As flores do deserto no nosso coração!

Recentemente estive no deserto. Especificamente no Atacama  - o lugar mais seco do mundo. Sim, do mundo!

Postado dia 22/04/2016 às 13:01 por Tania Zaccharias

 

flor

Foto: Flor do Atacama – Por Paola Sansão

Quando a gente fala “deserto”, muitas primeiras palavras ou imagens vêm em mente. Talvez as principais sejam, por razões óbvias, “seco” e “inóspito”.

Sim, é seco. Pacas!

Sim, é inóspito. Pacas!

Mas não em absoluto… E aí que entra a magia da Madre Tierra e sua imensa generosidade…

Primeiro dia de viagem e uma bela caminhada montanha acima. Entre pedras, areia, pós e rachaduras, uma flor.

Uma flor?

Uma flor!

A primeira veio tímida, entre rachaduras e pedras. Outras, nessa mesma sintonia, surgiram pelo caminho…. Pequenas poças verdes de micro graminhas chamaram a atenção por conterem algumas florzinhas e outras pequeninas flores se mostraram evidentes entre centenas de milhares de rachaduras e um sol sem trégua!

Uma ou outra. Sempre MUITO discretas. Mas presentes, como presentes!

FLORESCER.

FLOR E SER.

FLOR É SER…

Ser?

Ser o que?

SER.

Florescer é uma magia da Pachamama… Uma beleza que se derrama pelo mundo. A vida é tão bela e tão mágica que até no mais ríspido dos climas ela se faz brotar em uma linda obra de arte chamada flor.

Além da pequena sementinha ou broto, para algo florescer é preciso somente uma coisa: água. Por menor que seja a sua quantidade, por mais escassa que seja, sem ela não se faz possível nem mesmo um vislumbre da vida nascente.

Isso é bem óbvio, mas ao longo daqueles passos me fez pensar nessa analogia nas dimensões humanas… Afinal, somos esta brincadeira divida de micro e macro cosmos espelhados, não?!

FLORESCER.

Se flor é SER, então seriam as flores os nossos belos sentimentos? Aqueles que nos tornam mais humanos? Nossa capacidade de SER Humano? De amar, de vibrar, de sorrir, de agradecer, de ser feliz? Creio que sim…

E o que seria então o solo rochoso e rachado se não as dimensões secas do nosso ser? Talvez nosso ego que não enxerga o próximo, que não se importa, que só vê a si mesmo? Que tem medo, raiva e dor?  Hum… Parece que sim…c

E o que seria esse ingrediente mágico que faz algo belo nascer da rocha se não nossas emoções? Já é muito sabido no campo do auto conhecimento e espiritualidades a relação das águas com nossas emoções. São elas que representam isso tudo dentro da gente!

Tá! Legal!

Mas a gente é feito de 80% de água, não?! Sim! Então quanto de nós é feito de emoções?  E se basta apenas algumas gotas para as flores do deserto nascerem, então há dentro de nós um fonte eterna de potencial beleza?

Poxa… Não sei! Mas parece que sim….

Pensando nisso montanha acima me deu a sensação de que a Natureza é tão generosa que nos presenteou com um Aquífero Guarani interior, tão misturado com nosso ser, que nem mesmo nos damos conta de que ele está ali, para nós, o tempo todo disponível para nos ajudar a flore-SER! Basta somente abrirmos as comportas do nosso coração e deixar ele molhar, inundar e florear essa vastidão que existe dentro de nosso chamado SER.!

#:
Compartilhar:

Sobre o Autor

avatar

Tania Zaccharias

Ex-menina, atual mulher "porque". Entusiasta da poesia da vida real, curiosa por tudo e sempre questionadora.

Obs: As postagens do autor são de plena responsabilidade do mesmo, o portal se isenta de qualquer conteúdo que possa ser ofensivo.

Veja mais posts deste autor

Leia também

Assine a nossa newsletter