A saúde consciente

Amigos leitores, conforme combinado, segue a continuação do nosso texto anterior:

Postado dia 13/11/2015 às 12:23 por Carlos Schmidt

terras-de-sanrubi-51

Se você não tiver um problema grave e um médico ou um amigo lhe perguntar, como você está provavelmente você dirá:

– Tudo bem, a gente vai levando, né?

 – Acho que está tudo normal, graças a Deus!

Então quem sabe a partir de agora você começa a prestar atenção no que o seu corpo tenta lhe comunicar através das reações que ele manifesta?

Comece a acionar a sua consciência corporal, mental, emocional. Fique atento na maneira como você reage às situações de desafio, de contrariedade; na ansiedade, na tristeza, na raiva, na excitação. Perceba como seu corpo reage depois de cada uma dessas vivências. Preste atenção nos seus pensamentos, se eles são positivos ou negativos na maior parte do tempo.

Lembre-se de que o que você pensa é o que você atrai. O que você verbaliza você atrai.

As pessoas dizem que está tudo bem, mas passam a maior parte das suas vidas com desequilíbrios que por serem tão frequentes se tornam normalidade.

– Essa dor na nuca todas as manhãs quando acordo me mata, mas tô bem!

– Meu intestino só funciona a base de remédio, mas tô bem!

– No final das tardes não tenho energia pra nada, mas tô bem!

– Tirando que eu não tenho uma boa noite de sono há anos, tá tudo bem!

– Se alguém me contraria eu tenho vontade de esganar, tirando isso, tudo bem!

E por aí vai…

São dores, humores, sofrimentos, padrões que se repetem diariamente e que somatizados acabam gerando complicações por vezes irreversíveis.

Lembre-se você é o que você come, pensa e sente! Disso depende sua saúde! Disso depende sua vida como um todo! Seu trabalho, suas amizades, seu relacionamento afetivo, sua prosperidade! Veja um mundo limitado e você terá um mundo limitado!

Abra seus horizontes, mantenha sua mente alerta, esteja atento às suas reações, se disponibilize para mudar e acreditar na sua capacidade de realizar, de prosperar, de ser feliz!

Se coloque no lugar do outro, não prejulgue, não critique, aprenda a perdoar, seja cordial, solícito.

Aprenda a perdoar a si próprio!

Se você errou não cometa os mesmos erros, aprenda com eles! A autopunição é um dos maiores inimigos da sua saúde, da sua liberdade, da sua felicidade!

Tudo isso a que me refiro interfere diretamente e profundamente na sua saúde e você e somente você tem o poder de transformar!

Imagine agora todo esse poder, toda essa força que dispomos sendo canalizada de forma consciente para a cura, para a harmonia pessoal, para o sucesso em todos os aspectos da vida! É vitória certa!

Você programa sua mente cada vez que acredita em algo como verdade! Reveja suas crenças!

Em primeiro lugar conscientize-se do seu corpo, como ele está! Principalmente se você só pensa nele quando está com dor.

Você deve aprender a tratar o seu corpo como alguém especial, com quem você vive, porque é justamente isso o que acontece, não é mesmo?

Se ao invés de manifestar imperfeições ou exigir aquilo que ele não está dando conta você o estimulasse apenas dizendo algo encorajador, ficaria surpreso com a resposta imediata. Afirmo outra vez, somos a soma de um corpo físico, um mental, um emocional, um energético!

Se você pensa os outros compreendem, se você sente os outros são afetados, se você fala os outros ouvem! Da sua atitude positiva ocorrem as mudanças para o melhor.

Comece a operar seus primeiros “milagres” descobrindo nos seus corpos as áreas que necessitam de fortalecimento. Avalie o que você já conhece deles.

Você sabe muito sobre o seu próprio corpo porque você vive nele e pode senti-lo como realmente é.

Faça uma lista dos seus pontos fortes e fracos.

Anote os desequilíbrios que ele manifesta frequentemente e que costuma manifestar depois de algo que você come, ou depois de determinada emoção, ou depois de pensamentos repetitivos, o chamado “remoer”. Anote também aqueles incômodos frequentes como dores localizadas, alergias, resfriados repetitivos; enfim…, acho que já deu pra compreender.

Mas quando digo anote, não é com o objetivo de colocar no caderninho “Minhas doenças”, é justamente o contrário. É constatar um padrão de desarmonia que vai ser compreendido e transmutado por um “querer consciente”.

Já que o pensamento tem forma cada forma de pensamento que você tiver sobre o seu corpo é uma profecia esperando ser consumada!

Aquilo que você criou só pode ser mudado através de sua consciência!

Continuamos em nosso próximo encontro.

Sempre toda a Paz!

 

Compartilhar:

Sobre o Autor

avatar

Carlos Schmidt

Iniciou suas atividades na área Holística no ano de 1993. Experiência como argiloterapia, shiatsuterapêuta e acupunturista.

Obs: As postagens do autor são de plena responsabilidade do mesmo, o portal se isenta de qualquer conteúdo que possa ser ofensivo.

Veja mais posts deste autor

Leia também

Assine a nossa newsletter