Colunistas

avatar

Anita La Fey

Profissão: Oraculista e Terapeuta

Cidade: Jacareí

Contabilista, com MBA em Finanças e Controladoria, porém sua grande paixão são Oráculos e Terapias Holísticas, com o que também atua. Iniciou os atendimentos com Tarô em 2000, e hoje trabalha profissionalmente com Tarô, Baralho Cigano, Astrologia, Reiki e Massagens. Também estuda técnicas de Feng Shui, Radiestesia, Cristais, Numerologia e Xamanismo. Optou pela religiosidade pagã, buscando equilíbrio e maior compreensão da Vida.

  • Prognósticos para 2017  

    Ano novo, vida nova, novos astros regendo nossos passos. Saiba o que muda para o ciclo que se inicia

    Postado dia 29 de dezembro de 2016 às 10h em Especial de Ano Novo

    2017

    Foto: Reprodução

    MUNDO

    2017 será regido por Saturno, o temido – para mim, está mais para incompreendido… – planeta da Astrologia.

    Saturno é aquele que fala da dificuldade, da lentidão, do amadurecimento, do tempo… e por isso é tão mal visto e tão incompreendido. Afinal, quando plantamos guerra, o tempo de Saturno é implacável, e não colheremos rosas vermelhas…

    Na mitologia grega, é Chronos, senhor do tempo. Sabedoria e Maturidade são palavras-chave aqui.

    Em 2016, tivemos a regência do Sol, trazendo um tanto de egocentrismo, individualidade e necessidade de brilho individual, e agora é hora de acertarmos as contas referentes aos nossos atos, com uma tendência a atitudes mais sérias, mais austeras e até mesmo econômicas!

    Saturno pede para poupar, para ter um olhar mais crítico e até mesmo severo sobre os fatos. Chega de ilusões! É hora de atentar para a realidade, a nível mundial.

     

    BRASIL

    Trazendo esta tendência à situação político-econômica do Brasil, no ano do Sol, muita coisa foi descoberta, muita sujeira debaixo dos tapetes veio à luz. No ano de Saturno (aliás, inicia-se o grande ciclo de 36 anos regido por Saturno…), começarão as punições reais, o grande circo midiático dará lugar à nua e crua realidade, ao amadurecimento de uma nação – por isso Saturno é tão temido! Pois ele faz o papel do pai que já orientou no passado, e agora vem cobrar o que você fez com tudo que aprendeu e recebeu. E quem deve… tem mais é que temer mesmo! Mais cabeças rolarão, instabilidade econômica, processos dolorosos, tramas estratégicas… mais do mesmo, porém com uma intensidade ainda maior! E as pessoas mais atentas, mais interessadas, se informando mais!

    Mas por outro lado, também traz à tona nosso lado realizador, traz a solidificação de nossos projetos. Se levarmos em conta alguns aspectos que teremos com Urano neste ano, tudo que for criativo e inovador, terá grande destaque e maiores chances de sucesso. Criatividade, jogo de cintura, humildade e persistência (muita persistência!) serão a base de quem queira sobreviver com dignidade a este ciclo.

     

    Numerologia e Tarô

    Vamos brincar de fazer continhas? Rsrs

    2017 =>  2 + 0 + 1 + 7 = 10.  Reduzindo 1 + 0 = 1

    Assim, na Numerologia, temos um ano regido pelo número 1.

    E o que isso significa? Novos caminhos!

    Oportunidades, necessidade de inovar, de caminhar, de ter iniciativa, de empreender!

    Se unirmos isso aos panoramas astrológicos do ano, temos a confirmação da necessidade de ser original e inventivo para crescer e prosperar num ano regido por Saturno. Mas tudo com sabedoria e persistência, e através de atitudes corretas, coerentes, calculadas.

     

    No Tarô, eu já viajo um pouco mais…

    O Arcano número 1 é o Mago, que traz a abertura a novas “aventuras”, a explorar novos dons, à informalidade (o mercado informal tende a crescer muito em 2017), ao início de projetos.

    Mas antes de reduzir a um único dígito, temos o resultado 10 – que é a carta da Roda da Fortuna. Este Arcano traz mudanças repentinas em nossas rotinas, traz os movimentos naturais da vida, traz as fiandeiras costurando nosso destino e mostrando que nada permanece para sempre onde está… os reis caem, os peões sobem, depois caem novamente para os reis retomarem seu posto. E assim sucessivamente…

    Ou seja, será mesmo um ano de altos e baixos, de mudanças, de quedas e ascensões surpreendentes.

    Indo mais além, é o ano 17, então considero aqui o Arcano da Estrela como um conselho para todos nós: tenhamos mais Amor no coração. Tenhamos Esperança. Ajamos com harmonia sem querer prejudicar o próximo.  Ajamos com mais leveza.  Ouçamos nossa intuição! Criatividade, Beleza, Leveza para equilibrar um ano pesado, mas com bons resultados aos que se prepararem e merecerem!

    Beijos e um 2017 cheio de Amor e Aprendizados a todos nós!

     

    Compartilhar:

  • Ideias de presentes para o Dia dos Namorados para cada signo

    As dicas abaixo baseiam-se apenas nas características solares, mas cada ser humano carrega um Universo dentro de si, ok?

    Postado dia 10 de junho de 2016 às 07h em Dia dos Namorados

     

    signo

    Foto: Reprodução/Internet

    Recebi algumas mensagens pedindo dicas de como presentear no dia dos Namorados, de acordo com o “gosto” de cada signo”. Vamos lá… Lembrando que:

    1- As dicas abaixo baseiam-se apenas nas características solares, mas cada ser humano carrega um Universo dentro de si, ok?

    2- O importante é o Amor, o Carinho… O resto, é só uma data comercial a mais…

    3- Não deprima se estiver sozinho(a): presenteie-se com o fato de estar vivo, sano, e curta um vinho, uma boa massa, um livro, um filme… Enfim, o que puder fazer em uma cia excelente: a SUA!

    Áries: arianos costumam ser dinâmicos e cheios de energia. Então, pense em algo assim, como jogos competitivos, artigos esportivos, roupas modernas… Pense em algo relacionado ao esporte q ele(a) pratica… ou faça uma surpresa e leve a um local diferente, tire da rotina!

    Touro: como típico signo de Terra, os nativos de touro gostam de presentes sofisticados e bonitos. E, de preferência, úteis! Roupas finas, jóias e adornos, óculos de sol. Ou itens relacionados a gastronomia… Taurinos amam comer! Não tem erro! Ah, claro, assim como para Capricórnio e Virgem, evite produtos falsificados, bijuterias vagabundas, peças amassadas da última arara em liquidação: os nativos destes 3 signos dispensarão um bom tempo escolhendo algo especial para você, então por favor, ao menos finja que fez o mesmo por eles!

    Gêmeos: geminianos são criativos e inconstantes… apreciarão mimos que estimulem esse seu lado, suas idéias e pensamentos. Livros, jogos, roupas folgadas, confortáveis e práticas… convites para passeios culturais, aquele filme novo… e por aí vai… basta aguçar sua ânsia de aprendizado constante.

    Câncer: ah, os românticos e “família” cancerianos… pense em algo que demonstre sentimentos:  antiguidades, objetos ligados ao seu passado, itens de decoração com um quê vintage, aquele porta-retrato fofo com uma foto especial de vocês… jóias tradicionais (cancerianas costumam gostar de peças delicadas e pérolas!) e por aí vai!

    Leão: Fogo. Vaidade. Exigência de alto nível. É assim que vejo os leoninos… para agradar um leonino basta lhe presentear com roupas de grife, ou acessórios sofisticados que tragam beleza à sua vida. Mulheres costumam gostar também de maquiagem, perfumes de qualidade, uma bolsa mais “chic”…  na verdade, nem precisa ser algo muito caro, mas diferente, tem que ser único. Fuja de lojas de departamento: seja original, mas ao mesmo tempo tradicional. Fácil, né?

    Virgem: os “chatinhos” do horóscopo – talvez pela minha convivência com virginianos chatos para caramba, com raras exceções… e não, este artigo não é imparcial… Virginianos são discretos, então lhes dê algo sem alarde, de preferência que seja útil (cintos, bolsas, carteiras, canecas, livros, agendas, roupas com um bom corte, relógios… ) Se quiser desagradar, dê algo bem subjetivo e que ele considere fútil: é tiro e queda!

    Libra: os librianos são vaidosos, e gostam de tudo que torne a eles ou ao seu ambiente, mais belos e suaves.  Objetos de arte, decoração, roupas, jóias, perfumes… itens únicos, feitos especialmente para eles, também têm grande valor!

    Escorpião: são discretos e costumam ter bom gosto. Itens que aticem sua inteligência e seu lado mais “psicopata”, agradam muito! Livros de mistério, lingeries… faça uma surpresa sensual para seu escorpiano, e verá do que é capaz! Mas por favor, tudo com discrição, sem exposição, ok? E aposte em algo que seja durável. Muitos são místicos, então vale explorar este lado também!

    Sagitário:  aqui temos os brincalhões, aventureiros e despojados. Invista em algo ligado a viagens, passeios, esportes, seus hobbies… algo que lhe remeta à sua amada liberdade, melhor ainda: v-i-a-j-a-r, nem que seja pro bairro vizinho para uma apresentação de jazz na praça, sob um céu estrelado. Fará um sagitariano feliz! Chame para fazer algo diferente, que valerá muito mais que um presente caro. Juro!

    Capricórnio: ah, os capricornianos… gostam também de coisas úteis e duráveis. (leia no final das dicas para taurinos). Busque algo que enfatize sua maturidade e experiência, portanto nada de presentes infantis e idiotinhas. Prefira objetos práticos, de preferência que possa utilizar no trabalho, livros ligados a sua profissão, agendas, artigos em couro, de decoração que sejam discretos… como filhos do Deus do Tempo, eles se amarram em relógios e antiguidades. (leve-me a um sebo ou museu, ao invés de um shopping) Ah, e em hipótese alguma, apareça com um carro de som ou soltando purpurinas pelo caminho… ok? #ficaadica

    Aquário: Pense em presentes modernos e atuais. Equipamentos eletrônicos, livros de ficção ou temas políticos, astrológicos, itens ligados as mais diversas tecnologias…até um curso de culinária diferente,  costumam agradá-lo. Inovação, esta é a palavra!

    Peixes: romântico e sonhador, o pisciano gosta de presentes que emocionem (mais importante que o item, em si, é ele saber o sentimento que está por trás disso!) Pode ser um CD de músicas românticas, objetos que possam estimular a sua imaginação, um passeio, flores de cores claras, bebidas… ai, ai…

    Beijo e feliz dia dos Namorados!!!!

    Compartilhar:

  • Maio, mês das noivas… Mas por quê?

    Desde pequena ouço que o mês de Maio, além de ter a comemoração pra lá de especial do dia das Mães, é também o mês da noivas

    Postado dia 10 de maio de 2016 às 08h em Ciências e Espiritualidade

    noivas

    Foto: Reprodução/Internet

    Mas nunca entendi o motivo desta colocação – afinal, o amor é celebrado o ano inteiro!

    E, segundo pesquisas atuais do IBGE, a maioria dos casamentos vem ocorrendo nos meses de setembro e dezembro!

    Bem, dezembro possui razões óbvias, como o 13º. salário, bonificações, férias de verão, etc. Porém, e os outros dois meses?

    Segundo o “Guia dos Curiosos”, maio foi intitulado mês das noivas por influência da Igreja Católica. Isso porque é o mês da consagração de Maria, mãe de Cristo. A comemoração do dia das mães, no segundo domingo de maio, também contribuiu para esta associação indireta.

    Porém, como praticante de religiões pagãs, posso dizer que existe todo um conjunto de costumes anteriores ao Cristianismo por trás desta escolha.

    Aqui no Brasil (hemisfério sul), vivemos o outono nesta época. Porém, no hemisfério norte (citemos a Europa, de onde grande parte de nossos costumes é derivado, principalmente devido a nossos colonizadores) é plena primavera!

    Nesta época do ano, os povos pagãos celebravam (e ainda celebram!) a plenitude da primavera, o encontro dos amantes, a alegria da beleza e da jovialidade, a fertilidade, o desabrochar da vida!

    Era costume jovens buscarem flores pelos bosques e ofertar à todos dos vilarejos, para trazer boa sorte (daí a questão de decorar as cerimônias com flores e o ato de se jogar o buquê!) e fartura.

    Já em algumas tradições italianas, em 1º. de maio se comemora “o dia da Deusa” – cultuando-se a deidade prevalecente em cada tradição. Por exemplo, em Roma, haviam várias celebrações em honra à deusa Flora, deusa dos jardins e das flores, e Maia, a deusa da Primavera.

    Em outras regiões, as pessoas celebravam a data fazendo amor em meio aos bosques e as crianças concebidas por meio dessas uniões eram consideradas “abençoadas”. Essas uniões representavam a fertilidade não só dos humanos nessa época, mas de todos os seres vivos da Terra.

    Se considerarmos que a primavera por aqui ocorre de Setembro a Dezembro… já temos o porquê do número de casamentos só vir aumentando neste período! E, quanto mais movimentos favorecendo a união do homem com a natureza, mais condizentes com as estações do ano nossas atitudes serão!

    Enfim, não importa se com grandes festas, glamour ou com a maior simplicidade do mundo, o casamento é uma data especial, onde sonhos se tornam realidade… e a maternidade ainda mais divina!!!

    Compartilhar:

  • Os números e a sua casa

     
    Muito se fala sobre a influência dos números em nosso cotidiano. Pessoas alterando nomes, consultando tabelas para iniciar projetos, e assim por diante. Mas até que ponto isso é válido? Será que os números realmente interferem em nossa vida? Vou falar da influência que os números podem exercer sobre seu imóvel, ou melhor, sobre as energias da sua casa, apartamento, empresa e escritório

    Postado dia 8 de abril de 2016 às 08h em Ciências e Espiritualidade

    números

    Foto: Reprodução/Internet

    Para conferir como o número atua e como você pode tomar decisões mais acertadas, existe uma técnica básica da soma dos algarismos que compõem o número do imóvel (no caso de apartamentos, considerar apenas o número do apartamento, não do prédio), até que o resultado seja um número de 01 a 09.E, para tanto, utilizamos conceitos e cálculos disponibilizados pela Numerologia – o estudo dos números e sua relação com nossa personalidade, nossos atributos, nosso destino. E, por que não nossos bens materiais, como residência ou estabelecimento comercial?

    Exemplo prático: Se sua casa é número 85, soma-se 8 + 5 = 13; depois 1+3 = 4. Pronto! O “4” é o número que basicamente rege as energias do imóvel!

    Vamos ao significado resumido de cada número:

    1 – É o número da origem, dos inícios. Energia criadora, ou seja, ambiente propício para pessoas independentes, ligadas às atividades que envolvam criatividade e rapidez. Propício pra quem busca mudanças rápidas… Tome cuidado para não exagerar e tomar decisões irresponsáveis ou autoritárias…

    2 – É um número que complementa, que traz a união, que traz à tona os laços familiares, a necessidade de estar junto a alguém… Excelente energia familiar e para parcerias. É um número que nos remete às forças femininas… Bem ao estilo “casa da mãe” da gente, sabe? Só é preciso estar atenta para não deixar a passividade tomar conta do ambiente.

    3 – Chegamos ao fruto dos números 1 e 2: a fertilidade se faz presente nesta casa! E com ela, a criatividade, a alegria, a festa, a inspiração. Ambiente excelente para crianças e atividades criativas, festas e reuniões sociais em geral. O exagero pode trazer perdas financeiras, devido a gastos com a aparência.
    4 – Se o “2” está ligado à mãe, aqui vemos o pai encarnado. É o espaço da cautela, trabalho prático, das energias mais masculinas. Está ligado ao perfeccionismo, rigidez, honestidade, etc. Pede cuidado com o egocentrismo, estresse e inflexibilidade. Boas energias para trabalhos que envolvam muita concentração.

    5 – Também possui alguma ligação com comunicação. Um misto de inovação e conservadorismo, resultando em um ambiente diferente, sempre em mudança, seja na decoração, na disposição dos móveis. Geralmente os moradores gostam de viajar, e não param muito em casa.

    6 – Aqui vemos um ambiente bastante familiar, onde a união também é valorizada. Astral leve, casa sempre cheia. Ótimo para refeições em grupo, tudo que peça a presença de várias pessoas, partilha, amor.

    7 – Ambiente de pessoas inteligentes, independentes. Excelente para estudos de qualquer natureza, desde místicos a ciências exatas. Local ideal para estudos. Na questão de união, é o oposto do número 6, pois traz energias de distanciamento. Isolar-se um pouco para tomar decisões se faz necessário. Excelente número para atividades autônomas e intelectuais.

    8 – Sucesso nos negócios. Sim, aqui tratamos de energias muito práticas. O número da lucratividade, organização, justiça, assuntos materiais em geral. Quando residência, geralmente tende a destacar-se pela decoração sóbria, bem típica de escritórios mesmo.

    9 – Número ligado à espiritualidade, à sabedoria, energias sutis, etéreas. Pessoas que não vivem em busca de ganhos materiais unicamente. Poderia dizer que, para empresas, o melhor é investir em ONGs, associações, fundações e afins. Como residência, lugar de pessoas espiritualizadas, sempre recebendo outros em busca de orientação.

    Agora vem a questão de analisar cada vibração com o que se busca e com o que se é… Não basta analisar o número de um imóvel, sem analisar o momento que se está vivendo, a personalidade própria e dos demais que convivem no mesmo ambiente, e ainda, a finalidade deste imóvel.

    Uma solução que muitos encontram, é alterar o número da casa… Colocando mais um algarismo para se chegar no número desejado, conforme os significados apresentados acima. Assim, por exemplo, se você deseja sucesso financeiro em um negócio, mas a soma de seu imóvel é 9, colocaria um número 8 ao lado do nove (9 + 8 = 17; 1 + 7 = 8) ou uma letra H, Q ou Z (ver tabela). Ou para aumentar as visitas, tendo uma casa cuja soma é 4, colocaria um 3 ( 4 + 3 = 7) ou uma letra C, L ou U.

    Eu acredito que apenas esta pequena mudança não seja suficiente… O ideal é lançar mão também de um trabalho profundo, personalizado, como a utilização do Feng Shui, por exemplo. Não basta apenas escrever uma letra ou número ao lado do número original do imóvel achando que tudo vai mudar radicalmente, sem esforço pessoal algum.

    Tabela de relação entre números e letras, para cálculos numerológicos:

     

    1 2 3 4 5 6 7 8 9
    A B C D E F G H I
    J K L M N O P Q R
    S T U V W X Y Z

     

    Agora, mãos à obra! Boa sorte!!!

    Compartilhar:

  • Celebrações de março

    Dia 20 de Março teve início o Ano Novo Astrológico

    Postado dia 29 de março de 2016 às 08h em Ciências e Espiritualidade

    astrológico

    Foto: Reprodução/Internet

    Esta data é marcada pelo Equinócio de Outono no hemisfério Sul (onde estamos) e da Primavera no hemisfério Norte. Além desta importante “virada” no campo da Astrologia, temos as celebrações típicas desta época do Ano.

    Qual a mais difundida e comercial em nível mundial poucos dias após o Equinócio? Hein?

    Ela mesma: a Páscoa!

    Cristãos que realmente seguem sua fé, preparando as ritualizações da Paixão, Morte e Ressurreição de Jesus Cristo, outros focando apenas nos chocolates e presentes para pessoas queridas – principalmente as crianças e parceiros (as)… E outros aproveitando tudo que há de melhor nesta época para reunir a família em uma mesa farta de alimentos e de Amor.

    Mas… De onde vêm estes costumes?  Afinal, entramos no outono, hora de recolhimento e preparação para o inverno, e não de festejos e cores. Pensemos que a maioria dos costumes que perpetuamos vem de nossos ancestrais de outro hemisfério, e este festejo não poderia ser diferente!

    Na Europa, por exemplo, muito antes de o Cristianismo surgir, havia religiões pagãs, e uma população com ritos sazonais, conectados diretamente à Natureza. E lá, agora, é a chegada da primavera! Momento de celebrar a fertilidade da terra, as flores, a beleza, a luz que vem aumentando após o inverno… A leveza que antecede o Verão!

    Algumas deusas mais reverenciadas por estes povos recebem os nomes de Ostara, Ishtar, Astarte, Eostre… Percebem a semelhança com Easter que é Páscoa, em Inglês e com Ostern, em alemão?

    Fazia parte dos rituais pintar ovos para presentear ou oferecer em altares (ovos = portadores de vida). É algo como no Natal (ou Solstício de Verão): trocar presentes com pessoas queridas, com sua comunidade, para celebrar!

    Em algumas culturas, usavam-se as entranhas de lebres como oráculos nesta época também (pobre coelhinho da Páscoa…). Há relatos também sobre a lebre ser a figura que aparece na Lua Cheia, e daí uma das correlações com a fertilidade da Lua, das deusas lunares, entre outras conjecturas. Além, é claro, de a festividade ocorrer no domingo (dia dedicado ao Sol), na fase da Lua Cheia, após o Equinócio.

    Para compreender a profundidade destes mitos, é preciso imaginar a sua época de criação: a fertilidade era sinônimo de preservação da espécie e perspectiva de melhor condição de vida, quando o índice de mortalidade era altíssimo! O ovo e a rápida reprodução de lebres e coelhos trazia a esperança da renovação da vida!

    Isso, sem contar em outros mitos, de outras origens ao redor do Mundo!

    De qualquer forma, o importante é celebrar, dentro de sua fé.

    Compartilhar:

  • As mulheres heroínas do misticismo

    No Dia Internacional da Mulher, é importante lembrar das líderes que se destacaram no paganismo e, dessa forma, ajudaram a desenvolver o movimento de empoderamento feminino

    Postado dia 8 de março de 2016 às 03h em Dia Internacional da Mulher

    foto: Divulgação/Internet

    Foto: Divulgação/Internet

    Lá vamos nós para mais um “Dia das Mulheres”. E mimos com flores, bombons, mensagens de carinho… Mas creio que o momento atual pede mais que isso: é uma data de relembrar o sofrimento daquelas que foram brutalmente assassinadas por sua luta. E honrá-las.

    Muito se fala em empoderamento feminino na atualidade. Movimentos feministas, movimentos de libertação, etc., em várias áreas de atuação. Como oraculista e pagã, trago alguns exemplos de mulheres importantíssimas na história destas áreas. Foi dificílimo escolher apenas cinco, mas que elas sirvam de inspiração e aprendizado a todas nós!

    pg5Pâmela Smith (1878-1951)

    Inglesa, estudou Artes, e chegou a ilustrar o famoso livro “Ballet Russo” em 1913.  Porém, sua grande contribuição ao mundo Oracular e Esotérico se deu após entrar para a Ordem Hermética do Amanhecer Dourado (a Golden Dawn), onde conheceu Arthur Edward Waite.

    Arthur foi um grande estudioso, e requisitou os serviços desta artista para ilustrar seu deck de Tarô: o clássico – mas sempre atual – Tarô de Rider Waite. Este baralho tem fundamental importância na história das Cartas, pois foi o primeiro jogo com desenhos inspirados pela intuição e estudos de Pâmela, conferindo vida ao conjunto que chamamos “Arcanos Menores”.

    Em 2010, foi lançado um box comemorativo do centenário deste Tarô, homenageando a artista Pâmela, incluindo fotografias e outras ilustrações feitas por ela.

     

     

    pg1Marie Anne Adelaide Lenormand (1772-1843)

    Madame Lenormand foi a cartomante mais famosa do mundo! De grande sucesso no período Napoleônico, ficou órfã aos nove anos de idade e estudou em escolas de freiras.

    Sua carreira como cartomante, atendendo inclusive líderes na época da Revolução, durou 40 anos. Marie Anne também atuou como escritora, publicando textos controversos para a época.

    Devido a sua expressiva carreira, após sua morte, vários baralhos levaram seu nome. Até hoje, um dos baralhos ciganos mais utilizados por nós, oraculistas, é o Baralho Pettit Lenormand, composto por 36 cartas, criado na Alemanha, em 1845.

     

    pg3Madame Blavatsky (1831-1891)

    Elena Petrovna Blavatsky foi uma escritora russa, mundialmente conhecida por ter sistematizado a Teosofia e por ser a fundadora da Sociedade Teosófica.

    Desde muito jovem, demonstrava possuir dons psíquicos, e após um casamento desfeito, seguiu viagem pelo mundo, buscando mais e mais conhecimentos filosóficos, históricos e esotéricos. Conheceu vários mestres, em diversas áreas. Em 1873 iniciou sua carreira “pública” nos Estados Unidos e em 1877 publicou sua primeira obra de grande destaque, Ísis sem véu.

    Foi uma combatente da superstição, em uma época em que o crescimento do pensamento cientifico vinha questionando as religiões e dogmas existentes. Lutou bravamente contra o preconceito e a fé cega e incentivou a pesquisa científica, o pensamento independente, a união de Espiritualidade e Razão. Pregou a fraternidade universal e abriu o caminho para uma Escola de pensamento eclético, trazendo à luz aprendizados ocidentais e orientais, criando pontes entre ensinamentos antigos e modernos, para a evolução de cada um.

    Seu lema: “Não há religião superior à Verdade”. Sua mais conhecida e importante obra publicada: A Doutrina Secreta Síntese da Ciência, Religião e Filosofia, publicada em 1888.

     

    pg4Laurie Cabot (1933)

    Mercedes Elizabeth Kearsey, conhecida como Laurie Cabot, é uma bruxa norte-americana, que contribuiu enormemente para a expansão do conhecimento pagão e dos ritos Matrifocais na América. Foi uma das primeiras personalidades a popularizar a Bruxaria nos Estados Unidos, assim como Starhawk, de quem falarei já já.

    Laurie fundou a Cabot Tradition of the Science of Witchcraft e Witches’ League for Public Awareness para defender os direitos civis dos Bruxos. Nos idos dos anos 70, foi declarada pelo governador Michael Dukakis a “bruxa oficial de Salem, Massachusetts” em honra por seu trabalho com crianças portadoras de necessidades especiais.

    É uma celebridade local em Salem – onde ainda reside e mantem sua loja de artigos para Bruxaria, baralhos, ervas, etc. –  loja que tive o imenso prazer de visitar em 2013.

    É uma das bruxas vivas mais conhecidas a nível mundial, e inclusive já participou de um programa da Oprah Winfrey. E convenhamos: ela foi a primeira bruxa a ter reconhecimento por um governante por seu trabalho a favor do bem de um grupo…

    Sua obra mais conhecida é: O poder da Bruxa.

     

    pg6Starwalk (1951)

    Miriam Simos, também norte-americana, é escritora e ativista. E bruxa assumidíssima na luta pelo empoderamento feminino, pacifismo e questões ecológicas.

    Fundou uma tradição religiosa na década de 70, e desde então, atua como líder em seu seguimento.

    Amplamente lida no Brasil, sua obra A dança cósmica das feiticeiras continua sendo publicada há mais de 30 anos e é tida como um best seller e uma das portas de entrada para os estudantes das práticas pagãs.

    Em 2003 foi premiada por seu livro “Webs of Power: Notes from the Global Uprising”, que traz artigos políticos. Nos anos 80, foi coautora de uma série televisiva, “Espiritualidade Feminina”, com três filmes.

    Também é fundadora da Earth Activist Trainings (EAT), que traz formação em permacultura. Há aulas no Canadá, Estados Unidos e Europa, e desde 2001 graduou mais de 1000 alunos, que desenvolvem atividades até na Bolívia e Palestina!

    Enfim, sua participação ativista vai de artigos a vídeo-documentários sobre questões ecológicas mundiais, filosofia da não-violência, feminismo, neo-paganismo e cultura à Deusa ao redor do mundo, trazendo luz sobre estas questões e incentivando pagãos de toda parte na luta por seus direitos e cumprimento de seus deveres, como habitantes deste planeta que tanto precisa ser cuidado.

    Um Feliz e Consciente Dia Internacional da Mulher!

     

    Compartilhar:

  • Tarô – mas afinal, o que é isto?

    Aposto que você já ouviu falar de Tarô... Mas agora pode aprender mais!

    Postado dia 23 de fevereiro de 2016 às 00h em Ciências e Espiritualidade

    tarô

    Foto: Divulgação/Internet

    O Tarô é um oráculo, uma ferramenta para aconselhamento. Sem rodeios, uma forma de autoconhecimento e de previsão – mas não é aquela coisa que promete amor de volta em três dias, ou de “olha, vai aparecer seu príncipe daqui a um mês, loiro e num cavalo alado (?)”, mas vai além, traçando perspectivas a respeito de determinado assunto, verificando a concretização – ou não – de projetos, analisando como andam vários campos de sua vida, etc…

    Agora, didaticamente, e de forma mega resumida, comecemos pelo significado desta palavra. Alguns estudiosos o atribuem a palavra egípcia Ta-rosh (= caminho real), outros ao deus Toth; há quem diga que deriva do termo Torah, “o livro da lei” em uma doutrina hebraica ou ainda do termo tar, de origem cigana, designando um baralho de cartas.

    Mas o mais “aceito” no meio tarológico é a derivação da palavra Tarocco– nome de um jogo de cartas utilizado amplamente na Europa – jogos de azar… em inglês ou francês, temos o Tarot, e em Português, já sabe como ficou, não é?

    E do que é feito? Hoje, em papel, das mais variadas texturas, mas já foi fabricado até mesmo de madeira!

    Antigamente, as cartas eram pintadas à mão… Um dos baralhos mais  antigos e requintados até hoje é o de Visconti-Sforza – suas 22 cartas foram pintadas no século XIV, e continha detalhes folheados a ouro!

    Quanto à estrutura do Tarô, variou muito entre seus “criadores”, e existem diferenças entre vários “modelos” desde seu primeiro registro histórico até os dias atuais… Mas a estrutura “tradicional” é a composta por 22 cartas chamadas Arcanos Maiores e mais 56 cartas, que representam os Arcanos Menores e as Figuras da Corte.

    Bem, quanto a suposições históricas, num próximo artigo… ok?

    O importante é que, mesmo após tanto tempo, perseguições, modismos, desinformação e blábláblá, o Tarô sobreviveu às mais diversas formas de hipocrisia, e está aí, para auxiliar a quem o buscar com sinceridade, para o desenvolvimento próprio e do outro!

    Compartilhar:

  • O que 2016 nos reserva pela numerologia

    2016 já completou um mês! Que tal se preparar e aproveitar ao máximo as melhores tendências para sua vida?

    Postado dia 2 de fevereiro de 2016 às 00h em Ciências e Espiritualidade

    Foto: Divulgação/Internet

    Como? Através do cálculo do Ano Pessoal, somando seu aniversário + o ano em questão reduzindo a um algarismo. Isto nos mostra nosso ciclo atual e o que estará mais favorecido em nossa vida. Aproveitarei e explorarei um pouco do significado dos Arcanos do Tarô junto aos cálculos numerológicos, para que tenhamos uma visão mais abrangente.

    Exemplos:

    Eu nasci em 10 de Janeiro. Para 2016, meu ano pessoal será calculado assim: 1+0+0+1+2+0+1+6 = 11. Aí, somamos 1+1 = 2 => eis meu ano pessoal!

    Quem nasceu em 15 de Julho: 1+5+0+7+2+0+1+6 = 22; 2+2=4. Assim, a partir de Julho/2016, esta pessoa estará em seu ano pessoal 4.

    Já fez sua soma? Então vamos aos resultados!

    – 1 – O Mago: é o Arcano 1 do Tarô, representa o início da Jornada. Ano excelente para começar projetos. Tendência a se interessar por várias coisas ao mesmo tempo. Cuidado com o individualismo. A palavra de ordem é testar, experimentar, inovar, movimento!

    – 2 – A Sacerdotisa: hora de agir com sabedoria, intuição aguçada! Ela também remete ao lado maternal. Bom ano para parcerias, cultivar amizades mais profundas e guardar segredo de planos. Palavras de ordem: estudar, guardar, unir, cuidar.

    – 3 – A Imperatriz: ano de prosperidade, sorte, bom gosto, beleza, o exterior, fertilidade e criatividade. Ano propício para expansão, criação, bem como administração do tempo e recursos materiais. Possíveis viagens, festas e mudanças de aparência à vista. Palavras de ordem: criar, fertilizar, expandir.

    – 4 – O Imperador: a ênfase agora é o trabalho. Ano de plantar. O Imperador não nasceu em berço de ouro: ele conquistou seu espaço e poder através do trabalho árduo! Cuidado com a saúde e a alimentação. Palavra de ordem: trabalho!

    – 5 – O Sumo Sacerdote: Ano de comunicar-se, conhecer pessoas, trocar experiências. Bom para uniões mais sérias, firmar compromissos e estudos (inclusive religiosos). Ótimo período para professores, palestrantes e afins. Palavras de ordem: comunicar, mudar, transformar, unir.

    – 6 – Os Enamorados: Agora, o destaque é para os relacionamentos familiares e afetivos. Bom período para redecorar a casa – deixe seu artista interior sair do armário! Abra as janelas e deixe a beleza deste Arcano entrar! Bom período para buscar novas paixões. Palavras de ordem: amar, conciliar, convívio familiar, filhos.

    – 7 – O Carro: Ano propício para a autonomia, hora de tomar as rédeas de sua própria vida e auxiliar os mais próximos a fazer o mesmo! Bom período para os estudos também, pois sua capacidade de concentração estará em alta. Palavras de ordem: liderança, autonomia, liberdade, viagens, cursos, filosofia.

    – 8 – A Justiça: número do equilíbrio, da balança e a espada de Athena, deusa da Justiça. Época de expansão em qualquer área, mas principalmente as intelectuais, comerciais e ligadas à justiça e saúde. Palavras de ordem: balancear, medir, concretizar, expandir, colher, julgar.

     – 9 – O Eremita: chegada ao fim de um ciclo. Período importante para reflexão, purificação, trabalhar a espiritualidade. Muitas mudanças ocorrem, e cortes são feitos. É uma verdadeira “peneira” do que lhe serviu ou não para recomeçar o ciclo no próximo ano. Palavras de ordem: limpeza, reflexão, finalização, preparo.

     

    Compartilhar:

  • Previsões para 2016

    E 2015 passou voando, mas ao mesmo tempo em que muitos disseram “não ver o ano passar”, muitos estão rezando para que termine logo! Típico de ano de Marte, onde tudo parece intenso demais, rápido e intempestivo demais...

    Postado dia 30 de dezembro de 2015 às 10h em Especial de Ano Novo

    prev

    E 2015 passou voando…, mas ao mesmo tempo em que muitos disseram “não ver o ano passar”, muitos estão rezando para que termine logo! Hahaha. Típico de ano de Marte, onde tudo parece intenso demais, rápido e intempestivo demais…

    E 2016? Vamos a ele?

    Seu astro regente será o SOL.

    Isso traz um pouco de leveza após um ano de tantas batalhas, traz luz às questões mais diversas, traz esperança e a abertura para mudanças e novos caminhos. Traz luz inclusive a questões que foram escondidas em 2015: preparem-se para descobertas de todo tipo!

    Na Mitologia grega, temos a figura de Apolo, a representar o Sol: brilho, beleza, ligação com as Artes em geral. Logo, não é de se admirar que estas áreas tenham um empurrãozinho a maior êxito.

    Porém, o calor do Sol não é apenas acalentador, mas também sufoca e mata: lá vem mais seca, mais queimadas, mais problemas relacionados às mudanças climáticas…

    Sim, leitores, é um ano de Fogo, novamente. Um fogo que purifica, que liberta, que traz criação, inspiração, vigor…, mas tudo em excesso … vocês já sabem como é, né? 😉

    Numerologicamente, temos o 9 (2+0+1+6), que é um número de doação, que alguns estudiosos chamam de “número do Amor Universal”. Com certeza, será um ano em que muitas fichas caem, em que a necessidade de olhar para o outro e estender a mão terá grande evidência. Ano de atividades holísticas, humanitárias, comoções, campanhas de ajuda ao próximo, etc.

    O 9 também é percebido por alguns como “fim de ciclo”, ou seja, é um ano para os aprendizados e colheitas do que foi semeado nos últimos anos… Então, se você plantou tempestades, prepare-se!

    No Tarô, temos a carta do Eremita, o 9º. Arcano, que traz sabedoria, luz na caminhada, um guia de verdade. Introspecção será necessária. Autoconhecimento para poder ajudar-se, e então, apoiar o outro.

    Em sintonia com o Sol, o Eremita carrega uma lamparina: olhem aí o elemento Fogo presente de novo!

    Por outro lado, o Eremita também traz maior prudência – e em excesso, temos uma senhora lentidão em tudo! Assim como ele apazigua e faz pensar melhor antes de agir, também acaba trazendo lentidão na resolução de conflitos. Pensando a nível mundial, podemos prever demoras em acordos, mas sua finalização de forma mais harmoniosa e sábia.

    Porém, se levarmos em conta a composição de “2016”, podemos dizer que temos também as cartas 20 – Julgamento – e Torre – 16. Se considerarmos estes dois Arcanos, podemos presumir também que será um ano extremamente crítico, momento de separar o joio do trigo, de reavaliar a estrada que se trilhou até agora, e como resultado, cortar todo o Mal necessário para sua evolução. Com a Torre ali, não fica pedra sobre pedra: rupturas, desmoronamentos, Ego sendo destruído, etc. Pensando que teremos eleições municipais no Brasil, e continuidade de processos políticos no cenário Federal, podemos imaginar o quanto de mudanças virão à tona no decorrer de 2016!

     

    Compartilhar:

Página 1 de 11