Amamentação e desmame do bebê

Maiores do que o desejo de uma amamentação bem-sucedida são os medos e as dúvidas que muitas mães têm em relação ao desmame do seu bebê.

Postado dia 25/01/2017 às 11:38 por Raissa Barouch

amamentação

Foto: Reprodução

A amamentação é um vínculo físico e afetivo muito importante na vida da mãe e do bebê, além de trazer inúmeros benefícios para a saúde de ambos. Para a mãe é uma maneira ideal de se relacionar intimamente com seu filho. E o ato de amamentar ajuda a estimular os hormônios que voltam o útero ao seu tamanho normal e também ajuda a perder o peso que ganhou na gravidez. Para o bebê é uma maneira de transmitir segurança, afeto, conforto e o melhor e maior beneficio é a imunização contra as doenças, pois no leite materno se concentra anticorpos e proteínas que ajudarão o bebê a combater doenças.

O começo da amamentação é muito complicado, pois a mãe e o bebê estão em fase de adaptação e o medo de não conseguir amamentar, de saber se o leite está sendo suficiente e se a forma está correta, nos atormenta. Contamos também com os machucados que formam no seio, mas mesmo assim não desistimos. É necessário procurarmos ajuda para que o bebê tenha a “pega” certa, para que esse “sofrimento” passe, afinal no começo o bebê passa uma grande parte mamando. E depois que pegamos o jeito, nem lembramos mais o porquê não conseguíamos. É tão fácil!!!rs

O tempo vai passando e amamentar se torna uma tarefa gostosa e muito prática. Até porque pode ser oferecido para o bebê em qualquer lugar, sem necessidade de acessórios e apetrechos.

Ao longo dos meses imaginamos como será o desmame. E de repente chega mais um dia que tanto tememos. A Organização Mundial da Saúde (OMS)  aconselha que o bebê seja alimentado pelo leite materno exclusivamente até o sexto mês e continue sendo oferecido até o segundo ano de vida. Porém, isso vai depender da rotina e necessidade da mãe.

Meu filho está com 8 meses e iniciei esse “mal necessário”, o desmame, não posso negar o quão doloroso é. Sentimos que aos poucos a ligação física vai se perdendo e que esse procedimento não é o correto a se fazer, já que oferecer o alimento mais rico e completo do mundo para o filho parece ser a melhor coisa a se fazer. Nesse momento, temos a certeza de que eles estão realmente crescendo e criando sua independência e aos poucos eles vão ganhando o mundo.

Baby drinking milk from a bottle

Aquela história que nossa mãe sempre dizia: “Para mãe os filhos são sempre crianças” é a mais profunda verdade. Independentemente da fase em que você for desmamar o seu filho o sentimento será o mesmo, no fundo sempre queremos e pensamos que eles dependem da gente para alguma coisa. E logo quando você começa, os pensamentos atormentam, será que ele está sofrendo? Será que ele está passando fome? (mesmo você sabendo que ele iria chorar). Mas aos poucos vai se acostumando e sabendo que está fazendo o melhor para o seu pequeno!

Antes de decidir quando iniciar o desmame, parei, pensei e conversei com o pediatra sobre como fazer para que seja de uma forma feliz e sem traumas, apesar dele só ter 8 meses. Com a boa rotina e boa alimentação, pude iniciar o desmame e foi necessário incluir mamadeira para completar a rotina alimentar. Comecei tirando o leite materno no período da tarde, demorou alguns dias até que ele pegasse sem cuspir e reclamar.

O momento do desmame varia de uma mãe para outra, então, sempre pergunte ao pediatra até mesmo para se sentir mais segura. Independentemente do período em que você está desmamando seu bebê, o sentimento de que estamos deixando algo para trás sempre vai existir, mas a felicidade de ver que está dando certo é a recompensa.

Fazendo com calma e gradualmente nem você e nem o bebê irão sofrer.

Leia mais sobre esse assunto:

Como saber se o bebê está mamando o suficiente

 

Amamentar é dar amor líquido ao seu bebê!

Compartilhar:

Sobre o Autor

avatar

Raissa Barouch

Obs: As postagens do autor são de plena responsabilidade do mesmo, o portal se isenta de qualquer conteúdo que possa ser ofensivo.

Veja mais posts deste autor

Leia também

Assine a nossa newsletter