A valorização do agente de viagens

Com acesso as principais ferramentas de consulta, esse profissional passou a oferecer uma verdadeira consultoria de viagens, podendo trabalhar inclusive com seu melhor orçamento

Postado dia 21/01/2016 às 00:03 por Glauco Rocha

 

viagem

Caro leitor,

Imagine você planejando a viagem dos sonhos de sua família. A Disney será o destino tão esperado por todos, onde seu filho inquieto espera o momento de abraçar o Mickey e sua filha ansiosa pelo café da manhã com as princesas no Magic Kingdom. Quanta responsabilidade, não?

Diante de tantas ofertas no mercado, você acessa os principais sites para compra de passagens aéreas, inicia as cotações e vê as melhores companhias aéreas. Em outros sites, vê a opinião de outros turistas e escolhe o hotel com base no preço e nas fotos apresentadas.

Para que nada dê errado, pensamos em tudo. Mas será mesmo? Algumas perguntas podem surgir e nos tirar o sono, como por exemplo, quanto tempo será que eu levaria para fazer tudo isso? Você tem realmente as melhores opções em suas mãos? Os horários estão adequados ao tempo de deslocamento em uma possível conexão, por exemplo? A documentação está toda em dia e válida? Mas ainda tem o pior: e se algo der errado, eu vou falar com quem?

Com a facilidade de acesso as informações na internet, muitos turistas (assim vamos chamar todos aqueles que têm interesse em realizar uma viagem) preferem atacar de agente de viagens e preparar a sua própria viagem. Atualmente, o número de clientes que visitam as agências de viagens caiu consideravelmente, migrando das lojas físicas para o mundo virtual, através de sites que dizem oferecer a melhor condição ao turista, mesmo que ele não detenha o preço do valor do produto final, no caso das passagens aéreas.

Em contrapartida temos o agente de viagens que é um profissional preparado para entender as necessidades dos clientes, avaliar se a opção “X” ou “Y” é o melhor para aquele determinado destino, se o hotel está adequado às expectativas da família ou apenas oferece um menor preço na diária. Com acesso as principais ferramentas de consulta (algumas exclusivas das agências de viagens), esse profissional passou a oferecer uma verdadeira consultoria de viagens, podendo trabalhar inclusive com seu orçamento e buscando assim algo que se encaixe no valor que será investido e ofereça a melhor experiência ao cliente.

Infelizmente, mesmo com todas as vantagens citadas acima, as agências de viagens e consequentemente os agentes, tem perdido espaço, levando muitas empresas a encerrarem suas atividades, das menores até grandes operadoras de turismo. A causa desse descompasso financeiro vivido pelas agências de viagens se dá pelo fato do turista não querer pagar um percentual pelo serviço prestado ou até mesmo uma taxa pré-negociada para a elaboração daquele pacote. Porém para outras situações concordamos em pagar pelo serviço prestado, uma taxa para recebermos a pizza em casa, os 10% para aquele garçom que nos atendeu bem ou até 10% na taxa de serviço cobrada pelas locadoras de veículos sobre o seu próprio produto. Tudo isso porque o ser humano gosta de ser bem tratado e receber atenção.

Algumas pessoas e famílias encaram certas viagens como a realização de um verdadeiro sonho, algo esperado por muitos anos e na maioria das vezes, com certo sacrifício para poupar aquela quantia para realizar a viagem. Sendo assim, porque não dar o peso que um sonho como esse realmente merece?

Se estiver pensando em viajar, consulte um agente de viagens e busque em um único lugar todos os serviços que poderão tornar a sua viagem em uma experiência maravilhosa. Sinta a diferença, você poderá se surpreender.

 

Compartilhar:

Sobre o Autor

avatar

Glauco Rocha

Glauco Rocha é formado em Turismo e pós graduado no curso de MBA em Marketing e Vendas pela Anhembi Morumbi

Obs: As postagens do autor são de plena responsabilidade do mesmo, o portal se isenta de qualquer conteúdo que possa ser ofensivo.

Veja mais posts deste autor

Leia também

Assine a nossa newsletter