empreendimentos predominam na costa brasileira, mas já se fazem presente também no interior do país, como é o caso do antigo Paradise Lake & Resort que agora fará parte da rede Club Med.

É isso mesmo, neste final de ano o paradisíaco espaço construído pelo mogiano Fumio Horii em Jundiapeba, passará a ser o quarto Village do Club Med no Brasil. O local passará a se chamar Lake Paradise e foi escolhido pelo grupo francês por toda estrutura que já ofere e sua localização estratégica, praticamente ao lado da capital paulista, no município de Mogi das Cruzes.

O Lake Paradise, depois de um período de adaptação e reestruturação, reabriu suas reservas aos hóspedes comuns para hospedagens a partir de 15 de dezembro. O resort possui 374 apartamentos espalhados por cinco prédios, um campo de golfe de 18 buracos considerado dos melhores, bares e restaurantes variados, salões para recepções, parque aquático, espaços infantis e às margens do lago da Represa de Taiaçupeba.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Com decoração assinada pelo renomado arquiteto francês Marc Hertrich, o Club Med Lake Paradise é perfeito para os esportes náuticos. O local é ideal para escapar da rotina das grandes cidades e compartilhar momentos agradáveis em família, com os amigos ou para uma viagem de negócios. Dentre as principais atividades esportivas que estarão disponíveis para os hóspedes estão: tênis, stand up paddle, slackline, vela, caiaque, arco e flecha, arvorismo, escalada, academia, basquete, futebol, aquafitness, bicicletas para passeios, entre outros.

Sob a administração do grupo francês, promete proporcionar experiências inesquecíveis aos hóspedes que se dispoe a pagar por duas noites, o casal, a quantia de R$ 2.800. Preço esse que não valerá para datas especiais. No final do ano, para o Revéillon, a estada mínima permitida será de sete noites, de 29 de dezembro a 5 de janeiro. Neste caso, pode-se optar por acomodações que vão de R$ 17.800 a R$ 44.500. O mesmo pacote, em fevereiro, tem preços a partir de R$ 7.700. Mas não se assuste, pois todos os preços são all incluse, ou seja, estão incluídas refeições e bebidas.

Não podemos esquercer do impacto positivo e novas oportunidades para o setor de turismo de Mogi das Cruzes que um empreendimento como esse pode trazer. A cidade tende a consolidar-se cada vez mais como destino turístico de relevância. E, todo esse movimento mostra claramente o interesse da rede em expandir cada vez mais sua operação no Brasil.
Com investimentos da ordem de R$ 20 milhões para adaptações no empreendimento aos padrões Club Med, o resort vai operar sob a chancela de 4 Tridentes, seguindo a nomenclatura de categoria hoteleira da rede. A rede hoje já conta com três outros resorts no país: Rio das Pedras (Costa Verde do Rio de Janeiro), Trancoso (Bahia) e Itaparica (Bahia).

Compartilhar:

Sobre o Autor

avatar

Renato Castrezana

Publicitário e professor de marketing, chefe de divisão de marketing e projetos turísticos na Prefeitura de Mogi das Cruzes

Obs: As postagens do autor são de plena responsabilidade do mesmo, o portal se isenta de qualquer conteúdo que possa ser ofensivo.

Veja mais posts deste autor

Leia também

Assine a nossa newsletter