Água viva e água benta

A água é a base da vida na Terra. A água é o sangue do planeta. O sangue é 90% de água.

Postado dia 23/11/2016 às 08:00 por Renato Faury

água

Foto: Reprodução

Para não prejudicar a saúde é fundamental que a água contenha produtos nocivos, como pesticidas, herbicidas, lixo químico, fertilizantes, nitritos, etc. que podem contaminar a água no manancial, nos caminhos que passou e na estação de tratamento de água, no caso da água da torneira.

Sabemos que a cloração é satisfatória para manter uma água sem germes, mas o cloro em contato com materiais orgânicos forma compostos cancerígenos. A água natural carrega partículas de materiais benéficos à saúde; a água tratada pode estar livre de bactérias, mas contem partículas de substâncias nocivas que podem prejudicar a saúde. É como uma homeopatia inversa, com diluições de materiais prejudiciais ao organismo.

Naturalistas consideram a água uma substância viva; águas estagnadas e mornas se deterioram, estejam em uma represa ou numa garrafa. Água morta é perniciosa para animais e plantas. Naturalistas acreditam também que a água perde sua energia vital por fricção nos canos; e a água tratada vai para o consumo passando por encanamentos.

“Dizem também que a água precisa de liberdade e não de confinamento, e que a água viva é a que flui pela terra”.  Testes de contagem de germes constataram a redução da viscosidade e a dissolução de moléculas perigosas nas águas magnetizadas. O magnetismo altera a energia da estrutura molecular da água, muda a polaridade de carga negativa para positiva, aumentando a quantidade de O2 dissolvido.

ÁGUA BENTA 

O corpo humano contém 2/3 de água, por isso as características, químicas, magnéticas e eletrônicas das águas podem beneficiar ou prejudicar o organismo.

Transferências da energia da vida; chi, chamada também de prana, através de emanações das mãos podem modificar algumas características sutis da água.

Microfotografia de águas coletadas de fontes naturais constata, normalmente, um padrão simétrico, já a estrutura interna da água da torneira é caótica.

Pesquisas de biotecnologia com rádio frequências alteraram a estrutura de ligação da água. Muitos creditam que essa água elimina melhor as toxinas do organismo.

Alterações na estrutura cristalina da água, devido a um “benzimento”, podem ser constatadas através do microscópio eletrônico.

A instabilidade eletroquímica na água contaminada rouba elétrons. Isto destrói o meio celular. Quando a água contaminada entra no núcleo pode atacar o DNA e perturbar o código genético.

A água contaminada no corpo humano produz aumento da acidez e o sangue ácido é responsável pela degeneração e morte celular (o pH normal do sangue é ligeiramente alcalino.)

O envelhecimento é o efeito em longo prazo do efeito dos radicais livres e de pH ácido.

 

Compartilhar:

Sobre o Autor

avatar

Renato Faury

Engenheiro civil pós graduado em Engenharia Ecológica, e Assessor do meio ambiente do LIONS Internacional Governadoria LC-5

Obs: As postagens do autor são de plena responsabilidade do mesmo, o portal se isenta de qualquer conteúdo que possa ser ofensivo.

Veja mais posts deste autor

Leia também

Assine a nossa newsletter