Colunistas

avatar

Stefani

Profissão: Programadora

Cidade: Mogi das Cruzes

Formada em Gestão da Qualidade na Universidade de Mogi das Cruzes, com conhecimento técnico ISO 9001:2008 e Auditoria Interna, em transição para área de T.I (Desenvolvimento, Segurança e Manutenção), apaixonada por astronomia e devoradora de conteúdo.

  • TDD, você sabe o que é?

    TDD (Test Driven Development) é uma técnica muito utilizada para Desenvolvimento de Software, e a ideia é basicamente escrever seus testes antes mesmo de começar o código de produção

    Postado dia 1 de abril de 2016 às 07h em Tecnologia e Informática

    programação

    Foto: Reprodução/Internet

    De acordo com Marrero* (2005), o objetivo principal do TDD é especificação e não validação. Em outras palavras, é uma forma de refletir sobre a modelagem antes de escrever o código funcional. Quando o Desenvolvedor escreve os testes antes, ele permite que uma grande parte do seu sistema funcione corretamente, minimizando ao máximo o risco de erros e bugs.

    Como funciona?

    É bem simples entender como funciona, existem algumas etapas que é praticamente um “mantra” que deve ser repetido sempre que for necessário, e o ciclo utilizado se chama Ciclo Vermelho-Verde-Refatora.

    Que em resumo é:

    • Crie o teste;
    • Execute todos os possíveis testes e ver aplicação falhar (barra vermelha no junit, por exemplo);
    • Escreva aplicação a ser testada;
    • Execute os testes, e veja se todos passam;
    • Refatore, se necessário;
    • Execute os testes novamente e garanta que eles continuem passando.

    Algumas outras técnicas podem ser um complemento do TDD, como o Pair Programming (Programando em pares, ou seja, com outra pessoa), e Baby Steps (fazer seu código em passos pequenos, por etapas bem pequenas).

    Ok Stefani, já entendi o que é, mas que livros e links você me indica para me aprofundar?

    Livro: Test Driven Development: By Example – Autor: Kent Beck

    Test-Driven Development: Teste e Design no Mundo Real no PHP – Autor: André Cardoso e Mauricio Aniche

    Links:

    http://www.aniche.com.br/tdd/

    http://tdd.caelum.com.br/

    http://agiletesters.com.br/

    http://blog.camilolopes.com.br/tddiniciantes/

    Qualquer dúvida escreva nos comentários.

    Até a próxima!

    Fontes: * W.Marrero, A. Settle, Testing First: Emphasizing Testing in Early Programming Courses. Disponível em: http://dl.acm.org/citation.cfm?id=1067451&dl=ACM&coll=DL&CFID=764359778&CFTOKEN=64785082

     

    Compartilhar:

  • Test Driven Development

    Postado dia 23 de março de 2016 às 22h em Tecnologia e Informática

    TDD, você sabe o que é?

    TDD (Test Driven Development) é uma técnica utilizada muito para Desenvolvimento de Software, e a ideia é basicamente escrever seus testes antes mesmo de começar o código de produção.

    De acordo com Marrero* (2005) o objetivo principal do TDD é especificação e não validação. Em outras palavras, é uma forma de refletir sobre a modelagem antes de escrever código funcional.

    Quando o Desenvolvedor escreve os testes antes, ele permite que uma grande parte do seu sistema funcione corretamente e minimizando ao máximo o risco de erros e bugs.

    Como funciona ?

    É bem simples entender como funciona, existem algumas etapas que é praticamente um “mantra” que deve ser repetido sempre que for necessário, e o ciclo utilizado se chama Ciclo Vermelho-Verde-Refatora.

    — FOTO —

    Que em resumo é:

    • Crie o teste
    • Execute todos os possíveis testes e ver aplicação falhar (barra vermelha no junit, por exemplo)
    • Escreva aplicação a ser testada
    • Execute os testes, e veja se todos passam.
    • Refatore, se necessário
    • Execute os testes novamente e garanta que eles continuem passando.

    Algumas outras técnicas podem ser um complemento do TDD, como o Pair Programming ( Programando em pares, ou seja, com outra pessoa), e Baby Steps ( fazer seu código em passos pequenos, por etapas bem pequenas).

    Ok Stefani, já entendi o que é, mas que livros e links você me indica para me aprofundar?

    Livro: Test Driven Development: By Example – Autor: Kent Beck

    Test-Driven Development: Teste e Design no Mundo Real no PHP – Autor: André Cardoso e Mauricio Aniche

    Links:

    http://www.aniche.com.br/tdd/

    http://tdd.caelum.com.br/

    http://agiletesters.com.br/

    http://blog.camilolopes.com.br/tddiniciantes/

     

    Qualquer dúvida, deixe nos comentários, até a próxima.

     

    Fontes: * W.Marrero, A. Settle, Testing First: Emphasizing Testing in Early Programming Courses. Disponível em: http://dl.acm.org/citation.cfm?id=1067451&dl=ACM&coll=DL&CFID=764359778&CFTOKEN=64785082

     

    Compartilhar:

  • Introdução ao aplicativo pocket

    Com um aplicativo simples e fácil de usar, é possível ter seus favoritos sempre perto de você

    Postado dia 23 de fevereiro de 2016 às 00h em Tecnologia e Informática

    Foto: Divulgação/Internet

    Foto: Divulgação/Internet

    Com o aumento do uso da tecnologia, é normal que tenhamos muitos links que gostamos e acabamos deixando nos favoritos do computador. Mas, o que acontece quando você está com aquele tempo de sobra e gostaria de ler um desses links, ou procurar um link que deixou salvo e não está no seu celular, nem no computador que você está usando no momento?

    wakaPara isso existe o aplicativo Pocket, nas versões Mobile e Web. Você cria uma conta super simples, com dados básicos ou então acessa com o login da sua conta Google, e ele mostra como o app funciona e você já pode começar a usar. No menu principal temos algumas opções de filtros como: Minha lista, arquivos, Favoritos e compartilhados comigo, e assim por diante. Essas opções são filtros – por exemplo, todo link que for um vídeo, entra no filtro vídeo, e assim sucessivamente.

    Temos a opção tag, onde você adiciona uma tag ao post para organizar melhor quando quiser pesquisar no seu pocket, temos a aba recomendado, que basicamente pede pra você logar com as suas contas (Twitter, facebook, etc) para que possa compartilhar links que se aproximem dos seus interesses, e temos um perfil super simples para adicionar os amigos.

    Para adicionar tags pelo celular (iOS), clique no link que deseja no item Minha lista, no ícone reticências (…) você clica e vai em add tags, ou então quando estiver pelo navegador do seu celular, clique em compartilhar e encontre o aplicativo pocket para adicionar no seu aplicativo.

    A vantagem de se organizar em aplicativos assim é que mesmo no computador do seu amigo, mesmo na rua, você pode acessar os links que tem interesse. Disponível para as principais plataformas.

    Confira as imagens!

     

    Não esqueça de comentar e deixar suas dúvidas abaixo.

     

    Compartilhar:

  • Iniciativas para mulheres na tecnologia

    Cada vez mais a participação feminina é necessária no mundo da tecnologia. Veja algumas iniciativas que estão acontecendo no Brasil

    Postado dia 27 de janeiro de 2016 às 00h em Tecnologia e Informática

    mulher-ecommerce2

    É visível que as mulheres têm uma participação menor na área de Tecnologia, e nos últimos anos aumentaram projetos, grupos de apoio e blogs e também iniciativas nas empresas que além de discutirem sobre emponderamento feminino, também ensinam programação web e mobile, arduino, segurança, entre outros.

    Conheça a seguir as iniciativas:

    MariaLab Hackerspace: MariaLab é um coletivo que surgiu de uma ideia: a grande maioria dos hackerspaces e makerspaces no Brasil e no mundo, embora sejam receptivos com as mulheres, não só têm uma maioria de frequentadores masculina como, por conta disso, acabam por deixar de lado algumas características e necessidades compartilhadas pela maioria das mulheres na área de STEM(Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática).

    Últimos eventos realizados:

    • 7 marias 2ª edição: Evento que reúne 7 mulheres para falar sobre tecnologia, hacking, e feminismo para mulheres.
    • RoadSec: Atividade explicando como funciona a navegação anônima.

    Programaria: É um site sobre mulheres e tecnologia. É um convite para refletir, se inspirar e aprender. Seus objetivos centrais são contribuir para mais meninas e mulheres estejam motivadas para explorar campos da tecnologia, programação e empreendedorismo, incentivar o debate sobre a falta de mulheres nesta área e promover oportunidades e ferramentas para que elas possam dar os primeiros passos na aprendizagem em programação. Para saber mais: www.programaria.org/

    Women TechMakers: É um programa global do Google proporcionando visibilidade, comunidade e recursos para mulheres na tecnologia. Este projeto também existe no Brasil, como em São Paulo (onde tenho conhecimento). Para saber mais: https://www.womentechmakers.com/ e o WTM em São Paulo, acesse para ficar atualizado das novidades: http://wtmsaopaulo.com.br/

    LadyTalks:É um projeto que iniciou devido a necessidade de alcançar mais mulheres de uma forma rápida e efetiva, através de Hangouts semanais ou mensais sobre assuntos na área de Tecnologia. Por ser um projeto que acontece online, qualquer pessoa pode ter acesso e assistir aos hangouts antigos, facilitando a disseminação de conteúdo interessante para todos, sem fronteiras. Para saber mais: http://ladytalks.technology/

    Próximos Hangouts (para ter acesso a mais informações , acesse o site acima) :

    • 20/01/2016 às 20h00 – Qualidade de Código com Thamara Hessel
    • 27/01/2016 às 20h00 – Crenças que limitam a evolução das mulheres na área de TI com Annelise Gripp

    Quaisquer dúvidas sobre os projetos, deixe seu comentário. Até a próxima.

     

    Compartilhar:

  • O que é um banco de dados?

    Aprenda mais sobre esse importante aliado da tecnologia atual e suas diferenças e utilidades

    Postado dia 22 de dezembro de 2015 às 00h em Tecnologia e Informática

     

    DBMS

    Há tempos existem muitos tipos de bancos de dados em nossa vida, como a lista telefônica, por exemplo. Porém, com a evolução da tecnologia, começamos a armazenar dados de modo digital e estes se tornaram o coração de muitos sistemas. Um conceito simples sobre bancos de dados:

    Bancos de dados são coleções organizadas de dados que se relacionam de forma a criar algum sentido (Informação) e dar mais eficiência durante uma pesquisa ou estudo. São de vital importância para empresas e há duas décadas se tornaram a principal peça dos sistemas de informação.

    Qual a utilidade?

    Com a quantidade de informações que temos que armazenar no meio físico, fica impossível consultar grande quantidade de informações e a facilidade de se perder esses dados é muito grande. Visando isso, o banco de dados coloca a disposição do usuário todas as informações, podendo ser utilizado localmente, ou seja, utilizado apenas por quem tem acesso àquele computador em específico, ou então armazenadas em servidores e acessadas pela rede por diversos usuários.

    Qual a diferença entre dados e informação?

    Muitos consideram dados e informações palavras muito próximas, mas na verdade não são. Para compreender melhor o que é banco de dados, vamos definir a diferença entre as duas palavras.

    Dados são conteúdos quantificáveis e que por si só não fazem sentido sozinhos, e podem ser considerados a unidade básica da informação. Sem os dados, não temos as informações, que são criadas a partir deles.

    Exemplo: Minha empresa realizou um total de vendas de R$ 200.000 (duzentos mil reais). Isso significa algo? Não, é apenas um dado, porém não especifica se a empresa obteve lucro, se o objetivo foi atingido ou não.

    Informação consiste agrupamento de dados de forma organizada que fazem sentido, ou seja, é o resultado do processamento dos dados.

    Exemplo: Partindo do exemplo anterior, se eu falar que a meta de vendas era de R$100.000 (cem mil reais), para pagar funcionários, contas, etc… Então temos o processamento de dados, para verificar se a meta foi atingida e se a minha empresa vai conseguir quitar todas as suas dívidas.

    Bom, vou ficando por aqui. Qualquer dúvida, só deixar seu comentário. Até a próxima =*

     

    Compartilhar:

  • Segurança no wordpress

    Confira dicas essenciais para se prevenir de futuros ataques

    Postado dia 9 de dezembro de 2015 às 00h em Tecnologia e Informática

     

    WordPress-Security

    O que é WordPress.org?
    WordPress.org é a plataforma de gerenciamento de conteúdo mais utilizada no mundo, e corresponde a 70% do mercado, sendo distribuída como software livre  e desenvolvida com a linguagem PHP e Banco de Dados MySQL.

    Devido a sua facilidade de utilização, a preferência por ela é alta, fazendo com que seja alvos de ataques, desde a criação de usuários indesejados, perda de arquivos, roubo de informações, alteração de senha do administrador. Pensando nessa situação “hipotética”, aqui vão algumas dicas essenciais para se prevenir de futuros ataques:

    1-   Faça Backup
    Parece óbvio, mas a maioria dos usuários se esquece disso.  Quando você tiver perda de arquivos, será essencial um backup para recuperá-los.
    Os serviços de hospedagem fazem um backup do site hospedado com frequência, porém, é necessário solicitar um backup para eles (demorando até mais de 24 horas), e às vezes dinheiro (cobram um valor para que você tenha o seu backup).

    Se você tiver o seu backup, não terá grandes problemas com isso. Um plugin interessante é o BackWPup. Ele é gratuito, tem agendamento para backups automáticos e também possui envio de backup para uma pasta do próprio servidor FTP, email, Dropbox, etc. Você pode selecionar se quer o backup de arquivos e banco de dados, ou alguma pasta em específico.

    2-   Avalie seu tema
    Alguns temas possuem links maliciosos em seu conteúdo, e como você pode não ser um expert em Programação ou não quer ter o trabalho de olhar linha a linha e verificar se é confiável, temos o plugin Theme Autenticity Checker (TAC), que basicamente procura links e códigos maliciosos no seu tema.

    3- Evite Spam nos seus comentários
    Os Spams são grandes problemas quando são em quantidade alta. Então, é necessário de proteger desses inimigos indesejáveis. Um plugin bem conhecido no meio WordPress é o Askimet, que funciona da seguinte forma: Eles tem um filtro de links e trackbacks que combina informações com vários outros blogs que utilizam o serviço, uma espécie de “banco de dados”. A instalação consiste em se cadastrar no site e pegar um API KEY fornecido pelo site do Askimet, ir à configuração no WordPress do plugin e colocar esses códigos. Ai é só aproveitar…

    4- Utilize Senhas Fortes
    É algo até óbvio nos dias atuais, mas é sempre bom lembrar. Uma senha forte para cada serviço que você utiliza é ótimo, te ajuda no aspecto segurança. Evite senhas que tem correlação com seu cotidiano, vida pessoal e profissional, telefone, etc. Mescle sempre letras, números, pontuação.

    Ah, e caso você fique pensando: Mas como vou pensar em 300 senhas diferentes?
    Existem sites que te ajudam nesta tarefa árdua: O que conheço e uso é o Norton Identity Safe Password Generator. Para armazenar senhas de forma segura recomendo o KeePass e o LastPass (todas as informações de como é o funcionamento de ambos você encontra no site do serviço). Lembre-se, segurança em primeiro lugar.

    OBS: Nunca ative o “memorizar senha” ou “Salvar Senha” do navegador, se alguém não confiável tiver acesso ao seu computador em forma de trojans (um tipo de malware muito conhecido), ou se você o deixou ligado desbloqueado, seria um desastre se essa pessoa tivesse más intenções em relação a você.

    5- Desinstale Plugins e temas não utilizados
    Plugins e temas que não são utilizados, devem ser deletados. Pois conforme vai surgindo atualizações e você não utiliza e não atualiza, o mesmo fica mais vulnerável a invasões.

    Essas foram algumas dicas sobre Segurança no WordPress, até a próxima =).

     

    Compartilhar:

  • Por que usar Telegram?

    Para quem busca uma alternativa ao WhatsApp, este aplicativo é a solução

    Postado dia 18 de novembro de 2015 às 08h em Tecnologia e Informática

    telegram_logo_170915

    Minha saga com o Telegram começou quando eu estava cansada de usar o WhatsApp e ter que compartilhar meu número com qualquer pessoa que eu quisesse falar fora de outras redes como Facebook, Twitter… E também por causa da questão privacidade.

    Ai você me pergunta? Mas como assim?

    Todo mundo está cansado de saber que o Facebook é dono do WhatsApp e eles tem uma “assinatura anual” de um valor simbólico correto? Então, por que o WhatsApp deixa você usar um período enorme gratuitamente? Sem cobrar nada? Porque obviamente eles utilizam isso como um banco de informações, eles sabem tudo sobre você, é por isso que eles são “bonzinhos”.

    Enfim, buscando uma alternativa pro WhatsApp encontrei o Telegram e vou listar algumas das vantagens que encontrei:

    1- Interface mais leve

    Mesmo em um celular mais antigo o Telegram funciona tranquilamente, sem maiores problemas.

    2- Mais rápido no 2G/3G

    A vantagem do telegram é que no 2G suas mensagens chegam tranquilamente para a outra pessoa, no WhatsApp não funciona de jeito maneira, apenas no 3G.

    3- Senha para o Aplicativo

    O Telegram tem opção nativa de ativar senha pra bloquear o aplicativo, ou seja, você vai emprestar o celular para algum familiar, e tem medo que ele fique fuçando nas suas mensagens? Só ativar o bloqueio.

    4- Chats Secretos e Destruição de Mensagens

    O Telegram tem a função de criar chats secretos, ele não fica armazenado na nuvem do Telegram, eles são descartados, e além disso tem a função destruição de mensagens que você ativa o tempo em que a mensagem fica disponível quando chega para a outra pessoa (aparece dois checks). Ah, e a pessoa é avisada ao tirar print da tela.

    5- Não compartilha seu número sem sua autorização

    O Telegram tem a opção de conversar apenas pelo username (nome do usuário), ou seja, não precisa passar seu número para quem for te adicionar, apenas informar o username, caso você confie na pessoa ou queira fazer parte dos contatos, é só compartilhar seu número de telefone.

    6- Versão Web e Mobile

    O Telegram tem a versão Web. É é só colocar seu número e você receberá um código para entrar no seu celular, feito isso você recebe uma mensagem do IP que se conectou, facilitando verificar a origem.

    O Telegram ainda não é tão vasto em contatos como o WhatsApp, mas é muito mais seguro e interessante. Para instalar, procure no seu App Store ou Google Play e se divirta.

    Até a próxima.

    Compartilhar:

  • Programação: por onde começar?

    Você é iniciante em programação? Conheça alguns sites uteis!

    Postado dia 11 de novembro de 2015 às 11h em Tecnologia e Informática

    15

    Olá, tudo bem?

    Hoje vou mostrar os caminhos para iniciantes em Programação, seja entusiasta, estudante, autodidata…
    Primeiro, você precisa aprender Lógica de Programação, onde vai ter contatos com Algoritmos (basicamente são instruções de passo a passo…), e se familiarizar. Encontra-se livros ótimos sobre o assunto na Casa do Código e alguns cursos online gratuitos.

    1- Casa do Código – Lógica de Programação
    2- Algoritmo: Teoria e Prática de Marco Medina e Cristina Fertig
    3- DevMedia – Introdução a Lógica de Programação
    4- SoftBlue – Lógica de Programação Básico
    5- Senai – Lógica de Programação

    Atrelando outro assunto ao HTML, seria interessante aprender junto o CSS que é folha de estilos, ou seja, HTML é usado para definir layouts de websites e CSS é o que formata fontes, cores, tamanhos, para o HTML.

    6- Casa do Código – HTML5 e CSS3
    7- Maurício Samy (mais conhecido como Maujor) – HTML5 e CSS3
    7- CodeCademy – Aprendizado online gratuito e muito prático
    8- Imasters – HTML e CSS essencial
    9- Microsoft Virtual – Introdução à programação com Python
    10- Tableless – Dicas sobre HTML e CSS ótimos

    Após feito isso, leia muitos blogs sobre o assunto, autores conhecidos, procure se dedicar um tempo a aprender HTML e CSS, é importante para que possa dar um passo a mais após isso.

    OUTRA DICA IMPORTANTE: Aprenda inglês e não se limite, não perca o foco.

    Agora vou ficando por aqui, até a próxima.

    Compartilhar:

  • 4 sites para encontrar trabalho como Freelancer

    A internet pode ser bem útil para você que atua como freelancer, ajudando a otimizar tempo na busca de oportunidades de trabalho, confira alguns sites úteis.

    Postado dia 21 de outubro de 2015 às 12h em Tecnologia e Informática

    0108_trabalho-em-casa

    É visível que os trabalhos remotos vem aumentando durante os anos, e existem inúmeras opções também para quem está com problemas para encontrar um emprego formal, ou em busca de autonomia profissional. Portanto, venho trazer hoje 4 sites úteis para os freelancers.

    Freelancer.com
    Um site com muita variedade de vagas (presente em vários países e regiões). Existem ofertas das áreas de Desenvolvimento, Marketing, Design que é o foco. Está disponível em português.

    Ponto Positivo: Site completíssimo, variedade de oportunidades.
    Ponto Negativo: Não tem aplicativo.

    GetNinjas
    Um site mais variado de serviços, onde encontra-se desde serviços de limpeza, cuidador(a) de idosos a programador, design, técnico informática. Lá você faz um cadastro super simples e rápido e cria um anúncio que fica disponível, quando um cliente entra no site em busca de orçamento e seleciona a sua necessidade, ele encaminha para as pessoas que oferecem este serviço. Está disponível em português.

    Ponto Positivo: Você encontra muitos serviços variados e tem aplicativo (Android e iOS).
    Ponto Negativo: Não consegue ver anúncios de possíveis clientes.

    NearJob
    Um site bem fácil de navegar, simples e intuitivo, porém com menos ofertas de trabalho em relação aos outros serviços. O importante no NearJob é que você pode tanto procurar Freelancers como procurar Projetos, o que facilita muito. O método de pagamento é sistema de custódia, ou seja, o cliente fecha o contrato com o freelancer, então ele é obrigado a depositar o valor na NearJob, e esse valor é transferido para o freelancer no final do projeto. Está disponível em português.

    Ponto Positivo: Tanto o cliente como o freelancer podem procurar serviços.
    Ponto Negativo: Até o momento não tem aplicativo e pouca demanda de serviços.

    99freelas
    Este site é um dos que eu mais gosto visualmente, acho bem fácil de mexer. Aqui você tem a opcão do Plano Básico e o Plano Premium, onde logicamente o Premium se destaca. No 99freelas você entra no anúncio e faz uma oferta do seu serviço, e em cima das propostas o cliente aceita quem preferir, e após pode recomendar e avaliar o seu serviço. Está disponível em português.

    Ponto Positivo: Visual bem agradável, e até que bastante propostas.
    Ponto Negativo: Não tem aplicativo.

    Esses são os que eu estou usando e testando, após testar mais alguns, faço um review novamente de mais sites.

    Até a próxima.

    Compartilhar:

Página 1 de 212