A melhor religião

A melhor religião acontece no coração e o lar é o primeiro lugar onde ela será testada. É no seio familiar que revelamos nossa verdadeira identidade espiritual.

Postado dia 18/11/2015 às 09:19 por Edilaine Mello

9634597_AjFEf

Falar de religião é um tanto arriscado, mas deixar de falar da melhor religião é indesculpável. Porque a melhor religião não é aquela que possui um sistema de crenças organizado ou cheio de rituais e simbologias, a melhor religião também não é aquela que espiritualiza tudo o que está ao redor.

Para explicar bem essa realidade, vale lembrar de uma história que Jesus contou para os que se orgulhavam das suas boas qualidades e caçoavam de todos os demais: Dois homens foram ao templo orar. Um deles era um fariseu orgulhoso, e o outro um desonesto cobrador de impostos. O orgulhoso fariseu orava assim: ‘Eu lhe agradeço, ó Deus, porque não sou um pecador como todos os demais. Porque eu nunca engano os outros, eu não cometo adultério, jejuo duas vezes por semana, e dou a Deus um décimo de tudo quanto ganho”. Mas o cobrador de impostos ficou em pé, de longe, e não tinha coragem nem para levantar os olhos ao céu quando orava, porém batia no peito com grande arrependimento, exclamando: ‘Ó Deus, tenha misericórdia de mim, um pecador!’ Jesus disse que este pecador, e não o fariseu, voltou para casa perdoado (Lucas 18:9-14). Fica certo por essa parábola que a melhor religião não é um conjunto de atitudes plausíveis e de aparente piedade.

A melhor religião acontece no coração e o lar é o primeiro lugar onde ela será testada. É no seio familiar que revelamos nossa verdadeira identidade espiritual. Porque é mais fácil ser dócil com os de fora do que praticar docilidade com aqueles que estão sob o mesmo teto. Infelizmente, muitos se dizem religiosos, mas seu testemunho dentro de casa não condiz com sua fé. Muitos, cobertos por uma capa espiritual, têm maltratado pai, mãe, irmãos e avós.

A Bíblia diz que, se alguém supõe ser religioso, deixando de refrear a própria língua, está enganando seu próprio coração e a sua religião é vã (Tiago 1:26). E ainda acrescenta: Se alguém não tem cuidado dos seus e especialmente dos da própria casa, tem negado a fé e é pior do que o descrente (1 Timóteo 5:8).

A melhor religião está em busca de pessoas com coração quebrantado, pessoas que querem amar a Deus sobre todas as coisas e que se esforçam por amar os seus semelhantes como a si mesmo, pessoas que desejam ajudar o próximo sem medir esforços ou esperar recompensa, pessoas que dão lugar ao Espírito de Jesus e permitem que Sua presença se manifeste em todas as esferas da vida. Essa é a melhor religião!

 

Compartilhar:

Sobre o Autor

avatar

Edilaine Mello

Edilaine Mello é pastora evangélica, formada em Pedagogia, com especialização em Gestão em Projetos Sociais do Terceiro Setor.

Obs: As postagens do autor são de plena responsabilidade do mesmo, o portal se isenta de qualquer conteúdo que possa ser ofensivo.

Veja mais posts deste autor

Leia também

Assine a nossa newsletter