Colunistas

avatar

Edilaine Mello

Profissão: Escritora

Cidade: Guararema

Edilaine Mello, é pastora, formada em teologia, escritora e atualmente dedica-se a empresa sabores do céu, ensinando as pessoas receitas saudáveis

  • Natais e Natais

    Todos têm a liberdade de celebrar o Natal de acordo com a sua fé, seu contexto e cultura

    Postado dia 24 de dezembro de 2015 às 00h em Especial de Natal

    jul

    Existem aqueles que vivem o Natal moderno, outros se opõem a esse dia e ainda outros celebram o Natal de Cristo. De modo geral, cada um de nós está inserido numa dessas realidades.

    Aqueles que vivem o Natal moderno têm por companheiro o estresse natalino. O consumismo delineia o perfil desse evento carregado de guirlandas, trenós, renas e papais noéis. Para estes a data exige cartões, troca de presentes e uma farta ceia. A aparência conta muito nesse dia, por isso, algumas extravagâncias são feitas, ainda que signifique aperto financeiro mais tarde. Tudo isso é vital para os que festejam o Natal moderno.

    Existem os que não o comemoram, pois, baseados em estudos comprovadamente aceitos, alegam que o Natal é uma festa pagã e que nada tem a ver com o Cristianismo na sua forma original.

    Mas se alguém deseja viver essa data experimentando da presença de Deus, encontrará plenitude interior se viver o Natal de Cristo. Para isso é necessário se afastar da ansiedade e da aflição que se impõem nos limiares desse dia. É preciso também negar os apelos da mídia e dar lugar à voz do Espírito de Jesus que clama o ano todo por um espaço no coração humano, não porque necessite de nós – na verdade, nós é que precisamos desesperadamente dEle – mas porque nos ama imensamente. Para os que assim acreditam, o Natal de Cristo é um tempo de reflexão e de oportunidades para declarar que Cristo veio ao mundo, revelou o amor de Deus pela humanidade, morreu na cruz e ressuscitou! Para esses a troca de presentes pode ou não acontecer, pois a representação maior será a manifestação do amor fraterno de uns para com os outros. A figura proeminente é a do Rei Jesus, digno de ser adorado e exaltado, pois só a Ele foi dado todo poder nos céus e na terra.

    Espero que, dentre Natais e Natais, você e sua família vivam um momento cheio de significado espiritual e, se participarem ou realizarem uma ceia natalina, esta seja honrada pela presença de JESUS, o dono da festa.

    Feliz Natal!

    Compartilhar:

  • Creme de leite de alpiste

    Uma opção prática e econômica, além de muito nutritiva

    Postado dia 3 de dezembro de 2015 às 00h em Gastronomia e Receitas

    alpiste02

    Por causa de intolerância alimentar, fico cavando receitas e guloseimas que me saciem e alegrem o meu coração. Aprendi a fazer esse creme num pequeno deslize, pois eu estava fazendo o leite de alpiste e fui aquecê-lo para tomar quentinho. Só que deixei muito tempo no fogo e virou logo um creme. Santa descoberta! Depois disso, faço creme de alpiste toda semana. Amo!

    Esta é uma opção prática e econômica, além de ser muito nutritiva. Ele cai muito bem com legumes e verduras, mas vale colocar a sua imaginação culinária em prática para descobrir outros sabores.

    É muito fácil de fazer:

    Coloque 1 xícara de alpiste numa peneira e lave bem. Deixe-o de molho em água de boa qualidade por volta de 4 horas. Escorra a água, lave-o novamente e bata no liquidificador com 2 xícaras de água. Coe.

    Seu leite está pronto!

    Para fazer o creme basta levar ao fogo brando, utilizando temperos à gosto. Ao aquecer, ele cria uma consistência de creme.

    Dicas: Se quiser um creme mais pastoso, use menos água. Se preferir uma consistência mais líquida, use mais água.

    Temperos que valorizam o creme: missô, óleo de coco, alho, sal marinho ou rosa, cebola, cebolinha, salsa, entre muitos outros.

    Você pode acrescentar brócolis, couve-flor, folhas de todo tipo, abobrinha, vagem, repolho, etc.

    Para finalizar, salpique alho desidratado. Hummm! Tudo de bom!

    Lembre-se: a receita é sua e, por isso, você tem toda a liberdade de acrescentar e tirar o que achar melhor. Assim você saboreia algo feito do seu jeito. Fica muito melhor!

    “Faça tudo com amor e a qualidade do que está fazendo se elevará e alcançará o infinito”.

     

    Compartilhar:

Página 1 de 11