A acupuntura na visão do psicólogo

Algumas doenças não necessariamente serão curadas, mas podem ser amenizadas a partir da ampliação da consciência das causas que provocaram os sintomas

Postado dia 19/09/2016 às 08:30 por Sociedade Pública

 

acupuntura

Foto: Reprodução/Internet

A acupuntura é uma técnica de tratamento utilizada para tratar sintomas psicossomáticos. Dentro da perspectiva da psicologia e da medicina tradicional chinesa, as doenças representam uma manifestação de um desequilíbrio energético e psicológico.

Desse ponto de vista, todo sintoma é o retorno de impulsos que ficaram recalcados, reprimidos. Esses impulsos se manifestam na forma de sintomas que simbolizam o desequilíbrio existente; ao buscar tratamento para determinado sintoma, o paciente precisa começar a refletir sobre as causas desse desequilíbrio.

Inicialmente o psicólogo-acupunturista realiza uma avaliação psicológica e um diagnóstico da medicina tradicional chinesa para atuar em dois aspectos: o energético e o psicológico. O tratamento pela acupuntura possibilita reequilibrar essa energia e ao mesmo tempo trazer clareza para a mente.

O psicólogo-acupunturista também pode utilizar orientações para a reflexão e a ampliação dessa consciência juntamente com o tratamento com acupuntura, possibilitando a cura definitiva da doença. Algumas doenças não necessariamente serão curadas, mas podem ser amenizadas a partir desta ampliação da consciência das causas que provocaram os sintomas.

De forma geral, os sintomas estão associados a cinco emoções: raiva, tristeza, alegria, preocupação e medo. Qualquer alteração nessas emoções pode comprometer um dos órgãos associados ou mesmo alguma parte do corpo.

Sobre as partes do corpo, é sempre bom lembrar que, para a psicossomática chinesa, o lado direito está associado ao feminino e o esquerdo, ao masculino. Sendo assim, sintomas do lado direito vão estar ligados a pessoas como mãe, esposa, amiga e filha. Já os sintomas do lado esquerdo vão estar ligados a pessoas como pai, marido, amigo e filho. Se a dor for no ombro, indica um apego; se for no cotovelo, indica uma dificuldade de aceitação; nas mãos e nos punhos, indica dificuldade para dar e receber.

Além disso, sintomas que se apresentam na lateral interna das pernas podem estar associadas à mágoas; já a dor nos ossos pode representar o medo: por exemplo, na região da cintura pode haver o medo de se direcionar na vida; no joelho pode haver dificuldade para se expressar quando não está satisfeito com alguma situação; no pé, há insegurança para seguir na vida; também podemos ter como base a coluna. Se ela doer ou ficar “torta”, é nosso eixo que está fora do lugar. Esses são alguns exemplos de sintomas psicossomáticos.

Falando ainda sobre o trabalho de acupuntura realizado por psicólogo ou outros profissionais, muito se questiona por aí o fato de que, em clínicas de acupuntura especializadas, o paciente fica deitado por 20 minutos sem nenhuma assistência do profissional que o acompanha. Deve ser esclarecido que os profissionais que aplicam a acupuntura são de diferentes áreas, tais como medicina, fisioterapia, odontologia e farmácia, entre outros. Cada um tem uma visão sobre o tratamento relacionada com a área que atua e às vezes o profissional não se preocupa com a importância da verbalização de sentimentos vivenciados pelo paciente.

Para o psicólogo-acupunturista é essencial que, durante a sessão de acupuntura, além de realizar os estímulos necessários para a intensificação dos efeitos, seja sempre dado todo o apoio psicológico necessário, com música para relaxamento e acolhimento no caso do paciente precisar expressar alguma emoção. Outro fator a ser esclarecido é que, devido ao volume de atendimentos dessas clínicas, sobretudo aquelas que atendem por convênio, o terapeuta pode não ter disponibilidade de tempo para dar esse acolhimento mencionado.

Por isso, é sempre preferível procurar conhecer o trabalho de quem atende com acupuntura. Se você quiser, além de amenizar o seu sofrimento, ter uma compreensão mais profunda de seus sintomas, opte por um profissional que busque te trazer um equilíbrio através da acupuntura e de orientação para o autoconhecimento.

 

Clínica Equilíbrio – (11) 99358-5786
Avenida Boa Vista, 212 – Bairro do SESC – Suzano (SP)
Alessandre Cozentino – psicólogo-acupunturista CRP 06/69433
Compartilhar:

Leia também

Assine a nossa newsletter